O curioso caso do sumiço de players de Blu-ray do mercado nacional

A campanha #TectoyLiberta foi uma das mais intensas da história do BJC. Lembram?

Muitos dos leitores do BJC entraram em contato pelas redes sociais perguntando o que teria acontecido com a produção e oferta de players de Blu-ray dedicados no Brasil. Realmente está cada vez mais difícil de encontrar esse tipo de produto nas lojas, sendo únicas alternativas as opções integradas com home theaters ou os consoles de videogame (PS3/PS4 ou XONE).

Fomos consultar quem entende do assunto e trabalha com esse tema no dia-dia. Consultamos Alex dos Santos, redator da Revista do Home Theater para entender melhor o que está acontecendo. Alex nos respondeu o seguinte:

Realmente, o segmento de players de Blu-ray está quase estacionado. Com exceção de alguns poucos aparelhos da Samsung, Sony e LG, quase não se vê opções no varejo.

Não fizermos matérias ou pesquisas pra saber o motivo, mas lembro muito bem que ano passado, no evento anual de lançamentos da LG, o Digital Experience, conversei com um gerente da área que afirmou que a maioria dos consumidores já estava satisfeito com o DVD player e que se fosse para contemplar o Blu-ray, esse deveria estar integrado a outras tecnologias, como é o caso dos HTBs e soundbars com Blu-ray embutido.

Na última coletiva da Samsung, em maio, ao ser perguntado se a empresa vai lançar no Brasil o Blu-ray player 4K, Erico Traldi, gerente de TVs, afirmou a todos os presentes que neste momento a empresa não pensa em trazer o novo player 4K, e que consolidará seus investimentos em TVs Smart UHD. Pesquisas, segundo ele, mostram que o consumidor deve aderir cada vez mais aos conteúdos 4K de serviços OTT e VoD, como Netflix e Globosat, além de gravações em 4K com smartphones avançados – caso do Galaxy S7.

Enfim, uma triste constatação para nós que acompanhamos o nascimento do Blu-ray e admiramos a qualidade de som e imagem do melhor formato de todos os tempos.

As informações do confirmam exatamente o que eu já tinha dado como pista para que o Blu-ray não tivesse decolado no Brasil (e na América Latina como um todo): as pessoas simplesmente estão satisfeitas com o DVD, que supre a necessidade imediata de conteúdo em mídia física sem requerer um equipamento de ponta para extrair todas as vantagens (como é o caso do Blu-ray).

Agora também conseguimos entender a causa da queda na oferta de títulos de catálogo em Blu-ray do ano passado pra cá. Tá tudo interligado, software (filmes e séries) e hardware (players). O futuro ainda é incerto, mas a cada dia o Blu-ray se aproxima de se tornar um nicho do nicho, focado sua disponibilidade apenas para colecionadores, cinéfilos e audiófilos. Que pena.

Já faz parte do nosso grupo no Facebook? Lá tem dicas e muita coisa legal! icon_biggrin.gif

grupo-facebook.jpg

Categorias: ArtigosHardware

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção
  • leoleonardo85

    O publico de massa ainda compra DVD 10 real, vejo isso direto, enquanto os nichos foram pro Netflix e serviços semelhantes, não vi ninguém além dos colecionadores que adotaram o Blu-Ray.

    Eu ainda compro box de filmes que eu gosto em BD, mas é tipo 1 box por ano, nem conta em estatística.

  • Evandro_Monteiro

    E o pior, é que vendem DVD Player com saída RCA. Deveriam pelo menos aumentar a oferta de DVD Players com saída HDMI. E muito triste com essa situação dos BD Players.

    • Concordo rs

    • Marcelo Garcia

      Brasil, país que fabrica o Tucson que não existe mais no primeiro mundo. Mandaram tudo da fábrica coreana prá cá e passou a fabricar o lixão aqui e vender para nossos países vizinhos lixões tambem.

    • Rubens

      Eu penso que quando mais rapido voces se derem conta que somos um país de Terceiro Mundo, pobre, com uma carga tributaria pesadissima (porque aqui o brasileiro exige demais do g*verno, quer que tudo lhe seja dado de graça, pago com o bolso dos outros), e com pouquissimas pessoas tendo um poder aquisitivo de Classe Media americana ou europeia (a ponto de aqui quem tem essa renda ser taxado de “rico” e “coxinha”), mais facilmente voces vao entender a logica (correta) das empresas para um mercado como o Brasil.

      Certa está uma Coreia em enviar para o Brasil uma fabrica para montar carro obsoleto. Nao adianta enviar diamantes para porcos com os bolsos vazios. Tem que cair na real.

      • Mauro .

        paradoxal é saber q o termo “coxinha” foi criado pelo coxinha-mor brasileiro nine-fingers.

      • Ismar Ferreira

        Pra começar, no Brasil se paga muito mais caro do que em outros países por carros de baixa qualidade. Esqueça a carga tributária a culpa do governo, os carros aqui são uma droga e caros simplesmente porque o consumidor paga.

        O problema do Mercado de Blu-Ray é o que muita gente já percebeu. O consumidor comum está satisfeito com o DVD e isso vai além do custo. Meu pai por exemplo, tem uma Full HD no quarto dele, mas não acha que vale a pena investir em outra tecnologia ele não percebe tanta diferença na imagem. Detalhe: já coloquei a de um mesmo título de um DVD e de um Blu-ray em entradas diferentes da tv e ainda assim ele não achou tão interessante assim.

      • Pedro

        Não entendi a frase “porque aqui o brasileiro exige demais do g*verno, quer que tudo lhe seja dado de graça, pago com o bolso dos outros”.
        Pagamos impostos absurdos comparados ao de primeiro mundo e não recebemos nada de volta! O q seria esse exigir ?

      • Alberto Mario

        Meu caro, redução da carga tributária não resolve coisa nenhuma. A Dilma desonerou uma penca de setores, lembra? O empresário simplesmente aumentou seu lucro, não repassou a desoneração para o consumidor. Claro, aí tu pode dizer: mas o Governo, se desonerar, precisa exigir contrapartidas por parte do empresário, e uma delas é justamente que o montante da desoneração tributária seja repassado para o consumidor, se não todo, pelo menos uns 80%.

    • farias

      Se não tem oferta é porque não tem demanda. As pessoas que efetivamente se importam com mídia física se dividem em dois grupos, que são os colecionadores de filme, que formam um grupo pequeno, e aqueles que não conhecem streaming e download, a maioria. Esse último é formado geralmente por pessoas mais velhas, e são exatamente eles que não se importam com a qualidade da imagem. A grande maioria dos jovens tá ok com Netflix e mídia digital.

      • RF Victor

        Verdade! O povo mais novo que eu conheço jamais pensa em comprar filmes, e a opção de alugá-los não existe mais. É Netflix, Now ou Popcorn Time (ainda existe isso?) e acabou.

    • ‎Michael

      Hj em dia vc n acha tv de 32′ full hd, só 1366×768.
      Outra coisa, se os artistas lançassem seu shows em BD, poderiam estimular o consumo dessa mídia

  • Só eu esperava uma resposta melhor do especialista? rs
    Enfim, percebo que muito desse fato vem da não popularização do BD.
    Tô cansado de ir em lojas aqui do Pará e ver tvs de 40″~50″ nos mostruários das lojas sendo exibidas com um DVD rolando. Fica horrível a qualquer distância!!!
    Se nesse momento os próprios lojistas deixassem um bd player exibindo seu grande potencial, tenho certeza que mais pessoas se encantariam.

    • …e parabéns pela matéria, J…

      • Valeu! O Alex pediu desculpas pela brevidade da resposta, mas no final confirmou nossas suspeitas!

    • Marcio Santos

      Os americanos fizeram uma pesquisa nas lojas e descobriram que mais da metade dos clientes não conseguiam distinguir a imagem de um bd e um dvd, parece inacreditável, eu não consigo compreender isso mas é fato.
      Consultando pessoas próximas eu cheguei na mesma conclusão, a maior parte acha a imagem do dvd rodando em uma tela 1080p “perfeita”, parece inacreditável mas é a verdade, o nível de exigência das pessoas é abaixo do cu do cachorro, desculpa a expressão mas é a que melhor descreve o fato.

      • Marcos

        Isso é triste. Pior q vejo isso acontecendo até mesmo nos EUA, séries de TV lançadas inicialmente em BD tb agora nem se preocupam tanto

      • Juan Bagur Triay

        Será que alguém se preocupou em pesquisar a estatística da capacidade de percepção do olho? Quem sabe só uma reduzida minoria são capazes de distinguir entre o super e o ultra, ou que a diferença seja tão pouca que não compense o esforço(custo).

        • Marcio Santos

          Juan, as diferenças do FULL HD e do ULTRA HD eu não posso comentar, mas entre dvd e bluray é notável e mesmo assim não seduziu o brasileiro, motivo pelo qual o bluray morreu aqui.
          As diferenças ficam claras na nitidez, cores, contraste, granulação da imagem e até serrilhamento do dvd ao ser reproduzido em uma tv FULL HD, as diferenças são brutais.

          • Juan Bagur Triay

            Marcio, entendo que você e um conjunto seleto de pessoas consigam enxergar diferenças brutais, outras mas que diferenciem tão pouco que não considerem importante e uma imensa maioria que não notem diferença nenhuma entre um sistema e outro. Como acontece com todas as percepções humanas; assim existem um grupinho muito pequeno de pessoas que, ao degustar um vinho, possam conhecer a procedência e até a safra; contudo, a imensa maioria não consigam distinguir sua origem.

      • Evandra Barrueco Cesa

        Andei em Londres este ano e ainda tem muito DVD tambem.

  • Allan Ray

    Me lembro que comprei nos ultimos anos 2 Blu-Ray Players e sofri bastante na pesquisa, eram pouquissimos modelos disponiveis e todos eram modelos parecidos. Na epoca queria um modelo que rodasse DivX, MKV, etc. E sofri bastante, acabei pegando um da Samsung que acabou não me atendendo 100% devido a trava Cinavia.

    • Joao Víctor Martins

      oque é essa cinavia?

      • Allan Ray

        É um bloqueio para arquivos de videos DivX, MKV, etc, depois de um determinado tempo de reprodução (por volta de 20 minutos) aparece uma mensagem na tela e o video fica sem som. Não é em todo arquivo de video que acontece, somente em alguns.

        • Joao Víctor Martins

          vlw por responder.E todos os aparelhos tem essa trava?

          • Allan Ray

            Não, somente alguns aparelhos, pelo menos na epoca que eu fiz a pesquisa, não sei como esta atualmente.

            • Joao Víctor Martins

              ok

  • Saldan

    Não precisa ser especialista pra chegar a essas conclusões, já falo isso desde o ano passado. As distribuidoras lançam cada vez menos BDs, consequentemente a indústria nacional está parando de fabricar os players. É tudo uma questão de custo pro consumidor médio, que no Brasil parece não se importar com qualidade. DVD é barato e facilmente pirateável, O BD só deslancharia aqui se tivesse uma drástica redução de custo nos lançamentos por parte das distribuidoras, o que não ocorreu e dificilmente ocorrerá. Consequentemente, o novo UHD-BD vai ser coisa só pro primeiro mundo ou pra colecionadores brasileiros com grana pra torrar.

  • Ricardo Tchelow

    Ok, então está havendo uma contradição, ou burrice mesmo………….porque lançar extras exclusivos em bluray de filmes blockbusters, com vários discos e versões, se o DVD agora vem apenas 1 disco sem extras em 90 por cento dos casos e sem os brindes criativos dos inicios dos anos 2000 a 2008????

    • Rubens

      Porque o comprador de blu-ray (caso dos coleciondores) é mais inclinado a pagar mais caro por esses mimos, enquanto o comprador tipico do DVD só está interessado no filme e mais nada?…

      • Ricardo Tchelow

        Mas se o brasileiro reclama e aonda deixa de comprar ate mesmo os dvd esperando promoções e olhe lá. Não continua fazendo sentido……

      • Ricardo Tchelow

        Sem falar que com o fim do bluray no BR o dvd sem capricho continuara encalhando nas vendas.

  • Homem Simpson

    Desculpe, mas a explicação acima indicada não procede, ainda mais se levarmos em conta que vivemos em uma época na qual é a OFERTA que induz a demanda. O que falta, realmente, no brasil, é uma indústria mais predisposta a investir no produto a ponto de vendê-lo. Claro, dinheiro não nasce em árvores, mas atribuir uma estagnação provável como “culpa” da demanda é como dizer que a fruticultura na região nordeste nunca será produtiva porque lá não chove (alguém já ouviu falar em cultura irrigada?). Sério, Zé Cutivos, contem outra…

    • Rubens

      Neste caso, Homem Simpson, por que voce nao testa essa sua teoria? Invista com o seu dinheiro fabricando algum produto que os consumidores NÃO QUEREM comprar, mas invista em uma oferta monstruosa, com milhoes de unidades… Depois vamos ver se sua teoria dá certo e apenas porque o mercado vai ficar com um excesso de oferta, o povo vai sair comprando avidamente algo que nao quer… 🙂

      • Homem Simpson

        Opa! Faço sim!!! Você só precisa me emprestar uma quantia viável para capital inicial! Vai preenchendo o cheque aí, que eu mostro pra você como se faz…

        • Rubens

          O problema é que eu NÃO acredito nessa sua teoria… Como é voce quem acredita nela, deveria fazer o teste com o dinheiro do seu bolso, ao inves de dizer que são os fabricantes de equipamentos eletronicos que devem fazer isso. 🙂

          • Homem Simpson

            O problema, meu caro, é que você compactua com a política empresarial de merda da indústria, que, de brasileira, só tem a mão de obra. Portanto, não há como dialogar com quem já é um vendido, se não por isso, também pelo aparente desconhecimento de noções básicas de macroeconomia. Pronto, falei!

    • Marco Pacheco

      Por isso o Steve Jobs era foda!

      O consumidor não sabe o que ele quer até que seja apresentado a algo!

      O consórcio do BD não soube vender a mídia, não souberam torná-la atraente para o grande público e isso não está relacionado com o custo. iPhone segue vendendo com preço nas alturas, quem não tem, sonha com um e a maioria não usa o potencial do aparelho (o mesmo vale para qualquer top de linha). Para usar facebook e whatsapp, um telefone mid-end ou mesmo low-end já bastaria, mas as pessoas seguem desejando os high-ends. Com a mídia física, as pessoas não desejam o BD. O DVD lhes basta e, em muitos casos, o DVD pirata feito a partir de arquivo ripado com qualidade duvidosa basta também.

      Eu particularmente evito comprar midia física e por conta de espaço em casa! Já me bastam as centenas de livros! Mas consumo netflix e iTunes tanto comprando quanto alugando filmes. Nenhuma das opções com 4k, mas eu também não tenho tv 4k ainda.

      É uma questão de prioridades e de satisfação quanto ao custo-benefício. Não tenho BD player (na verdade aqui onde moro atualmente nem dvd player tenho), mas tenho uma apple tv nova, um iphone e um macbook.

      Aqui na Europa, o streaming vai ficar cada vez mais forte. Veja que o preço da assinatura de um serviço adsl é mais caro que um de fibra. O plano top de fibra aqui na minha cidade oferece 1 Gbps, tv ip com centenas de canais, VOD liberado (o plano é vendido como fibra 4K, mas como estou de mudança e a assinatura exige fidelidade de 1 ano acabei não fazendo, mas o 4K refere-se ao VoD), netflix e outros serviços no box decoder e custa menos de 40 euros, para quem estiver mais interessado apenas na rede, tem plano de 1 Gbps por menos de 30 euros (e coloque aí que ainda tem o telefone fixo ligando para fixo de 100 países sem custo adicional e para celulares e fixos da frança sem custo adicional, celulares no canadá e estados unidos sem custo adicional também, mais o wi-fi; coloca mais 15 euros e leva um sim card com 5GB de franquia, ligações para fixo de 100 países, ligações locais fixo e celular na frana na franquia e 30 dias por ano de roaming internacional).

      http://www.sfr.fr/offre-internet/box-thd/#

      Enfim, acho que o BD vai acabar ficando para o nicho de colecionadores e quem curte pagar pelos extras. O dvd vai compensar enquanto ainda for mais barato que comprar ou alugar no iTunes.

      • Homem Simpson

        Boa! Até que enfim alguém com inteligência e bom-senso apareceu para desmitificar o raciocínio rasteiro, enviesado e chucro que temos lido neste post. Aqui, no Brasil, terra da tomada de posições sobre assuntos que raramente são ponderados com perspicácia, os empresários do setor de home video sempre arrumam uma desculpa esfarrapada para justificarem sua miopia financeira e perpetuarem a jogatina público-privada do toma-lá-dá-cá. Já perdi a conta de quantos aqui não só aparecem para apoiar essa economia burra, como também macaqueiam raciocínios fordistas que parecem só fazer sentido nesta parte do mundo, cuja lógica torta e anacrônica nunca ouviu falar em produção on demand ou gestão de estoques, práticas corriqueiras de mark up mundo afora. É mais fácil as maquiladoras daqui apelarem ao coitadismo do que darem a cara a tapa e buscarem modernização e eficiência, e, o pior, muita gente aceita esse coitadismo.

  • Eduardo Faria Guimarães

    A consequecia creio que além de BD serem caros as pessoas optam por DVD piratas que são baratos,sem contar os torrent.Sempre que posso eu sempre tento comprar um filme ou seriado em BD.

    • e olhe la o Blu-ray pelo menos na minha cidade ta aparecendo piratas também um piratão é 10 conto

  • Gustavo Marques

    o que me roubou para o blu-ray foi uma visita à casas bahia, quando eu vi avatar, blu-ray, numa TV de 42″ full HD. Nunca achei nada tão lindo. Infelizmente, nesta mesma loja em que tive esta experiência, e em muitas outras, vejo mostruário com DVD ( e pirata, ainda por cima). Outra coisa – há muitos blu-rays ridículos. O blu-ray do Operação frança é PORCO.

    • Rubens

      Outra coisa que ninguem comentou: as lojas colocam um DVD piratão tocando no mostruario da tv, porque se deixar disco original la dentro do player o pessoal ROUBA! É por isso que nenhuma loja coloca disco blu-ray para ficar tocando no mostruario.

  • GUI

    Só fico aqui imaginando no futuro as pessoas assistindo na sua nova TV 4K um filme em DVD, que espetáculo de imagem e som…só que não…

    • Marcelo Garcia

      Quem sabe um VHS o nosso povinho b..da ja não acha que tá bom né…..rsrs

    • Joao Víctor Martins

      pior que é.já pensou?As tecnologias precisam uma acompanhar a outra.

    • Rubens

      Pelos comentarios aqui, parece que ninguem lembra que as pessoas tem ainda a opcao de comprar tv 4K e depois passar nela MKVs de 1080p (ou ate de 2160p mesmo)… ou no minimo 720p.
      Eu tenho tv 4K e é obvio que nao assisto a DVDs nela, o conteudo que eu assisto é preferencialmente conteudo de MKV 1080p, inclusive dos seriados de tv. Para mim, fica otimo! Nao quero mais saber de midia plastica, isso é coisa para colecionadores e juntadores, o publico mainstream nao liga para uma midia plastica (para ele tanto faz se o filme está num pendrive, num HDD, numa midia pirata, etc… Ele quer é o filme).

      • GUI

        É, mas muita gente por aí não sabe nem o que é 1080p MKV e na TV a cabo nem tem ainda programas em 4K, ainda estão adicionando o HD nos seus canais (que muitos ainda tem só em SD), então por falta de conhecimento, irá comprar uma TV 4K e plugar o seu DVD player e assistir o filme DVD que comprou na esquina, simples assim.

        • Zé James

          Apenas lembrando que nem a TV por assinatura no Brasil é full HD as imagens são em 1080i, 720p e 480p, sem de falar a taxa de compreensão que muitas operadoras fazem que reduz ainda mais a qualidade de imagem para ter espaço no satelite, imagine transmitir canais em 4k.

      • César Lima

        Discordo… aí entra a questão colecionística mesmo… ver seus filmes e séries preferidos alinhados lado a lado na estante e ao alcance dos dedos. Isso para o colecionador, seja de filmes, livros, discos, action figures, games, quadrinhos, é uma satisfação enorme.

      • Anderson V. Guedes

        Só que, no caso essas pessoas (o dito “povão”), não têm esse conhecimento/macete que você/nós temos…
        Aí o resultado acaba sendo MESMO a dobradinha: TV UHD 4K + DVD player no RCA “bonito”!!!

  • tom

    Já que estão “desistindo” do blu-ray pelo menos poderiam baratear de vez os filmes e séries em bd. Caso contrário, daí é que ninguém mais vai comprar mesmo.

    • Ogro da Floresta

      Saraiva, FNAC e promoções online estão aí pra isso. Os precoces de filmes novos (a não ser os da Disney) baixam vertiginosamente pouco tempo depois do lançamento. As Saraivas aqui do Rio vivem fazendo promoção Pague 2 leve 3 com filmes a 24,90 cada (ames a 19,90). E comprei Garota Exemplar, Interrstelar e outras pérolas pouco tempo depois do lançamento por esse preço camarada.

      • Saldan

        Essas promoções acontecem porque os filmes encalham pelo preço de lançamento. Como essas promoções provavelmente não dão o lucro que as distribuidoras querem, estão optando por descontinuar os lançamentos. Ou seja, até mesmo as promoções em breve vão acabar.

      • GUI

        É mesmo, filmes novos da Disney são difícil de baixar nos sites online, só consegui comprar o blu-ray O Bom Dinossauro por R$ 24,99 na americanas física, caso contrário, seria R$ 49,90 online.

      • Darlan

        Verdade! Sou colecionador de filmes e recentemente comprei BD por R$17 na Saraiva. Só ficar de olho nessas lojas online.

    • Saldan

      Por alguma razão misteriosa o preço do BD no lançamento não baixa nunca aqui no Brasil. Talvez pelo fato das autorações das grandes distribuidoras serem feitas lá fora. E se não baixou até agora, nunca mais baixará. As distribuidoras claramente já fizeram sua opção: fundir-se e terceirizar para reduzir custos, e diminuir drasticamente os lançamentos.

  • Renato Da Silva Benevenuto

    Bom, quem tem um ps3 ou ps4, consegue ver blurays do brasil e dos Eua…então tem isso..as vezes os videogames ajudam a suprir o mercado dessa forma

    • Saldan

      Sim. Mas das pessoas que conheço que tem PS3/PS4, nenhuma usa o player. Até usavam quando ainda havia locadoras, mas nenhuma compra Blu-ray.

    • Rubens

      Renato, qualquer aparelho blu-ray player é assim. Ao contrario do DVD, Brasil e EUA estao na mesma regiao (Regiao A) quando o assunto é Blu-Ray.

  • Ogro da Floresta

    Não sei dessa de satisfação com DVD, não… Maioria absoluta das pessoas que conheço ou usam 1) Netflix ou 2) Torrent. Conheço pouquíssimas pessoas que tem mais de 5 filmes em mídia física em casa.

    Quem gosta de ter isso na prateleira é cinéfilo, que aprecia extras, menus animados, arte de embalagem… E, dependendo do filme, até os extras você acha nos torrents da vida. Algo que, em várias ocasiões, você nem tem nos blu-rays nacionais. Ou quando tem não são todos que saem lá fora.

    • scottwolfjp

      Satisfação com DVD sim ou com coisa pior. Pelo menos onde moro as pessoas se contentam com muito pouco… DVDs piratas gravados com câmera dentro de cinema vendem como água, por pessoas que preferem pagar 4 piratas por R$10,00 ao invés de pagar um ingresso de R$30,00 pra ver o mesmo filme que tá passando no cinema ainda… Aquela velha história: assistindo ao filme é o que importa, não importa de que jeito.

    • Saldan

      Mas o povão ainda não tem internet banda larga em casa, e consome DVD. De camelô, diga-se de passagem. E há pessoas que, mesmo tendo internet boa em casa, simplesmente não tem Netflix ou recorre a torrents, prefere comprar “baratinho” o DVD piratex. Essa é a realidade do Brasil.

      • Joao Víctor Martins

        é isso mesmo.falou tudo.No Brasil,oque mais as pessoas fazem é recorrer a pirataria.Lembro que na época que tropa de elite 1 ainda tava no cinema,conhecia um monte de gente que já tinha o dvd pirata,incluindo uma PROMOTORA!

    • GUI

      Hoje em dia da para ver filmes em celular e até no youtube, então para que o povão vai querer comprar DVD, só para assistir 1 vez na vida e deixar de lado.

    • Rubens

      É isso aí, Ogro da Floresta… O mais pobres preferem ficar com o DVD mesmo, de preferencia piratex, na base do “3 por 10”. E os mais “ricos”, com poder aquisitivo maior e que gostam de uma boa imagem em alta definicao, preferem Netflix e os downloads pela internet.

      Some tudo isso, e o resultado desagua na nossa realidade: pouquissimas pessoas realmente se interessam em gastar dinheiro com Blu-Ray. Mesmo quem exige uma qualidade melhor de imagem, arruma outros meios que nao ficar comprando disco plastico.

      Creio que as pessoas nao tocam no assunto “pirataria” meramente por tabu (e porque muitos forums aqui no Brasil ate proibem o assunto ser discutido, por acharem que isso seria estimulo). Mas ela tem peso sim, na parcela mais rica da populacao (aquela que pode pagar por uma boa banda larga, por exemplo).

      • Ogro da Floresta

        Infelizmente, temos que nos conscientizar que fazemos parte de uma minoria que gosta muito de cinema, que vê diferença entre uma imagem de DVD e uma de Blu-ray – sim, tem gente que não consegue perceber ou não liga pra isso, que se interessa por em extras e que sente alegria em ter a mídia física em casa.

        Não sei quanto custa autorar um Blu-ray no Brasil. Mas sei que a maioria das grandes empresas daqui não são fãs do conceito “vamos manter o nosso público fiel”. Galera aqui quer gastar (sim, gastar, não investir) 1X e ganhar 4X. Pra eles, se não vender pra muita gente, não vale a pena. Ou então jogam o preço lá em cima pra manter sempre essa margem absurda.

      • sem contar Rubens que a mídia original teve espocas que manchas escuras aparecem do nada mesmo vc tendo usado uma vez só,no meu caso eu não compro serie nenhuma porque já perdi vários boxes de DVDs por causa de um ou 2 disco e tive que ser recomprados de novo,hoje só compro uma serie que eu goste muito mais muito mesmo pra deixar guardado mas quando se trata de filme a historia é outra

  • Moacir

    É incoerência total por parte da Samsung informar que consolidará seus investimentos em TVs Smart UHD e não focando neste momento nos lançamentos de Blu-ray Player 4K para o Brasil. Diz que nem tem certeza se o lançará por estas terras tupiniquins algum dia. A pergunta que eu faço, diante do impasse: Por que investir em uma TV Smart UHD se não teremos, pelo menos a médio prazo, nem hardware e nem software (players e mídia física) para desfrutarmos de todo o potencial que estas novas telas de última geração tem para oferecer? Já não temos mais mídia em alta definição (Blu-ray) em abundância para os colecionadores… Francamente, o consumidor afirmar que está satisfeito com uma imagem de DVD certamente não conhece o potencial de uma imagem em Blu-ray, quanto mais 4K. Já estou arrependido do meu investimento em uma TV 4K 3D Samsung. Nesta nova plataforma 4K, parece-me que descontinuarão com mídias físicas em 3D. Fico me perguntando: Quando poderei desfrutar de todo o potencial de minha TV Smart UHD 3D? Acho que nunca se esta política retrógrada se consolidar por aqui. É de se repensar em novos investimentos neste mercado. Lamentável!

    • Ygor Rodrigues

      Porque o Brasileiro é leigo e compra pelas especificações.

      Quer um exemplo? Home Theater Sony Muteki. É provavelmente um dos home theaters mais populares do Brasil. Mas ele sequer tem compatibilidade com DTS, o que é bizarro! Mas sabe porque compram? Pois tem não sei quantas mil caralhadas de RMS de potência. O cara vai usar os mil RMS? Não. Mas ele comprou porque ele acha que ter tudo isso de potência faz o Home Theater ser bom.

      Outro exemplo. TVs com Hz altos. Já vi muita gente usando Hz como quesito para comprar uma tv sem sequer saber como funciona. Os Hz equivalem a quantos frames por segundo a tv pode exibir. Os filmes em sua maioria são em 24p (nescessitaria de uma tv com 24hz pra rodar) e a tv num geral usa 30 ou 60fps. Pra quê um cara precisaria de uma tv com 120, 240 ou 600hz? Pra absolutamente nada. Mas mesmo assim o numero dele impressiona e ele acha que aquilo é bom.

      O brasileiro vai sim comprar TV UHD pra assistir conteudo em HD ou até em SD achando que tá com uma imagem melhor do que nunca. Pra ele o que importa são as specs e não o que ele vai consumir, como nos exemplos que die acima. Então obviamente a Samsung não se preocupa em lançar equipamentos melhores pois os consumidores ja estão acostumados com qualquer imagem de qualquer qualidade.

      • GUI

        É a mesma coisa que o cara comprar uma TV de 60 polegadas e colocar em uma sala pequena do seu “apertamento”, não tem lógica,kkk…

        • Rubens

          Claro que tem logica tv de 60″ em sala pequena, Ygor… O cara vai assistir a um filme/serie com imagem enorme e vai adorar isso… Eu, por exemplo, tenho um televisor 4K de 55″ no quarto que eu assisto a cerca de 2m de distancia (no maximo dos maximos, assisto a 3m de distancia). E, com toda sinceridade, digo a voce que eu me arrependi logo que a montei, vi que devertia ter comprado uma de 65″ ou maior, que ficaria muito melhor. (so nao comprei, alias, porque minha esposa foi contra, por causa da diferenca de preco).

          Nao va atras daquelas tabelinhas ridiculas de “tamanho da tela versus distancia para assistir”… Assista com o tamanho e distancia que te agradar mais, apenas isso.

          • GUI

            Sim, mas como o Ygor comentou, as pessoas compram por ter
            mais equipamentos, não quer dizer que vai usar todo o potencial da TV ou nem vai saber para que serve, geralmente é assim…

      • Rubens

        Ygor, me desculpe, mas um televisor de 120 ou 240 Hz reais ajuda muito na qualidade da imagem, viu?… Muitas pessoas nao gostam do efeito que isso dá ao video, neste caso (nao gostar) tudo bem, mas dizer que nao “serve pra nada” já é desconhecimento de sua parte… Fora que fica *MUITO* melhor exibir uma imagem de computador em um monitor/televisor com 120 Hz (claro, tem que possuir uma controladora de video no computador capaz de transmitir essa taxa de refresh).

      • Marco Cabral

        Ygor, vc esta equivocado, eu possuo o Muteki no minimo há 3 anos e ele possui processadores DTS e Dolby Digital EX. Pretendo no futuro pegar um receiver dedicado para Home Theater (Denon, Onkyo, Yamaha) e caixas de som separadas (frontais formato torre, central, subwoofers ativos e surrounds) e não um conjunto formado por receiver+caixas de som como é o caso do Muteki, que é bom para reprodução de áudio de filmes seja em blu-ray, dvd , TV e streaming e games (PS3,PS4, XBox One), mas deixa um pouco a desejar na definição do som ao reproduzir o audio de cds e formatos compactados de áudio ex;MP3, WMA e devido ao ano em que foi lançado, o muteki não processar a transmissão 4K via entrada e saida HDMI. Um abraço

    • Rubens

      Moacyr, o problema do 3D é que ele nunca “pegou” de fato na tv. Foi um retumbante fracasso. Apesar de todo o fortissimo marketing, ele nao agradou a “ninguem” no mercado mundial, pouquissimas pessoas querem ficar usando um oculos por horas meramente para ver uma “imagem de aquario”, parecendo aqueles “tapetes 3D” cafonérrimos que vendem (ou vendiam) no Saara no Rio, ou na rua 25 de Março em São Paulo…

  • Caio Cardoso

    acho que faltou investimento por parte da industria, empresários conservadores.

  • REINALDO CUNHA

    Ótimo post. Eu já estava desconfiado da queda do Blu-Ray no Brasil nas pré-vendas de filmes novos somentevm DVD. Não sabia que os players estavam nessa situação. E é compreensível o fato de pessoas que entendem do assunto ficarem reticentes em comprar uma tv 4k. Afinal, nós colecionadores queremos os players UHD para ver o conteúdo 4k. Lamentável.

  • Francis Mariani

    Eu fiz um post sobre isso em agosto do ano passado e fui um pouco criticado pelos saudosistas. Eis que minha pergunta enfim tem uma resposta. Vamos ver se sobrará ao menos espaço para o nicho do nicho…

    Minha postagem:

    http://bjc.uol.com.br/forum/blu-rays-nacionais/o-blu-ray-esta-morrendo-t8166.html

  • Felipe

    A fala das empresas tá difícil de entender. preferem investir em TVs 4k mas não tem conteúdo para a resolução. Há emissoras que não implementaram o HD em toda sua programação. Aí a justificativa das empresas para investir em TVs 4K é: “as pessoas (brasileiros) migrarão para o steming 4K.” será mesmo? O Netflix em julho aumentará. Será que as pessoas que preferem o DVD, também não preferirão ficar com seu Netflix em HD, do que pagar mais caro pela assinatura 4K? sinto que o conteúdo UHD. Não chegará ao país. Se formos pela lógica das empresas . A cadeia é longa. Emissoras ainda em processo para HD, quem dirá 4k ; empresas de tecnologia acreditando no steming 4k brasuca. Só digo uma coisa, lamento pelo descaso das empresas e distribuidoras com o blu-ray, quem dirá com o 4K. A escassez de conteúdo HD físico, tornará os consumidores reféns dos preços abusivos das distribuidoras já que, quem quiser adquirir terá fazê-lo logo, por não ter a estabilidade garantida de que o blu-ray será comercializado novamente, logo a primeira tiragem se esgote.

    • Saldan

      Sem falar que, se vingar a franquia de banda larga que as empresas querem impor no Brasil, nem o streaming 4K será viável no Brasil.

      • Felipe

        Isso mesmo,Saldan. Bem lembrado.

      • GUI

        Nesse caso, nem o Netflix irá sobreviver no Brasil…

    • José Carlos Dugo

      Só que os Vendedores das Lojas falam que a TV 4K faz “upscaling” para 4K dos DVD’s e povo acredita.

      • Rubens

        Mas é mesmo verdade, uai! Qualquer televisor 4K faz upscaling para 4K da imagem de um DVD. Nao existe outro jeito de um tv 4K exibir uma imagem non-4K, ele tem que fazer scaling da imagem para a unica resolucao que o aparelho é capaz de exibir, que é o 3840×2160 (a resolucao 4K).

        O que nao pode é a pessoa pensar que imagem upscaled é igual a uma imagem que ja é originalmente criada em 4K. Aí sim, sao coisas diferentes.

        • José Carlos Dugo

          Infelizmente a percepção de quem não conhece a qualidade do BD é que melhorou a imagem, então vale a pena comprar a 4K e continuar usando o DVD. Saudações

  • Angelo Maximo

    Baseado nessa informação, acredito que um dos fatores que contribuam para o “contentamento” do público com o DVD seja por causa da pirataria (embora já seja possível encontrar filmes piratas em BD, o DVD ainda domina). Nunca vou esquecer minha emoção ao assistir meu primeiro filme em BD, RED – Aposentados e Perigosos, o impacto da qualidade de imagem foi tanto que imaginava que nunca mais iria ver filmes em imagem SD. Ledo engano…

    • Visconde – Dom Raulzito

      Concordo com o Angelo. A pirataria interfere muito e os BD piratas além de raros aki na regiao eles custam 20 enquanto os DVD saem por 3por10. Infelizmente eu acho q é essa realidade q maltrata. Quando assisti meu primeiro BD, nunca mais quiz saber de DVD agora só compro BD (DVD só de filme q ainda nao existe em BD)

    • Denis Lopes

      Também concordo. Na verdade, nem tenho comprado mais filmes em DVD, a não ser que não tenham sido lançados em BD. Não tem mais graça… Até ao 3D ainda dou preferência, apesar de muita gente torcer o nariz.

  • Anderson V. Guedes

    Pois é…
    É o que venho dizendo…
    “Como” falar em “BD4K” nesta situação em que nos encontramos…?!?

  • Joao Víctor Martins

    Não entendo porque o bluray é tão caro!Eles já lucram um absurdo nos cinemas e quando lançam o preço é lá em cima, sendo que os direitos autorais muitasa vezes já são deles.Por exemplo,quando a disney lançou o bom dinossauro em Bluray os direitos já nasceram dela,então com isso já não tem custo.

    • GUI

      Eu também acho, não precisava ser tão caro, já passou anos que o blu-ray foi lançado no mercado nacional e continua um absurdo de caro.

      • Joao Víctor Martins

        pois é,assim fica difícil vender num país subdesenvolvido ainda mais nesses tempos de crise!Eles não querem abrir mão de uma margem de lucro absurda.São burros,se fosse mais barato venderia bem mais!

    • Anderson V. Guedes

      Pois é… BURRICE PURA e INJUSTIFICADA!!!
      Porque se “custasse mesmo” tão caro (produção, etc…) os discos não “embaratariam” depois do lançamento.
      Daí vão dizer que embaratam pra não dar prejuízo e ficarem encalhados… BULSHIT!!
      Quer dizer que o lojista fica nessa O TEMPO INTEIRO E PRA SEMPRE, comprando um produto pra revenda que só dá prejuízo SEMPRE?!? Lotes e lotes de filmes O ANO INTEIRO, e tendo prejuízo (vendendo por menos do que pagou) “E NUNCA APRENDE”?!?
      Simplesmente nunca acreditei nisso…

      • Joao Víctor Martins

        pois é, é isso mesmo.Nenhum lojista sera idiota a esse ponto.Se depois eles baixam é sinal de que dá pra fazer isso inclusive antes.è falta de noção por exemplo lançarem o box completo de Downtown abbey por R$400 que nem tem numa postagem aqui no blog.Vai ficar encalhado.As pessoas hoje nao tem dinheiro pra isso.Inclusive nessa postagem sugeri que nós começacemos uma campanha pra ver se baixa esses preços absurdos. Que tal?

  • ryan

    o fato é que só quem compra bluray, na maioria é colecionador ,esse formato não se popularizou como o dvd,outro grande problema é o preço: quem é que numa crise dessas no Brasil vai comprar um filme em bluray que custa no mínimo entre 30 e 40 reais , quem quiser colecionar corra para garantir o que ainda esta nos estoques,pois a cada dias que passa esta ficando mais raro.

  • por isso o dvd no Brasil nunca vai morrer e o povo não vai migra nunca por bluray ta explicado agora

  • Eduardo Cordeiro

    O novo Xbox One S tem suporte a Blu-Ray 4K. Foi anunciado hoje na E3. É provavél que a Sony vá pelo mesmo caminho. Acredito que a única opção de player 4k no Brasil serão os consoles.

  • Nelson_bjc

    Essa discussão toda está equivocada. O Brasil vai para o 2º ano de
    recessão e é normal que produtos supérfluos tenham queda brutal nas
    vendas. Até em supermercados produtos que a gente via antes sumiram das
    prateleiras. Aliada à crise econômica temos a crise política com todos
    os seus desdobramentos, as incertezas, a alta do dólar, tudo isso deixou
    o mercado em compasso de espera. Os componentes eletrônicos são na
    maioria importados e se as empresas importarem esses insumos na alta do
    dólar, mais adiante poderão ficar com seus produtos encalhados devido ao
    alto preço. O mais prudente é esperar a situação melhorar ao invés das
    previsões apocalípticas que alguns estão fazendo.

    • Joao Víctor Martins

      concordo,é morrer de véspera igual a peru

  • Brasileiro é picareta e vai continuar comprando/roubando filmes em DVDs piratas do neguinho da esquina. End of history.

  • Roger Coltrane

    Quero só ver quando a banda larga aqui no Brasil começar a ser limitada, como é que estes serviços de streaming (Netflix…) vão se virar. Se a infra está saturada a ponto de precisarem fazer projeto de limitação de uso de banda larga, o futuro do streaming por aqui ainda não está garantido não! Terão que baixar a qualidade do stream para comer menos banda e aí é capaz de o pessoal começar a querer voltar para as mídias físicas.

  • punho888

    Esses babacas da industria brasileira é só pararem de fabricar aparelhos de DVD e só fabricar Players de Blu-ray que o negocio começa a mudar. Enquanto tiver títulos nas lojas de DVD e aparelhos o povo vai querer o mais barato e com pior qualidade.

    • Marcos

      A mesma coisa que penso!! deveriam fazer um acordo entre as distribuidoras e fábricas dos players. Metem só bds nas lojas, abandonam o DVD de vez e só fabricam bd player. Mas vocês não pensem que isso é algo local não. É só ir em qualquer Sears ou bestbuy nos EUA e tem aumentado muito os DVDs. Infelizmente.lá já enfiaram os uhdbd mas dvd ainda é muito enraizado. Eles lá tem que parar de fazer DVDs e dvd players. Também. E acho que mais. Enfiava boca a baixo o uhdbd já e fodase.

      • punho888

        É isso ai. Não é culpa do Blu-ray ou UHD Blu-ray. É culpa das malditas fabricas que não extinguiram de vez os DVDs e Players de DVD do mercado.

    • Daniel

      Discordo.Duvido muito que o fim do DVD iria “forçar” aqueles que ainda
      compram essa mídia a migrarem para o Blu-ray. Acho que isso só
      aconteceria se acabassem também com o streaming e pirataria – tanto
      física como por download. Quem compra DVD original hoje em dia são
      aqueles colecionadores eventuais que não fazem questão de alta
      definição. Então muito provavelmente esse público migraria
      totalmente para o streaming ou baixaria de graça em SD, jamais
      compraria Blu-ray para substituir o DVD. Eu não tenho Blu-ray, ainda
      gosto de comprar DVD de vez em quando, mas hoje baixo muito mais do
      que compro. Se o DVD acabar de vez, eu não compraria um Blu-ray não,
      iria para o Netflix ou locação on-line.

  • Rafael Nunes

    Se alguém interessar estou vendendo um da sony, quase sem uso modelo BDP-S190.

  • Rodrigo

    Vejo em toda a materia o pedido para participar do grupo no facebook. Já pedi 2x, mas fui negado. Estou confuso sobre a real intenção dessa chamada

    • Só são aceitos perfis com mais de um ano no Facebook, sorry.

      • Rodrigo

        ok… que pena… eu espero então

  • Marcos

    Infelizmente o público geral se importa mais com um TV “grande e fina”, mas não se preocupa com o resto.

    -Vamos comprar uma tv de 60″ 4k SmartTv 300 funções embutidas?????
    – Sim, sim, sim

    -Vamos usar um produto para tirar o máximo proveito da tv?
    – Não precisa, um DVD já serve.

    Meus pais querem comprar uma tv fina e grande. Eles tem por base a minha 42″ Plasma Pana. O problema é q eles veem apenas TV Aberta parabólica: Glob, SBT e Record. Estava vendo uma de 32″ para eles.

    • AndreMendes

      Parece lá em casa.
      Eu: – Caralho, que definição!
      Minha Mulher: – Nossa, como tá a mesma coisa!
      Eu: – Tá louca, mulher?!?!?

  • RF Victor

    Quem não conhece alguém assim? XD

  • Jucier Francelino

    Não houve interesse em desestimular a venda de DVDs. Pelo contrário, baratearam ao máximo para se tornar acessível a mãe, pai, avó, avó, tio, tia, cachorro, gato, periquito, etc. Uma estratégia a se estudar seria equiparar os preços. Se não dava pra abrandar o preço dos Blu-rays por conta do custo de produção, não daria pra inflar os preços dos DVDs a fim de torná-los menos atrativos? Será que deixando ambas as mídias pelo mesmo preço, num cálculo de média aritmética, por exemplo, não seria uma solução?

  • Ronaldo Souza

    gosto do blu-ray pq até os dvd´s comuns reproduzidos nele..ficam com imagem melhor..estou satisfeito…tenho um blu-ray da sansung e é um bom aparelho….

  • Comprei um bluray player em 2014, vi somente uns três filmes, pois logo depois descobri youtube na smart tv e outros aplicativos. A única coisa que imagino que poderia ser feito para dar uso ao leitor de disco, seria se eu conseguisse gravar meus mp3s (músicas) num disco bluray para ouvir de vez em quando, isso complementaria as músicas do pendrive.

    Mas o problema é que gravadores de bluray também são raríssimos.

    Num DVD não cabe muita música para ele poder ficar permanentemente no leitor (a ideia é deixar o disco sempre no leitor, pois é muito chato ficar trocando discos).

    Alguém tem alguma ideia para se obter um bluray com mp3? (acho que caberia umas 5000 músicas).

  • Evandra Barrueco Cesa

    Povo imbecil é isso aí…

  • punho888

    Eu adoro os filmes em Blu-ray e quero muito colecionar pelo menos as trilogias famosas e todos os filmes de super herois da marvel. Mais quando penso nas faixas pretas exageradas e que irritam o mais calmo dos cinéfilos, eu fico louco.
    De que adinta a gente comprar uma TV tela plana 16:9 se a maioria dos filmes vem 2.40.00 ou 21:9?
    Um absurdo do ridículo.

    • Apague a luz da sala que as faixas pretas somem.

      • punho888

        Nada a ver.

  • BuffyDawn Summers

    Cai aqui procurando info sobre isso. Fiquei co BDs encostados aqui porque meu HT, uma porcaria Sony, quebrou (2x porque o que foi entregue a primeira vez veio queimado). Fui procurar um player puro e só achei o BP440 da LG que está quase 500 reais. Resultado? Vou recomprar estes BDs em DVD e tomar o troco de cerveja. Aparelho de DVD tem aos montes e barato.

  • Bruno Andrade

    Aí esse mesmo povo que não liga pra blu-ray, fullhd, vai comprar uma TV 4K porque o marketing em cima delas é fodido.

  • Valdemir

    Pois é a muitos anos atrás em uma galáxia distante chamada HT FORUM e aqui também neste magnifico Blog Jotacê, eu comentei uma opinião que o Blu Ray não vingaria, e que o DVD era o queridinho do POVÃO, que o BD seria uma tecnologia de nicho apenas, só mesmo para quem gosta de alta definição…QUASE ME LINCHARAM , queria ver agora a cara destas pessoas que na época me criticaram …tsss que chato hein! Eu nunca, jamais torci contra a tecnologia, mesmo porque eu tenho um player de BD da Samsung que gosto muito e possuo muitos filmes em BD e DVD porque gosto de colecionar ! Porém com o advento da TV aberta HD, TV a Cabo HD, Netflix HD , filmes piratas na internet em MP4 HD e MKV HD , acabaram enterrando o BD de vez, que já nasceu morto coitado! Sim morto, pois a grande sacada do DVD x VHS foi o abismo de difrença de tecnologia tanto na qualidade de imagem, som como formato, foi uma REVOLUÇÃO na época quem não queria trocar o player enorme de VHS 4 cabeça, 6 cabeças que rodava aquele tijolão que tinha que rebobinar por um player fininho e um disquinho que vinha vários idiomas,menu,legendas,audio e imagem digital fácil de guardar, pouco espaço para armazenar e não precisava rebobinar para devolver na locadora do VHS para o DVD foi uma coisa espantosa em todos os sentidos, já quando o BD surgiu coitado a maioria do Povão não viu grandes diferenças para os leigos era apenas um ouro tipo de DVD que só tinha a imagem melhorada mas…não rodava no seu aparelho de DVD, então para que trocar??? Ninguém tava nem ai com som True, Dolby, THX HD,Imagem 720 ou1080p etc etc, pro Povão só importa duas coisas…É dar play , ver a imagem boa e ouvir um som bom e o principal ….ter para comprar na baquinha da feira de Domingo do Pirateiro, Essa é a verdade ! Além disso eu dizia que se o BD não interessava ao povão não pegaria mesmo, e o pessoal teimava que o BD com o tempo enterraria o DVD por causa da imagem e do som HD, só que isso não aconteceu, o povão preferiu e ainda prefere o DVD ! E como a industria vive de volume de vendas quem acabou ditando o que iria pegar ou não era o povão mesmo, que são o termometro das vendas e do consumo e não o nicho, pessoas que gostam de tecnologia como nós!!! Podem inventar o 4K, 6K , 100K…. 1000 K…. Quantos KS quiserem a verdade é que o DVD só vai acabar se um dia a industria sImplesmente parar de fabricar tudo.. Players e midias, só se realmente extinguir o DVD da face da terra , porque enquanto estiverem produzindo DVD e o povão consumindo, qualquer tecnologia que vier por mais linda e perfeita que for… vai nascer morta igual o BD porque o DVD é daquelas pragas que a criatura se torna maior que o criador kkkk E as pessoas que me chamaram de doido quando previ um futuro de nicho do nicho …ao BD só posso dizer…..CHORA AGORA…kkkk , BD, 4K, DVD que seja o negócio é pegar a pipoca o refri e o filme ser bom ! E TENHO DITO !

  • não sei se o caso é exatamente ‘satisfeitas com o dvd’ como opção de mídia, acho que o fato dele ser pirateável e o blu ray não é o principal na verdade..quer dizer, ele para na rua e compra 3 filmes por 10 reais, enquanto um blu ray terá que desembolsar uns 50 por apenas um

  • trancemaniac2007

    Do que adianta a empresas investirem tanto em Tvs 4K, se não tem a mídia na resolução nativa, upscaling não resolve.

  • Léo Pereira

    Nunca me liguei em Blu Ray por ser caro o aparelho e a própria mídia eterno DVD