POST DO LEITOR | Algumas impressões sobre o player de Blu-ray 4K da Samsung!

15698243_10207133840695953_5699412786052365957_n

Por Jônatas Paranhos

Venho neste post compartilhar com vocês minhas impressões como comprador do reprodutor de Blu-ray UHD 4K da Samsung modelo UBD-K8500, recentemente escolhido como melhor player do formato no ano passado.
O modelo foi adquirido pessoalmente em uma viagem aos EUA em março de 2016, o preço pago foi o padrão da época U$399.00 na Best Buy (hoje em dia se encontra o mesmo modelo por U$349.00). O preço foi decisivo na escolha pois ainda hoje, a oferta de players deste tipo de mídia é escasso. Conheço somente o Panasonic vendido apenas no Japão e o recém lançado da Philips disponível também nos EUA [além do robusto Oppo 203] .

O aparelho como todos os eletrônicos em começo de “era” vem muito bem apresentado em uma caixa grande e bem acabada internamente como isopor e caixa para acessórios. Por falar em acessórios, um ponto negativo é não estar incluso no produto o cabo HDMI e para reproduzir imagens em 4K e HDR é obrigatório o uso de um cabo HDMI de alta velocidade que me custou salgados U$60!

O controle remoto incluso é muito simpático, porém ao meu ver é pequeno demais. Me atrapalhei muito com ele ao tentar acelerar uma cena sem pular o capítulo já que as teclas de avanço são únicas e concentram ambas as funções.

Os aparelho em si tem um belo design com teclas sensíveis ao toque. Possui total integração com diversos modelos de TV, no meu caso utilizo uma TV Sony e o ambos os aparelhos se reconhecem automaticamente, me possibilitando utilizar o controle da Sony para operá-lo.

Este player possui total conectividade com internet, possibilita o download de vários aplicativos além de reproduzir Netflix também em 4K (mediante assinatura do serviço UHD da Netflix). O menu tem uma bela aparência e tanto em discos de Blu-ray tradicional como em versões 4K mostra no menu uma miniatura de uma “Imagem Título” do disco que está inserido.

No quesito imagem não há como negar a perfeição de cores e definição de imagens principalmente se o disco apresenta o filme em HDR (high dynamic range) que são cores mais vivas que no 4K comum. Além disso, o processador do aparelho é excelente não apresentando nenhuma demora para carregar discos.

Uma função legal e que me ajuda muito é a excelente memória interna do aparelho. Posso assistir vários discos diferentes de séries ao mesmo tempo e sempre que coloco o disco o aparelho “lembra” daquela reprodução e me oferece a opção de retomar de onde parei. E é sério, ele te uma ótima memória para isso, já assistir mais de 6 títulos distintos e ele sempre lembra de cada um e onde parei, mesmo com quedas de energia o player não perde estas informações.

Com relação a reprodução de DVD: por ser um produto americano, o player se restringe ao antiquado bloqueio de regiões de DVDs, só reproduzindo discos de região 0 e 1. Porém, como divulgado, os discos 4K NÃO POSSUEM TRAVA DE REGIÃO. Um ponto mega positivo desta mídia. Vale ressaltar que ele reproduz todos os tipos atuais de mídia física, UHD Blu-ray com ou sem HDR, Blu-ray, Blu-ray 3D, DVD, CD.

Depois de quase 1 ano de uso, tenho a certeza que foi uma compra muito acertada. O aparelho atende todas as minhas expectativas além de ter um excelente custo-benefício. Se você tem uma TV 4K em casa, recomendo muito esta aquisição pois infelizmente, conteúdos 4K ainda são escassos pelos meios convencionais.

Link direto para o aparelho na Amazon.com

samsung4k

Redirecione suas encomendas dos Estados Unidos com a Shipito

 

Categorias: HardwareUltra HD Blu-ray

Tags: ,

Sobre o autor

Este post foi escrito por um leitor do site.
  • Lucas © #Guardiõesehdok7

    Preco caríssimo vide a cotação do dólar atualmente, fora a dificuldade em conseguir filmes em 4k sem importar, pra quem tem condições possa ser que vale a pena, eu particularmente ainda acho muito inseguro investir nesse tipo de conteúdo, se o blu-ray esta passando por esse momento horrível, as vezes chego a pensar que o 4k sequer chegara aqui, e se chegar capaz de ser um valor mais absurdo do que na época do lançamento do blu-ray, se o bd já e considerado algo de nicho, nem imagino como o 4k possa ser considerado

    • Pedro Lamas

      Ele naõ toca apenas UHD BD, é um excelente Blu-Ray player. Meu Panasonic BD-30 de 2008 dá uma surra na Netflix 4K, imagine um player desses… Pra quem gosta de home vídeo, é um must own.

  • Ricardo Tchelow

    Concordo com o Lucas, se o bluray ta sofrendo com o boicote dos proprios “formetadores” do mercado, imagina o 4k….

  • Carlos Gomes

    Como comentado acho complicado investir nesse formato, pra quem é do Brasil pior por só encontrar conteúdo via importação e aqui até BD normal tá reduzindo (nem players de bd normal está sendo fácil de encontrar)
    Mas bom saber que os player é bom, quem sabe por um milagre a coisa melhore e o formato tenha uma melhora no futuro.

  • ryan

    é um belo aparelho , mas a realidade é outra aqui no Brasil , infelizmente a mídia física já esta se esgotando , tem até SARAIVA perto da minha casa que a vendedora disse que não vende mais dvd nem bluray , quem esta colecionando , corrão para garantir o que ainda não conseguiram , conheço gente que nem sabe o que é bluray imagine 4k então

    • Pessoal errou feio errou rude ao pensar que alta definição era TAMBÉM pro povão. Blu-ray como “o substituto do DVD” nunca deveria ser promovido assim.

      • NoobMaster

        Mas o blu-ray, NOS EUA, “não foi” (?!?) promovido assim: “como o substituto do DVD”?!?

        E devido aos preços JUSTOS não logrou êxito na penetração do mercado junto ao “povão” de lá???

        Então o “erro” não foi nessa intenção do marketing… E sim devido a já conhecida, e exaustivamente comentada, ganância do mercado brasileiro…

        Ou estou equivocado?!

        • Saldan

          Sem dúvida o blu-ray vende bastante nos EUA, mas nunca chegou a superar o DVD em popularidade. Aliás, as distribuidoras sempre usaram o DVD como “muleta” ´pra vender BD, em seus famosos combos.

          • Rafael Rabelo

            Sobre a questão da popularidade de blu-rays em outros países, segue o que notei na Suécia. Em 2010 estive na região sul, não era difícil encontrar blu-rays à venda em lojas ou pequenas livrarias, porém sempre com uma boa parte em liquidação. Retornei à mesma região em 2013, e aí sim era difícil encontrar blu-rays à venda em lojas físicas. Havia grande variedade somente na famosa Media Market. Em algumas pequenas livrarias que tinham uma relativa presença de blu-rays, somente alguns poucos DVDs à venda. Tanto em 2010 como em 2013, blu-ray era algo que o pessoal com quem trabalhei sabia o que era, mas eles não tinham experimentado, não viam necessidade. Somente conheci um camarada lá que comprava blu-rays, mas era um entusiasta de filmes, tinha sala dedicada para projeção na casa dele, morava sozinho.

            Aqui no Brasil convivo com pessoas de alto grau de instrução, e a experiência é a mesma: algumas sabem mais ou menos o que é blu-ray, não usam, não sentem necessidade, e há até casos de camaradas que nunca viram um disco de blu-ray. Mesmo no convívio com pessoas que compram jogos para playstation ou similares, noto que o consumo de mídia física limita-se a jogos.

    • Lucas © #Guardiõesehdok7

      Papo furado, já fui em varias megastores me informar a respeito, e sempre me falam que as vendas não irão acabar, o que ocorre e que devido a procura por BD ter diminuído, eles fazem o pedido de um numero menor de unidades, por isso certos filmes como A Bruxa somem rápido e os blockbusters por ter uma certa demanda são facilmente encontrados e sempre tem seus estoques repostos, quem disse isso de que irão parar de vender deve ter sido a mesma pessoa que disse que a Americanas fez a promo de natal pra liquidar o estoque e parar de vender

      • Saldan

        É fato. Várias lojas de departamentos já deixaram de comercializar BD, e as que ainda vendem tem uma variedade ínfima. Aliás, isso só tende a piorar, com as distribuidoras lançando cada vez menos (só blockbusters e séries de sucesso, lançamentos de catálogo sumiram) e poucos players ainda à venda.

  • Raul Benevides

    Aqui no Brasil, na minha opinião, para quem deseja ter este tipo de mídia, compensa comprar o Xbox One S. Melhor aparelho a custo beneficio para quem quer assistir filmes em Ultra HD. Infelizmente a mídia Blu-Ray não decolou no Brasil e está cada vez mais inviável importar, dado os valores descomunais. Tenho vários amigos que nem sabem o que é Blu-Ray. São da geração Netflix, nem DVD compram mais, quem dirá Blu-Ray 4k.

    • Jucier Francelino

      Foi o que eu fiz. Peguei o XOne S e importei o BvS em 4K por 83 Mangos (frete grátis e com código de rastreamento). Aguardando chegar.

      • REINALDO CUNHA

        Vai valer a pena. Foi exatamente o que eu fiz. O blu-ray 4k do Deadpool é um dos melhores.

    • Eudes

      Importei 3 BDs 4k: star Trek, BvS e Orgulho, Preconceito e Zumbi, e chegaram diretamente em casa. Um milagre! O Correio taxa tudo depois que começou a cobrança de 12,00 deles, fiquei mesmo surpreso e contente por começar bem no 4k.

  • Saldan

    Formato que nunca será lançado oficialmente no Brasil. Mídia física em franco processo de extinção, mesmo nos EUA as vendas de DVD/BD/UHD-BD já perdem para o streaming. Lá ainda haverá um mercado de nicho para os discos, aqui no Brasil será restrito a poucos importadores. Eu, certamente, não vou repetir com o UHD-BD o que fiz com o Laserdisc.

    • Lucas © #Guardiõesehdok7

      Onde você viu que as vendas de mídia física já perdem para o streaming nos EUA?

      • Saldan
        • Rafael Rabelo

          Saldan, por favor, seria possível nos esclarecer melhor a sua afirmação sobre não repetir com o UHD-BD o que fez com o Laserdisc? Sua bagagem técnica e de vivência é muito maior, nunca vi um Laserdisc ao vivo na vida, posso apenas tentar “chutar” o que foi uma experiência com o Laserdisc.

          Um outro ponto que me vejo sempre perguntando. Há séries que ainda recorro ao DVD para assistir, e vejo muito aos poucos, mal tenho tempo de conferir. Não vi ao vivo o UHD BD, mas fico sempre me imaginando se seria uma diferença tão “pertubadora” como foi do VHS para o DVD. E lembrando que parte da diferença do VHS para o DVD era em relação à preservação do aspecto de tela original.

          • Saldan

            Resumidamente: à época, investi caro na importação de um Laserdisc player e de uns 40 discos, entre filmes e shows, num formato que, comparativamente ao VHS, representava um ganho de qualidade semelhante ao do UHD-BD em relação ao BD, mas que não pegou e nunca chegou a ser comercializado no Brasil. No fim, fiquei com o player (hoje estragado) e os discos de relíquia, cujas capas e encartes são show de bola. Quanto ao ganho de qualidade do UHD sobre o BD, repito o que digo em relação ao 4K de modo geral: o ganho de qualidade se tornará realmente evidente em telas a partir de 55″. Se você tem uma TV de 50″ ou menor, o BD já está bom demais.

  • Pedro Lamas

    Lembrando que o Panasonic DMP-UB900 já está à venda nos EUA e foi considerado melhor que este Samsung (que por sua vez é um excelente player também).

    • Lobo Solitário

      Não deve ser nada difícil superar Samlixo. Ainda mais marca ótima como Panasonic.

  • feh

    da pra usar o aparelho 4K sem ter uma tv assim?

    • ryan

      da sim , mas a qualidade ainda não sera o 4k ,seria só um upscalling da imagem, para ter o 4k em 100% você precisa da tv4k , do filme em 4k e do bluray player em 4k

    • Jonatas

      Dá sim. Porém terá imagem Full HD apenas.

  • Eduardo Xenofonte

    Já tenho 6 blurays 4k, Creed, Batman v Superman: Dawn of Justice, The Shallows, Star Trek, Star Trek Beyond, Suicide Squad. Acho que daqui para meados de 2018 deve comprar meu primeiro aparelho 4K.

    • REINALDO CUNHA

      Boa seleção. Recomendo The Martian e Deadpool tb.

      • Eudes

        Deadpool tem pt-br?

        • Jonatas

          Não.

  • Caio Cardoso

    o futuro do 4k no Brasil(e talvez no mundo) está no streaming. No entanto, até onde sei, o streaming não consegue reproduzir audio HD com a dinâmica e pureza do BD disc.

  • jgslima

    Hoje só consigo visualizar o bluray UHD como um investimento num mercado de nicho no exterior mesmo. Venho acompanhando bem ele desde o lançamento no início do ano passado, e por um momento chegou a parecer que não iria pegar, mas agora deu uma engrenada boa nos USA, com praticamente todas as marcas tendo lançado seu player, e praticamente todos os filmes relevantes sendo lançados no formato.

    Outro indicativo de ser considerado um mercado de nicho foi o fato da Sony não ter colocado suporte no PS4 Pro.

    Pesa muito contra ele duas coisas: o fato da maioria das pessoas não ligar para resolução tão alta e não terem mais paciência/saco para lidar com mídia física (muito menos *comprar* uma mídia física).

  • Beto Sobral

    Pergunta :
    Qual o motivo do sucesso do DVD no Brasil ( no mundo também )?
    Resposta :
    Pirataria .
    Podemos não aceitar essa verdade, mas o sucesso do DVD se deu a pirataria, no Blu Ray, houve uma proteção maior contra a pirataria, algo que fez o formato não se popularizar .
    Quer tornar o 4K um sucesso ?
    Venda-o para a classe “C”, facilite a pirataria e deixe os colecionadores comprarem os produtos originais, a estratégia de vender produtos para poucos não deu certo com o Blu Ray e seguir essa mesma estratégia… é melhor nem lançares o 4K no mundo .

    • ryan

      não adianta mais tentar vender nenhuma mídia para o povão e nem outra classe social , nem pirata ta vendendo mais , depois que as pessoas descobriram o download , streaming , netflix e o NOW da net as mídias físicas ficaram só pra colecionador mesmo

      • Lobo Solitário

        Ohohohoh, não sei onde vc viu que nem pirata vende mais. Camelódromos da vida e banquinhas na rua ainda continuam cheios a qualquer hora e dia da semana.

  • Alexssandro Amaral

    Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo cinematográfico? De uma maneira descontraída venha acompanhar Top 5 e 10, piores filmes, lançamentos e muito mais!! Se inscrevam no canal para dar aquela força! Grande abraço!!! 😉

    https://www.youtube.com/channel/UC3U–SFt6GG7ZEbh_v9qCbw

  • Lobo Solitário

    Samlixo nunca mais, obrigado!

  • Rodrigo Cherigatto

    Só vai pegar assim tv 4k 50 a r$2.500,ultra hd player a r$500,00 e filmes ar $50,00 dae sim pega aqui no brasil!

  • Marcus Andre

    Como fica ver um DVD nele, é tão terrível assim como dizem?!

  • Homem Simpson

    Entendo “a bronca” que muitos têm com o DVD ou com quem o compra.
    Mas essa reação está mal-direcionada, uma vez que o lado da demanda não é o real problema.

    Diferente dos países referência, como EUA, os europeus e os asiáticos, no Brasil nossa democracia não é inclusiva, não oferecendo opções para o consumo. Nossa democracia é a do “pelo menos”, ou seja, é restringida pela oferta de produtos e serviços cuja qualidade é sempre discutível. O caso do Bluray “não pegar” no Brasil é exemplo de tudo isso e todos têm sua teoria predileta a respeito.

    Se essa prática é devido a exaustivas pesquisas de mercado, alegadas pelas distribuidoras do Brasil, ou se é mera estratégia para manutenção de suas taxas avantajadas de lucro, ninguém aqui pode afirmar com certeza. Muitos, como eu, estão mais inclinados a considerar a mudança tecnológica como fator agravante, mas não determinante, como no caso dos filmes em streaming ou da facilidade de baixar títulos diretamente da internet.