Mudanças nos estúdios alteram o mercado de home video no Brasil

Pois é, e não foi só ela não!

Não é de hoje que o mercado de home video no Brasil sofre mutações no campo das empresas responsáveis pela distribuição de conteúdo audiovisual para o entretenimento doméstico. Desde a época do VHS, em que os estúdios de Hollywood eram praticamente ausentes por aqui (muitos devem lembrar da CIC Vídeo. LK-Tel Video etc), as operações no país tropical vivem em constante adaptação e rearranjo de suas estruturas.

Pois as informações de fontes do BJC de dentro do mercado garantem que estamos vivendo mais um período de fortes mudanças. Ao que tudo indica, a partir de amanhã a Paramount-Universal deixa de operar no país, sendo seus títulos controlados e distribuídos por uma nova empresa, denominada Sony Pictures Home Entertainment (que, obviamente, também continuará distribuindo os filmes e séries da Sony). E não para por aí, nossas fontes também afirmam que a Fox-Sony deixa de existir, e que os títulos da Fox serão distribuídos pela Warner.

Outro movimento que já vem sendo comentado no nosso Fórum desde o mês de março é do abandono da Disney Brasil do mercado de home video, repassando todas as suas operações para a Cinecolor. Informação que também não é confirmada oficialmente para a imprensa, porém até esta postagem no Facebook praticamente confirma os boatos a respeito do assunto:

Segundo apuramos, nada disso será comunicado oficialmente, sem notas para a imprensa ou algo semelhante. Tudo acontecerá TEORICAMENTE como se o mercado continuasse com os mesmos atores, sem nenhuma mudança prática nos produtos, nos títulos e nas datas de lançamento.

Lembrando que essas mudanças afetam apenas o mercado de home vídeo. A parte de cinema é totalmente independente e não será afetada por essas modificações.

Já chamava a nossa atenção a ausência de títulos de catálogo em DVD e Blu-ray no Brasil nos últimos meses. Agora, com essa reestruturação do mercado, não se sabe como será o tratamento dos estúdios a respeito desse assunto. Autorações, embalagens e outros temas que nos interessam também seguirão como uma grande incógnita até que os novos executivos venham se pronunciar ou simplesmente os novos produtos cheguem as prateleiras. Mas uma coisa é certa: se a situação do mercado não estava bem, essa parece ser a última tentativa para que as empresas continuem operando no Brasil. Caso contrário, voltaremos para a época do VHS, com empresas do tipo WMIX (Imagem Filmes) tomando conta totalmente da distribuição de home video no nosso país.

:O

Já faz parte do nosso grupo no Facebook? Lá tem dicas e muita coisa legal! icon_biggrin.gif

grupo-facebook.jpg

Categorias: Blu-rayDVDNotícias

Tags:

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção
  • Maurício Coelho

    Ainda bem que eu gosto de assistir via streaming

    • Diego Ferreira

      Acho que você está no site errado…

      • Marcus Vinicius

        kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Fabiano G. Souza (Nerdmor.com)

      Enquanto não caparem a nossa franquia. :-/

      • dezraj

        Pois é, também tem essa!

    • Eduardo Xenofonte

      Acho que você está no site errado(2)…

      • Maurício Coelho

        pessoal não entende mesmo ironia

    • Lucas Floro

      Está no site errado. Acho que esqueceram de falar que aqui é um site sobre o mercado de Home Vídeo e colecionadores.

  • Angelo Maximo

    Embora seja clara a queda do mercado de home vídeo no mundo, o impacto disso no Brasil ocorre no ritmo do Nico Rosberg, enquanto que no USA eles estão mais para Rubens Barrichello: lançamentos no formato blu-ray nos USA e Europa para todos os títulos, enquanto no Brasil temos filmes lançados apenas em DVD. Resta, como sempre para nós brasileiros, aguardar cenas do próximo capítulo…

  • M a r c o s Monteiro

    Isso é uma verdadeira bomba. Tenho somente uma dúvida, o selo Fox, por exemplo, será extinto e um filme como Avatar será agora distribuído sob o selo Warner? É isso mesmo ou entendi errado?

    • Será por um selo FOX, mas administrado pela estrutura da Warner no Brasil.

      • M a r c o s Monteiro

        Ah saquei. Valeu pelo esclarecimento.

      • eu tava com a mesma dúvida aqui, já imaginando meus filmes dos X-Men com o selo Warner na lombada, espero que seja como vc disse mesmo…

  • Marcus Vinicius

    Complicado, com certeza o futuro sera negro

  • Sidclei

    Isso explica porque essa semana eu entrei em contato com a Disney para reclamar de um produto e eles me pediram para reencaminhar o e-mail para uns e-mails com final @cinecolor.com.br. Pensei que era por causa do produto em específico que eu estava reclamando.

  • vinland

    Vamos nos fuder kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • o.O

  • Lucas Floro

    Tirando a amputação do disco de extras que ocorreu com Circulo De Fogo e Homem De Aço no Brasil. Talvez a manufatura sendo feita pela Warner não seja ruim. Querendo ou não ela ainda lança Combos com Luva no Brasil.

  • Lucas Floro

    O grupo no Facebook não está entrado. Excluíram o grupo ou me bloquearam?

    • Guilherme Oliveira

      Você foi bloqueado, assim como eu. 🙂

      • Lucas Floro

        Pois é. Comentei sobre um DVD Simples que o cara comprou lá. Critiquei por ter comprado mesmo barato e um DVD simples uma edição brasileira da Disney já que não ajuda o Boicote e fui bloqueado pela mesma pessoa que nos incentiva a não comprar produtos Disney de Home Video no Brasil. Que vergonha #BJC. Libera o grupo ai de novo… Completamente desnecessário. Ngm chingou ngm lá.

  • Diego Moretti

    Meu… e eu achando que a venda da cartela de clientes da Videolar/AMZ Mídia pra Sony DADC “sem qualquer comunicação para a comunidade” era algo surpreendente… agora ver Warner distribuindo Fox e Sony distribuindo Sony, Universal e Paramount… meu, que loucura!!! (Já da Disney eu espero qualquer coisa… ¬_¬)

  • Gonçalo Juvenal

    O mercado brasileiro já estava bem estranho mesmo… muitos lançamentos em DVD e apenas os títulos mais populares em BD… A Disney, então, fazia meses que parecia um paciente em coma que acordava por alguns minutos e voltava a ficar inconsciente.
    Preços de todos os estúdios galopando… Acho que as companhias tentaram espremer o máximo de lucros de um mercado em decadência e agora finalmente viram que “já deu”. Apaga a luz e fecha a porta, por favor…

  • Saldan

    Uma clara involução do mercado, decorrente da acelerada decadência da mídia física no Brasil. Se quando as distribuidoras atuavam de forma autônoma os lançamentos, especialmente em BD, já eram escassos, agora vão diminuir mais ainda, limitando-se a títulos mais populares e de venda mais garantida (blockbusters e poucas séries top). Títulos de catálogo, então, esqueçam.

    • Homem Simpson

      Isso é parcialmente verdade e eu explico por quê. O que está ocorrendo exatamente não é uma retração do mercado, como muitos estão frisando, mas um rearranjo ou ajuste. A diferença é que na retração a empresa se retira totalmente de um mercado, enquanto que no ajuste, há reconcentração em alguns setores desta, como no da distribuição regional. Ora, trata-se de fenômeno típico de gerenciamento de crise (e não é só da crise brasileira, não) no qual um dos fatores de maior peso é a mudança tecnológica e sua acessibilidade.

      Tanto aqui como lá fora, está havendo mudanças nas preferências de consumo de filmes, com tendência crescente para plataformas como a do Netflix, pelas quais hoje está sendo oferecido um catálogo razoável de títulos a um preço bastante acessível. Portanto, pessoas, é bom deixar claro que o mercado de DVD e BD mudará, sim, mas, antes que os arautos do apocalipse se entusiasmem, não se sabe em qual horizonte de tempo se dará o impacto disso aqui dentro, já que, ao contrário de lá fora, o mercado de filmes em streaming ainda engatinha. Aos que criminalizavam o DVD pelas baixas vendas do BD, essa notícia serviu para deixar claro que o “inimigo” era outro.

  • João Franzoni

    Meu grande temor é a continuidade de lançamento dos filmes europeus e independentes, distribuído pela Mares nos cinemas e pela Paramount no home vídeo. Esse nicho que já é tão reduzido aqui no Brasil – com honrosa exceção da Imovision e California – deve desaparecer de vez se a a parceria Mares/Paramount encerrar,

  • Home Video no Brasil parece palhaçada, pela amor de Cher!

    • Junior Silva

      kkkkkkkkkkkkkkk. Adorei esta. Vou levar para a mesa de bar.

  • Rico Leonardo

    Só vai nos restar as videolocadoras vendendo os seus catálogos, e depois,
    só Deus sabe. E nesse mês, a Fox gringa vai lançar o BD duplo de
    Independence Day. Já imagino a Warner lançando aqui a edição mutilada…
    medo!

    • Lucas Floro

      Tenho fé que não teremos edição mutilada pela Warner. Querendo ou não. É a única que nos entrega edições com luva e combo ainda… A mutilação do Homem De Aço e Círculo de Fogo foi maldade mesmo.

  • GUI

    Então é isso, que venho notando essa mudanças nos últimos meses, que tem poucas unidades de lançamentos de filmes novos em blu-ray nas lojas, não era porque vende muito, e sim, estão fabricando cada vez menos blu-ray no nosso mercado.

    Agora só resta é aguardar o que realmente vai acontecer daqui para frente…lamentável.

  • Janine

    Ai meu Deus, isso significa que há possibilidades de sair aqui o blu-ray de Arquivo X tão lindo quanto o de Friends??? Ou estou sonhando alto?

    • Saldan

      Muito antes pelo contrário…

  • Visconde – Dom Raulzito

    Quer dizer que não vai mais ter #BoicoteDisneyBR???? Será que vai ser #BoicoteCineColor ou podemos ter um pouco de esperanças???? #EuQueroAcreditar

  • Vinícius Reis Kienen

    Complicado…grandes filmes vem sendo feito pela Disney, e nós temos que pensar negativamente mesmo, afinal, se estivesse tudo ok a Disney continuaria. Estamos regredindo..

  • vanderlei ramalho

    Eu não sei se isso seria bom ou ruim… PODE (em caixa alta) ser que com essa mudança, venham trazer novidades que só vemos lá fora, com o fim de atrair novos (e antigos) clientes… Vamos aguardar 😉

    • Joao Víctor Martins

      Na reportagem diz que já chamava atenção a ausência de lançamentos em dvd e blu ray? Como assim? Todo mês tem o listão de lançamentos e mostra que continuam sendo lançados.

      • Fabiano G. Souza (Nerdmor.com)

        Acredito que ausência foi no sentido de diminuição. Os lançamentos de catálogo praticamente sumiram tem uns bons meses.

  • Joao Víctor Martins

    Será que nós realmente precisamos nos desesperar? É bem provavel que isso esteja acontecendo devido a crise,né? O desemprego, por exemplo já chegou a 11%. Os preços de alguns lançamentos em blu ray tão muito altos. Então, vocês não acham que melhorando a crise as coisas no mercado também vão melhorar?

    • Cumpadi Washington, D.C.

      Não acho que seja só por conta da crise. O boom dos DVDs passou faz tempo e conheço só um punhado de gente que tem aparelho de Blu-ray. Muitos tem videogames que rodam Blu-rays, mas não compram nada porque não acham que valha a pena. Os preços são altos em comparação com os EUA, principalmente os lançamentos, e as edições daqui são qualquer coisa. Só quem gosta MUITO que continua comprando. E o mercado não se sustenta somente com fãs e colecionadores, o volume também é importante.

      • Ricardo Tchelow

        Eu mesmo parei de colecionar……….da forma que lançam não há atrativos……….eles agora estão sem mercado por culpa de suas mediocridades.

        • Roger Coltrane

          Concordo com o Ricardo. Quem cavou esse buraco foram eles mesmos, com lançamentos medíocres (quando comparados com os lançamentos internacionais) e preços abusivos, graças também aos impostos também absurdos desse pais tupiniquim! Agora vão ter que se esforçar muito para reintegrar esse mercado já diluído.

          • Ricardo Tchelow

            O que me deixa puto da vida é que no Brasil só fica incompetentes nos cargos profissionais em gerais, salvo pouquíssimas exceções………Esta década era para ser a década de ouro do Brasil, botaram tudo para perder, e a culpa não são apenas dos políticos, a própria população é carreirista, demagogo e se prende por interesses exclusivos, aceitam tudo e acreditam que um salvador da pátria vem para colocar as coisas em ordem e isto jamais vai acontecer………..uma geração toda perdida, uma pena!!!

        • Lobo Solitário

          [2]

          Faço das suas palavras, as minhas também.

      • Thomas O Riordan

        Exatamente o mercado decide o que é de valor . Por que comprar um bluray que não tem a mesma qualidade que nos EUA para o dobro do preço ou mais? Eu também cometi o mesmo erro na compra de DVD, agora eu uso um NAS com arquivos bluray de iso . Ele só tem um pouco mais de tempo para o bluray para carregar , além de que nenhum difference. É uma pena que o mesmo não acontece com os carros , infelizmente, as pessoas ainda vê-los como tendo valor para os preços absurdos que está sendo solicitado .

    • Lucas Floro

      Estamos tão atrasados no mercado de Home Vídeo que quem lembra das edições lindas em DVD quando lançadas custava no máximo 49,90. DVD Duplo com luva até de filmes desnecessários. Aqui BD raramente é vendido por menos de 79,90 num lançamento e nem sempre é duplo muito menos com luva ou extras.

      Só tivemos bom lançamentos bem no início do BD no Brasil como Tranformeers 1 e 2 e Homem De Ferro 1 e 2 mesmo assim sem dublagens todos esses com exceção de Homem De Ferro 2

    • Ricardo Tchelow

      11% é o que diz os números do governo e a tv no Brasil………..atualmente de fato há mais de 40 milhões de desempregados………só não evidenciam isto para que dona Dilminha não sofra mais animosidades.

  • Fabiano G. Souza (Nerdmor.com)

    Ou seja, no fundo menos competição e provavelmente mais do mesmo e mais caro.

  • Eduardo Xenofonte

    Para colecionador e fã de filmes a melhor saída, porém mais cara, é importar mesmo. Eu prefiro gastar em um título importado que eu quero muito do que comprar 3 títulos nacionais com edições meia boca. Sai amanhã a edição especial de Independece Day com 2 dois e luva e tudo indica que teremos pt-br. Nunca isso seria possível neste país.

  • Cumpadi Washington, D.C.

    Com o número absurdo de promoções que tenho visto nas Saraivas e FNACs por aqui, não só online, mas também em lojas físicas, parece que é um caminho inevitável. Os caras não vão continuar investido num mercado que só retrai, por mais que tenha alguns compradores fieis ou colecionadores…

    Só me rendi ao Blu-ray por conta desses valores mais baixos, já gastei caminhões de dinheiro com DVD no passado e não ia cair nessa novamente, principalmente com as diferenças de qualidade (algumas vezes, absurdas) dos lançamentos nacionais em comparação com os gringos. E também porque sou um entusiasta de extras. Se não fosse por isso, estaria nos arquivos digitais mesmo e um abraço…

  • Adelson Junior

    e de quem a culpa maior disso ? o zé povão que acredita que a pirataria e outras coisas são um mau necessário. e o buraco, de repente, é mais fundo que esse. enfim…. deixa rolar ! o que fazer ? caray eterno !

  • Nelson_bjc

    A saída dessas majors apenas consolida uma situação que já havia de fato: tanto essas como as que ficam não autoram BDs no Brasil (já vi títulos da Fox e Universal com áudio e legendas pt-br lançados no México). Elas funcionam apenas como replicadoras; tudo, ou quase, é feito lá fora. A crise econômica só veio agravar o já combalido mercado de home video tupiniquim. Quem deve sofrer mais são os fãs de títulos clássicos e de catálogo. A nós só resta esperar pra ver como a Várner e Sony tratarão os títulos das que estão saindo. Importação e “edições alternativas” são uma opção por enquanto.

    PS.: lembrei de uma piada antiga do BJC: “Ainda bem que temos a Versátil”. hahahahaha

  • Rodrigo A. Sena Pereira

    têm alguma matéria sobre o custo de se prensar mídias na china já com legendas nos principais idiomas (inglês, português, alemão, mandarim, espanhol, japonês)
    e somente redistribuir??

    não entendo por quê prensar somente inglês, francês e espanhol (am central e norte) uma edição, depois outra somente inglês, espanhol, alemão (europa), outra português e espanhol (am. latina)… se a mídia comporta vários idiomas e legendas fazem essa bagunça de ter versões por continente se UMA com todas seria mais barato e um lucro mais uniforme.

  • Rodrigo A. Sena Pereira

    Brasileiro sempre se ferando pagando caro por qualidade inferior! Vamos ver no que vai dar esta bagunça!

  • the big

    sem internet , agora sem bluray !que páis é esse?

  • Roger Coltrane

    Eu encaro como positiva essa reestruturação. A Paramount (Viacom) está em uma pindaíba desgraçada, haja visto que o atual presidente da empresa colocou à venda nesses últimos dias uma bela fatia da Paramount! Tomara que as novas controladoras enxerguem o real valor dos catálogos de filmes e séries clássicas e relancem estes produtos em Blu-Ray no Brasil! Perder com isso nós não vamos, porque nos últimos tempos a coisa por aqui (BluRay) já estava horrível, com lançamentos somente de filmes que acabaram de sair nos cinemas e total descaso para com os filmes clássicos. Que venham as mudanças (para melhor)!

  • Pingback: Home vídeo, mercado em extinção? | Orlandobarrozo.blog.br()

  • Acho curioso a Disney terceirizar suas operações nessa área exatamente numa época em que a empresa está bombando com animações, live-action dos contos clássicos, filmes da Marvel e a volta triunfal de Star Wars, que inclusive teve lançado por aqui o Episódio 7 com blu-ray duplo e embalagem especial.

  • Clay Davis

    Se Paramount, Universal e Fox deixam de operar aqui em home-video como q isso não espelha nos cinemas??
    Tudo isso por causa dessa maldita da Dilma e seu governo de merda.
    Sony e Warner vão monopolizar tudo agora??

  • Adahil Júnior Galdino da Silva

    Os filmes da Paramount-Universal são distribuídos pela Paramount Spain, mas sei que esta já está sendo distribuída pela Sony. Esse troca-troca afetou também a Disney, que hoje ganha o selo da CineColor, mas este é ou não uma propriedade da Buena Vista?

  • Pingback: Home vídeo, mercado em extinção? – My Blog()

  • Luiz Henrique

    Sinceridade, quero que se arda e exploda. Quem é colecionador sempre correu atrás. Quando era pra se indignar com coisas realmente relevantes , todos ficavam quietinhos. E outra, estamos num mundo capitalista, ninguém faz nada por caridade. Se não dá retorno, pra que continuar gastando vela com defunto que já se foi?
    Sou colecionador de bluray de shows , e há dois anos vi as megastores reduzir a 1/3 , 1/4 até chegarem a 1/10 dos acervos originais.
    No lugar de chorar as pitangas, procurei alternativas para conseguir o que quero.
    Incrível ver defensores de lvre mercado quererem paternalismo para coleções de itens supérfluos.

  • Luiz Henrique

    não falem em crise…apenas baixem a cabeça e trabalhem…

  • Luiz Henrique

    ri muito com o boicote proposto pelo blog a Disney. Estou rindo mais ainda com cinecolor….

  • Diego Ramos Calderon

    Gente a Disney não vai lançar os filmes da Walt Disney Signature Collection aqui não?