Versátil anuncia lançamentos em DVD para novembro

Quem acompanha o BJC sabe que não cansamos de elogiar a Versátil, que brinda o mercado de home video brasileiro com edições mais do que dignas, a apresentar grandes obras da sétima arte em versões restauradas, com embalagens diferenciadas e brindes. O apelido de “Criterion brasileira” não é em vão. E torcemos para que a qualidade sempre aumente, até o dia em que a Criterion se torne a “Versátil americana”.

Já mostramos, aqui no BJC, a coleção Cinema Faroeste, com seis filmes de caubói. E a coleção Clássicos Sci-Fi, vista aqui no BJC, com seis filmes de ficção científica. Ambas em DVD, com cards e embalagens Digistak.

E agora foram anunciados novos volumes para estas coleções. Eis Cinema Faroeste – Volume 2, em DVD, com três discos e preço sugerido de R$ 69,90. Novamente, seis filmes restaurados, cards e embalagem Digistak.

DISCO 1
Caravana de Bravos (“Wagon Master”, 1950, 86 min.)
De John Ford. Com Ben Johnson, Joanne Dru e Harry Carey Jr.
O Resgate do Bandoleiro (“The Tall T”, 1957, 78 min.)
De Budd Boetticher. Com Randolph Scott e Richard Boone.
 
DISCO 2
Golpe de Misericórdia (“Colorado Territory”, 1949, 94 min.)
De Raoul Walsh. Com Joel McCrea, Virginia Mayo e Dorothy Malone.
Renegando o Meu Sangue (“Run of the Arrow”, 1957, 86 min.)
De Samuel Fuller. Com Rod Steiger, Sarita Montiel e Brian Keith.
 
DISCO 3
Choque de Ódios (“Wichita”, 1955, 82 min.)
De Jacques Tourneur. Com Joel McCrea, Vera Miles e Llyod Bridges.
O Testamento de Deus (“Stars in My Crown”, 1950, 89 min.)
De Jacques Touneur. Com Joel McCrea, Ellen Drew e Dean Stockwell. 
 
Vídeo: 1.33:1, 2.35:1 anamórfico
Áudio: inglês Dolby Digital 2.0
Legendas: português
Extras:
  • Depoimento de Martin Scorsese sobre “O Resgate do Bandoleiro”
  • Trailers
  • Comentários em áudio de Peter Bogdanovich, Harry Carey Jr. e John Ford para “Caravana de Bravos”

A seguir, Clássicos Sci-Fi – Volume 2. A repetir: três discos DVD, seis filmes restaurados, cards e embalagem Digistak. Preço sugerido de R$ 69,90.

DISCO 1
Scanners – Sua Mente Pode Destruir (Scanners, 1981, 103 min.)
De David Cronenberg. Com Jennifer O’Neill, Stephen Lack e Michael Ironside.
O Homem dos Olhos de Raio-X (X: The Man with the X-Ray Eyes, 1963, 79 min.)
De Roger Corman. Com Ray Milland e Diana van der Vlis.
 
DISCO 2
O Monstro do Ártico (The Thing from Another World, 1951, 83 min.)
De Christian Nyby e Howard Hawks. Com Kenneth Tobey e Margaret Sheridan.
Matadouro 5 (“Slaughterhouse-Five”, 1972, 104 min.)
De George Roy Hill. Com Michael Sacks, Ron Leibman e Eugene Roche.
 
DISCO 3
No Mundo de 2020 (“Soylent Green”, 1973, 97 min.)
De Richard Fleischer. Com Charlton Heston e Edward G. Robinson.
Robinson Crusoé em Marte (“Robinson Crusoe on Mars”, 1964, 110 min.)
De Bryon Haskin. Com Paul Mantee, Victor Lundin e Adam West.
 
Vídeo: 1.33:1, 1.78:1 anamórfico
Áudio: inglês (Dolby Digital 2.0 e Dolby Digital 5.1)
Legendas: português
Extras:
  • Documentário sobre “Scanners”
  • Entrevista de Michael Ironside sobre “Scanners”
  • Depoimento de Joe Dante sobre “O Homem dos Olhos de Raio-X”
  • Prólogo alternativo de “O Homem”
  • Depoimento de John Carpenter sobre “O Monstro do Ártico”
  • Especial sobre “O Monstro do Ártico”
  • Making of de “No Mundo de 2020”
  • A Ciência em “Robinson Crusoé em Marte”
  • Trailers

Também será lançada a coleção A Arte de Jean-Pierre Melville, que reúne três obras-primas do mestre do policial noir francês, além de um documentário sobre o cineasta. Os filmes serão apresentados em inéditas versões restauradas, ao longo de dois discos DVD, com quase uma hora de conteúdos extras.

DISCO 1
O Círculo Vermelho (“Le Cercle Rouge”, 1970, 141 min.)
Com Alain Delon, Bourvil, Gian Maria Volonté e Yves Montand.
Codinome Melville (“Sous le nom de Melville”, 2008, 76 min.)
De Olivier Bohler. Com Volker Schlöndorff, Bertrand Tavernier e Johnnie To.
 
DISCO 2
Técnica de um Delator (“Les Doulos”, 1969, 102 min.)
Com Jean-Paul Belmondo, Serge Reggiani e Jean Desailly.
Dois Homens em Manhattan (“Deux Hommes dans Manhattan”, 1959, 84 min.)
Com Jean-Pierre Melville, Pierre Grasset e Christiane Eudes.
 
Vídeo: 1.33:1, 1.85:1 anamórfico
Áudio: francês Dolby Digital 2.0
Legendas: português
Extras:
  • Análise de “O Círculo Vermelho”
  • Depoimento de Jean-Pierre Melville sobre “Técnica de um Delator”
  • Apresentação de “Técnica”
  • Trailers

A encerrar, uma edição especial em DVD de Phenomena, filme dirigido por Dario Argento em 1985, com Jennifer Connelly e Donald Pleasence. A obra será apresentada restaurada, em versão integral com 116 minutos. Como brinde, será oferecido um pôster (35cm x 43,7cm).

Vídeo: 1.66:1 anamórfico
Áudio: inglês, italiano (ambos Dolby Digital 2.0)
Legendas: português
Extras:
  • Making of
  • Documentário sobre o filme
  • Entrevistas especiais
  • Clipes musicais
  • Créditos alternativos
  • Trailer

Aos desavisados que reclamarão sobre a ausência de edições em Blu-ray: a Versátil já se pronunciou a respeito, conforme mostramos aqui no BJC. Lançamentos previstos para 5 de novembro.

Confira nosso vídeo mostrando três edições da Versátil:

Link direto para a pré-venda na Cultura:

 

Categorias: DVDNotícias

Tags: , , , , , , ,

Sobre o autor

Cidraman é o alter-ego de Leandro Pinheiro, colecionador de DVDs desde 2002, fã incondicional de Star Wars desde sempre. Um saudosista maldito com orgulho. Sua missão é destruir mundos, lutar pelos fracos e oprimidos e acabar com as injustiças que assolam o universo colecionístico.
  • Ulisses

    As artes das capas da Versátil são sensacionais! O trabalho da Versátil é excelente.

  • Antonio Calatayud

    o problema das geraçoes atuais sao os choramingos..os mimimis..hoje ekes tem tudo de mao beijada…superproduçoes que esperei decadas para serem feitas..que hoje estreiam a cada semana..entao todo mundo virou critico ..falar mal é facil..mas fazer…..vim duma epoca que tinhamos uma superproducao no ano e olha la!! dvds..bluray..internet..nada disso..o pessoal de hoje nao tem ideia da epoca de ouro em que vive em termos de entretenimento.

    • SMITH WESSON

      Pois é, lembro quando eu queria ter os seriados do irwin allen, viagem ao fundo do mar, terra de gigantes, tunel do tempo e nem vhs existia, hj eu tenho todos e gosto muito deles, é a qualidade é muito boa, ai ficam de mimimi, falando é pirata, que é isso, aquilo, como o sabe tudo pode dizer q é pirata, ele não está na empresa pra saber??…é q vc falou, se faz melhor, vai fazer..

  • Douglas Nobre

    Não tenho nem palavras para descrever as pessoas que reclamam da falta de blu-rays da versátil. Pessoal, baixem seus Blockbuster em 1080p em algum site de torrent por aí, por que bd da versátil tenho a certeza de que não compraram, e nem comprarão (afinal todos nós sabemos que esses BDs, apesar da qualidade, encalham nas prateleiras das lojas e demoram anos para esgotar a tiragem minima!) Eu compro muito filmes da versátil e a qualidade de imagem é satisfatória, nada a reclamar. Tenho amigos que compram e também estão satisfeito. Ora o que vale mais? A Satisfação de quem compra ou reclamação dos quem não tem a sensibilidade para apreciar as obras? Se depender do meu dinheiro, haverá vol 3,4,5…. de Sci-fi e Faroeste. Vida longa a Versátil

    • Léo Bouças

      Há quem diga que o BD da Trilogia das Cores nem passou da primeira tiragem, mesmo como lançamento tendo ocorrido em 2013. Apenas esse ano foi que reparei que ela esgotou nas lojas físicas e nos sites, e talvez sem chance para uma nova tiragem. A Trilogia em blu ray é linda (tanto nos filmes quanto no acabamento e nas 7 horas de extras) e é uma pena que muitos pseudo – cinéfilos não a tenham adquirido.

  • Leandro A. Pereira

    Noooooossa, esse vol. 2 dos Clássicos Sci-fi matou a pau! Que seleção, QUE SELEÇÃO!!! O primeiro já era bom, mas esse superou. Já tinha perdido a esperança do Homem dos Olhos de Raio-X sair por aqui de novo. A única coisa que lamento é que são dois filmes por disco, como é DVD a compressão deve acarretar alguma perda na qualidade da imagem, mesmo se for camada dupla 8,5Gb.

  • Simmons

    Estou muito decepcionado com o descaso do setor de Atendimento ao Cliente da VERSÁTIL. Escrevi para eles (fazendo algumas perguntas) e fui completamente ignorado (nem mensagem de resposta automática recebi).

    Minha frustração é ainda maior porque sempre elogio, recomendo e até os defendo. E já comprei MUITA COISA da VERSÁTIL (os boxes de blu-rays de Coleção Studio Ghibli (3 discos) e Coleção Studio Ghibli Volume 2 (3 discos); os blu-rays de Acossado, O Leopardo, 8 1/2, O Despertar dos Mortos (BD+DVD) e Harakiri (BD+DVD); os DVDs de Cinema Paradiso (2 discos), Yojimbo & Sanjuro (2 discos), Lady Snowblood (2 discos) e Rashomon; os boxes de DVDs de O Cinema de Hitchcock (3 discos), Clássicos Sci-Fi (3 discos), Obras-primas do Terror (3 discos), Obras-primas do Terror 2 (3 discos), Obras-primas do Terror 3 (3 discos), Lobo Solitário (3 discos), Musashi (3 discos), CInema Samurai (3 discos), Cinema Samurai 2 (3 discos), Cinema Samurai 3 (3 discos), Os 47 Ronins (3 discos), Cinema Yakuza (3 discos), Vampiros no Cinema (2 discos), Edgar Alan Poe no Cinema (2 discos), Lovecraft no Cinema (2 discos) e Zumbis no Cinema (2 discos)), por isso não me considero um mero comprador “ocasional”.

    Tanto que estava negociando o blu-ray de O Sétimo Selo e o box da Coleção Howard Hawks de vendedores do Mercado Livre. E estava prestes a encomendar o blu-ray de Solaris e os boxes de DVDs do Cinema Faroeste, do Cinema Samurai 4 e dos Filme Noir (1, 2 e 3). Mas parei. Cansei de ser desrespeitado.

    F*D*-S* a Versátil e o Sr. Fernando Brito, não vou comprar mais nada de vocês.

    Depois, quando forem à falencia, dirão que não tem “sorte”, culparão o “mercado”, mas a verdade é uma só… Vocês não são gente séria e não sabem trabalhar. Vamos ver quanto tempo a VERSÁTIL vai durar tratando seus clientes deste jeito…

    “Criterion brasileira” nem sonhando, empresinha de M*RD* isso sim. Suas vendas então caindo e ainda não sabem por que? Pra descobrir, comecem lendo os e-mails que recebem…

  • Nelson_bjc

    Eca! Não compro. Faltou no texto o bordão: “É lindo viver no atraso”.

  • Guilherme Alves

    À galera que está reclamando que a Versátil só lança DVD, uma pergunta:

    Quantos de vocês compraram Solaris?

    • Homem Simpson

      Respondo por todos os que relacionam formato a avanço tecnológico e atraso a títulos clássicos: NENHUM! Isso requeriria sensibilidade e cultura por parte deles. Quem as possui sabe que o formato é menor dos problemas em um país onde os produtos distribuídos pelas majors são escolhidos apenas pelo retorno financeiro e os títulos mais experimentais ou alternativos são taxados como “luxo” e descartados como “regalias”. Pérolas aos porcos, os lançamentos refinados da Versátil (a Criterion brasileira, sim, senhor) não são obrigatórios a todos, mas somente àqueles que são tanto criteriosos no que compram quanto versáteis no que gostam.

  • Dudu CWB

    Só pra não perder o costume… Obrigado, Versátil, por nos proporcionar acesso a obras que nenhuma outra produtora proporcionaria. E, realmente, como o Leandro disse, a seleção está matadora. Já tenho o Phenomena, mas a duplicidade compensa.

  • ataide dos santos

    O brasileiro e seu eterno complexo de vira-lata. A gente tem o q a gente merece.
    É por culpa de vc’s amantes da nobre arte do DVD que nós continuamos recebendo essa maravilha. O mundo vai estar assistindo filmes em 4k e nós com nossos DVD’s.
    Por qual motivo as empresas irão investir se o DVD ainda vende e muito. O q eu acho estranho é q um dos pontos do boicote a Disney são filmes lançados apenas em nessa mídia no País (12 anos de escravidão, ratatuille, vida de inseto, o sexto sentido…). Só a Disney é q não pode????

  • Clay Davis

    Boto fé. Esperando ainda pelo box dos filmes de Kung fu antigo e Fervura Máxima.

  • C.Ribeiro

    Quem vem em seção de clássicos e raridades, falar coisas como Ataide e Nelson-bjc só pode ser débil mental. Até um cachorro vira-latas teria mais senso da problemática desse assunto. Nem percam tempo respondendo a gente desprovida de inteligência. A internet agravou a imbecilidade nata desse tipo de primitivo mental tupiniquim.