Dose Diária de Inveja | Mortal Kombat [SteelBook – Alemanha]

1992. O mundo foi tomado de assalto por um jogo de fliperama repleto de combates violentos e sanguinários, com muitas referências a filmes de artes marciais. Um fenômeno que se estendeu aos videogames domésticos, em todas as plataformas possíveis, além de gerar continuações e todo tipo de produto relacionado. E tudo começou com sete lutadores, um personagem secreto, um homem-dragão e um feiticeiro ancião. Preciso citar nomes dos combatentes e o título da obra?

bjc-game-mk-1

Não demorou para que Hollywood voltasse sua atenção para o polêmico jogo, no intuito de transformá-lo em um filme de longa-metragem. E assim surgiu, em 1995, Mortal Kombat, dirigido por Paul W.S. Anderson, com elenco formado por Christopher Lambert, Robin Shou, Linden Ashby, Bridgette Wilson, Cary-Hiroyuki Tagawa e Talisa Soto, entre outros. O roteiro adapta a premissa do primeiro jogo (com algumas pitadas do segundo): três lutadores decidirão o destino do mundo em um torneio secreto de combates mortais. Simples, fiel ao material-fonte, bem executado e com uma música-tema que provavelmente está tocando na sua mente, neste exato momento. O sucesso foi estrondoso, sendo este um dos poucos filmes realmente bons baseados em videogames.

bjc-filme-mk-1

Daí veio o segundo filme e esculhambou com tudo…

bjc-filme-mk-2

Mortal Kombat – A Aniquilação foi produzido às pressas em 1997 para aproveitar o sucesso do primeiro filme e a contínua popularidade da franquia. A produção foi dirigida por John R. Leonetti e contou com os nomes de Robin Shou, Talisa Soto, James Remar, Sandra Hess, Lynn Red Williams e Brian Thompson, entre outros. Christopher Lambert não quis retornar ao papel de Raiden, em um roteiro apressado e confuso, com muitos personagens e pouco a fazer, em cenas de ação sem inspiração e com efeitos especiais pobres (mesmo para a época). Uma verdadeira colcha de retalhos que tenta misturar elementos dos três primeiros jogos em um só filme. E não teve ABACABB que resolvesse a situação.

bjc-filme-mk-3

Estas foram as iterações de MK nas telas de cinema. E são estes filmes os alvos de nossa combativa e mortal DDI, que nos levará uma vez mais ao país do futebol.

Germany

ALEMANHA

Os dois filmes foram lançados em Blu-ray, com embalagem SteelBook, em edições exclusivas da MediaMarkt. Ambos são apresentados no aspecto de tela 1.85:1, com trilhas de áudio em inglês DTS-HD Master Audio 5.1. E com legendas em português (provavelmente de Portugal).

bjc-bluray-mk-1 bjc-bluray-mk-2

Segue um vídeo com as edições (apresentadas a partir de 3:23).


Canal de Micha’s Filmwelt no Youtube

Ambas estão disponíveis, com preço de 12,99 Euros cada. Enquanto isso, no país do Lindomar…

Brazil

BRASIL

Os filmes foram lançados em DVD (o primeiro veio com luva com detalhes em alto relevo e cartela de tatuagens). Atualmente, estão fora de catálogo.

bjc-dvd-mk-1 bjc-dvd-mk-2 bjc-dvd-mk-3

Os filmes possuem trilhas de áudio em inglês Dolby Digital 5.1 e português Dolby Digital 2.0. Legendas em português, inglês e espanhol. O primeiro filme está em formato de tela letterbox não anamórfico, o que pode ocasionar um efeito conhecido como windowboxing (com o filme apresentado em uma “caixa” ao centro da tela, com bordas pretas à sua volta, sendo necessário alterar configurações da televisão ou do aparelho de DVD para corrigir ou amenizar o problema).

bjc-dvd-mk-4

O segundo filme está em formato widescreen anamórfico, no aspecto de tela correto, 1.85:1. As edições têm poucos conteúdos extras: apenas trailers e fichas de personagens para o primeiro filme; para o segundo, trailer, fichas de personagens e cenas de luta isoladas.

bjc-dvd-mk-5

bjc-dvd-mk-6

Já quando o assunto é Blu-ray…

bjc-filme-mk-4

As duas produções continuam inéditas em alta definição no país que entra pelo Kano (a piada é fraca, nossa economia e nosso mercado de home video também). E pelo andar da carroça tropical, não serão disponibilizadas no formato tão cedo. O jeito é jogar mais um pouco. Quem não tem Mortal Kombat vai de Brazilian Fighters mesmo…

bjc-game-brazilianfighters-1

[Via: Blu-ray.com / Fórum Hi-Def Ninja / MediaMarkt]

Já faz parte do nosso grupo no Facebook? Lá tem dicas e muita coisa legal! icon_biggrin.gif

grupo-facebook.jpg

Categorias: Blu-rayDDI

Tags: , , ,

Sobre o autor

Cidraman é o alter-ego de Leandro Pinheiro, colecionador de DVDs desde 2002, fã incondicional de Star Wars desde sempre. Um saudosista maldito com orgulho. Sua missão é destruir mundos, lutar pelos fracos e oprimidos e acabar com as injustiças que assolam o universo colecionístico.
  • Thiago Fernandes

    O 1º filme quando foi lançado aqui na primeira tiragem vinha com uma camisa do Mortal kombat também. E está redublado.

  • Eduardo Xenofonte

    Mortal Kombat para a molecada. Os caras esmurram o filme todo e não sai uma gota de sangue. kkkkkk. O primeiro filme é legalzinho, já o segundo é regular. No Reino Unido o bluray do primeiro filme possui legendas em pt-pt.

    • Leonardo Marques

      Tanto no Scorpion quanto no Shang Tsung até que sai um pouco de sangue (afinal, tinha aquela desculpa que tinha que ser PG-13 pra ser rentável), só o pessoal que não percebeu

  • vinland

    Pra mim, os dois sao ruins mesmo.

  • Renan

    Tenho esse DVD enluvado. É bonito, mas a qualidade técnica do disco não é legal.

  • dezraj

    Faltou uma arte interna nesses steelbooks. :/