Peruca Arco-Íris e Estojo-Máscara: colecionar pode ser divertido, mas não é só para crianças!

Entraram em pré-venda nessa semana duas edições muito curiosas aqui no Brasil. A primeira é o Blu-ray 2D/3D de Madagascar 3: Os Procurados, que terá luva e como brinde uma peruca arco-íris do Marty. Observem:

Conforme a própria embalagem diz, é uma peruca para crianças com mais de 3 anos.

A segunda edição pitoresca é a do estojo-máscara de O Espetacular Homem Aranha em Blu-ray 2D/3D. Edição com dois discos e estojo plástico no formato da máscara do cabeça de teia. Confira:


Estojo-Máscara ~para colecionador~

Obviamente que a embalagem rígida não pode ser utilizada como máscara, nem por adultos nem por crianças. Além do mais, está sendo vendida por 130 Reais, o que é um valor bem alto comparando com a própria edição de Madagascar 3 (R$99,90 com o mesmo número de discos).

Mas aproveito este post para fazer uma reflexão. Por que afinal de contas as produtoras brasileiras insistem com este tipo de brinde/embalagem? Será que ainda na cabeça dos executivos os artigos colecionáveis são sinônimo de produtos infantis? No caso do Madagascar ainda se justifica (um pouco) mas no filme do Aranha, por que investir em algo assim?

Não podemos esquecer que foi a própria Sony a responsável pelo gift set de Tintim com o Milu no Brasil (sucesso absoluto de vendas). Nem queremos algo como a EXAGERADA edição japonesa, mas por que não repetir a mesma estratégia bem sucedida de Tintim oferecendo uma estátua? Observem que a caixa enluvada e com miniatura do Milu foi oferecida por apenas VINTE Reais a mais do que esta da máscara. Falta de visão? De planejamento? De vontade? Talvez um pouco de tudo isso.

Madagascar terá luva (pelo menos é o que mostra a imagem). Ok, beleza. Mas e o SteelBook? Quanto ainda teremos que gritar aqui neste site para que finalmente ele seja considerado pelas empresas no Brasil? Somos uma legião de colecionadores com disposição para importar artigos dos mais diversos países como Tailândia, China, Polônia, República Tcheca etc. Fazemos isso porque amamos colecionar, porque queremos ter produtos de qualidade e que realmente sejam dignos de se colocar na estante. Clamamos por isso todos os dias no BJC e nas redes sociais, mas ninguém dá ouvidos e poucas vezes durante todos esses anos alguém teve o mínimo de ousadia neste mercado. E o pior de tudo é ter que implorar por isso, o que acaba configurando uma situação absurdamente surreal.

Somos adultos e queremos MAIS edições de ponta no Brasil. Edições infantis e divertidas são legais, mas ter apenas elas como opção é muito triste.

🙁

Links para as edições mencionadas no post:

Categorias: Blu-rayNotíciasProtestos

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção
  • Bruno_Leonardo

    Poxa, eu ate entendo a peruca arco-iris, pois como o filme é uma animação infantil, é de se esperar que eles procurem atrair o publico-alvo (crianças) para comprar as edições de colecionador… Mas o espetacular homem-aranha… confesso que ainda tinha MUITA esperança de ser lançada uma edição com a miniatura do spider, como aconteceu com milu, afinal, era o mesmo responsavel: SONY… Alem do que apesar das controversias a respeito da qualidade do filme – otimo, bom, regular, ruim, etc… – , ninguem pode negar que foi um sucesso de bilheteria (bem maior que tintim), estando hoje em 44ª posição, então eu imaginei que seria dado a este filme um tratamento diferenciado. Infelizmente, mais uma vez, se a gente quiser ter algo melhor, temos que apelar para o exterior, pois essa mascara ai… só deveria ser feito esse tipo de coisa com backyardigans ou algo do tipo..hsuahsuashuah

  • jessocarvalho

    Ah qualé gente!
    Desculpe mas vocês deviam elogiar a atitude das empresas em oferecer algo a mais nas edições, mesmo que não sejam das mais atrativas. Estão reclamando de barriga cheia como sempre. O problema aqui acho que é somente o preço!!
    Parabéns à Sony e a Paramount pela iniciativa.

    • sotavio

      Meu pai amado!

    • Jony_Rendrex

      Pior que eu concordo…

    • Sururu

      Kkkk pensei a mesma coisa aqui. Da cabeça do Zumbi nao reclamam.

      • Jotacê

        A cabeça do zumbi não é uma edição infantil. E cadê ela no Brasil?

  • Muitos vão achar exagero… Mas comparo esse gift-set de Homem Aranha com o da 2ª temporada de TWD. Não deixaria ambos à mostra em minha estante por fins estéticos. Porém, não rebaixo o primeiro ao nível infantil, senão teria que fazê-lo com o segundo.

    A questão ainda se estende se formos estudar os públicos-alvo, não das distribuidoras, mas das produtoras dos filmes em questão. Vejam a classificação indicativa do filme, vejam a quantidade de material promocional nas cadeias de restaurante, vejam a quantia de action figures e brinquedos derivados que uma franquia dessas gera. Mochilas, lancheiras, canecas, triciclos… Ou seja: Madagascar e Homem Aranha foram feitos para explorar o lucro sobre o público infantil.

    Acho que essa crítica do JC foi meio irrelevante e até prejudicial ao mercado nacional do "famigerado" colecionismo. Em uma realidade onde são raros os itens colecionáveis e onde o investimento nestas ações são quase nulos, reclamar das mesmas é praticamente pedir para as distribuidoras não investirem mais.

    A opção da Sony em não investir em uma estátua em escala, pintada à mão sobre os moldes da Kotobukyia, item que uma criança jamais ganharia, se deve ao fato de que nossa trupe de colecionadores jamais superará o poder de compra do real público-alvo. Se não agradou, não compre. Agora taxar o produto de "desnecessário" e sem "valor de colecionador" é uma bobagem.

    • mlbonaldo

      por mim poderiam até colocar a cueca do homem-aranha no gift, o problema por aqui é um só: O PREÇO! 130 reais é muito dinheiro pra dar num filme com um mimo a mais, mesmo um BD só com o filme e os extras com preços a 70, 80, 90 reais também é caríssimo, irreal, só na selva mesmo, e o pior é que vende e vai vender pra cacete, brasileiro adora gastar o que não tem só pra fazer bonito pros outros, então enquanto existir quem compre, a indústria vai deitar e rolar.

    • Jotacê

      Você REALMENTE LEU o que eu escrevi? Em nenhum momento disse que era um produto desnecessário e que não tinha valor de coleção, pelo contrário.

      E sério, SÉRIO MESMO que vocês estão comparando um estojo plástico (máscara) com um gift set genial + um Digipak dentro? :O

      • Não só li, como reli seu comentário e continuo achando-o como uma avaliação parcial, irrelevante para o tão exaltado "cenário colecionistico nacional" e degradante para a ação da Sony. Achei-o uma tentativa falha de desvalorizar o produto, tão falha que a maioria dos seus leitores, a qual me incluo, estão reprovando seu post.

        Acho que fui bem claro em meu comentário. Convido-o a lê-lo novamente ao invés de deixar imperar as emoções, como tem demonstrado em todas as respostas a esse tema neste post em especial.

        E é sério… Seríssimo! Muito sério o fato de você não ter entendido a comparação com o giftset de TWD. Ninguém compara a qualidade mas sim a finalidade. Não precisa de muito para entender isso. Aliás, em se tratando de qualidade, o case em formato especial, mais o filme em BD 2D+3D, mais um BD com 3 horas de extras é um baita de um diferencial perante um mercado tão carente de diferenciais.

        O que você está doído, ou o porque, é que não estou entendendo, afinal, também quero mais qualidade. Porém, reconheço que no Brasil, a evolução, quando acontece, é a passos bem lentos, e pequenas coisas, como esta em questão, já se tornam dignas de incentivo. Pois quando o contrário acontece, estas distribuidoras retomam o conceito já manjado de que devem empurrar a porcaria padronizada e generalizada.

        • Jotacê

          Sim, é um post de opinião, portanto a avaliação é parcial, ou seja a minha visão sobre o assunto! 😀

          E não estou movido pelas emoções, fique tranquilo que estou calejado pelos debates na internet. Obrigado por comentar!

          • Eu realmente entendo onde quis chegar e saiba que fazer polêmica com o dono do site que frequento seria uma atitude mais infantil do que máscaras do homem-aranha. Não é essa a minha intenção.

            Penso que, por considerá-lo um formador de opinião de relevância para o mercado que eu adoro, este seu post foi equivocado no objetivo. Enfim, opiniões, né?

            E agradeço pelo espaço e respeito!

            • Jotacê

              Formador de opinião? Isso seria lavagem cerebral meu amigo, conceito antigo de comunicação.

              Hoje o que importa é compartilhar a nossa opinião e debater como estamos fazendo aqui. Grande abraço! 😀

              • odaircarlos

                realmente,jota..é isso correto em suas palavras….parabéns
                acho que a edição de madagascar foi feito penssando em nós analisem:o filme envolve circo,la tem palhaço então…
                lançaram a edição peruca(nada contra até que é legualzinha)para nós…os palhaços da vida real,afinal de conta colecionar dvd´s no brasil virou palhaçada….só que eu não estou achando graça…queremos respeito…quando isto vai ocorrer.:(

              • Olha a modéstia!!!

                Two-Step Flow vs Teoria Hipodérmica… Claro que você forma opiniões. Isso é uma atitude involuntária (em alguns casos pode não ser), gerada pela identificação do seu público com as mensagens que transmite. Eu me identifico muito com alguns conceitos que você comenta e sua opinião molda a minha através deste meio.

                Ou não… Na real algum professor doido de Teorias da comunicação fez uma lavagem cerebral em mim 😉

                • lgon

                  Sim, jotacê hoje ao que eu vejo é sim o "Bill Hunt" brasileiro, hahaha, mas é verdade. Tirando as bobagens como os posts Amaray_Jr. o blog é bem informativo e tiro o chapeu para ele, que conseguiu fazer do blog pessoal, um guia do colecionador brasileiro. Eu não moro no Brasil, então acabo falando demais onde não sou chamado, mas como moro no exterior, entendo o que vcs passam, essas edições toscas são mesmo revoltantes. Esse papo de aplaudir as edições toscas dizer que pelo menos as produtoras estão tentando, ah, faça-me o favor!!!! Se eles observassem um pouquinho o que tem sido lançado mundo afora com qualidade e preço bom, eles tomavam vergonha na cara. O Brasil tem muito o que aprender, e o brasileiro também.

  • RodrigoMSilva

    Que Homem Aranha cabeçudo esse da Máscara, e esses preços acima de 100 reais para um único filme, não tem condições, só se for um Gift Set bem cabuloso e de filmes clássicos ou que valem a pena.

  • cristiano_aquino

    pra mim não rola pois o filme do homen aranha foi uma porcaria!!!

  • jessocarvalho

    Jota, que tal uma promoção em parceria com a paramount? O colecionador deve dar uma zuada legal no próprio cabelo e enviar uma foto! O cabelo mais ridículo ganha a edição com peruca do Madagascar srsrsr!

  • odaircarlos

    olha atualmente mandei uma mensagen astraves do site da paramount bem emcima tem um link para vc mandar sua mensagen:então disse que como colecionador queria respeito e que lançassem dvd´s atrativos e descentes…não é o que eu esperava,mas vamos analisar…num pais onde um lançamento em blu-ray é mais de 80 conto e suas midias são uma droga.acho que isto é novidade.e novidade e sempre bem vindo.parabéns a paramount a sony,e claro a uma produtora que não tem nada aver com o assunto aki que é a warner pelo batman…vamos elogiar o que é novo e torcer para que isto seje o começo de uma nova era das produtoras que venham a evoluir em seus boxes,gifts e blindes…e que aprendam a dar valor ao fã,colecionador lançando novidades….parabéns.

  • DiegoLCV

    na moral, diante do filme mediocre q e, em sentidos de filme, o "espetacular" HA mereceu essa ediçao, mas em sentido de ediçao, e uma ediçao feia….
    ja o madagascar, era esperado uma ediçao desse tipo…

  • carlosws

    Acho que a galera ainda não entendeu o que o Jota sempre fala. Uma coisa é discutir um item que pode ser colecionavel ou não, outra coisa é discutir sobre a sua qualidade. Galera fazer comparação do que sai aqui dentro com o material importado já aprendi que não vale a pena, por que é uma discussão que sempre já sabemos o resultado. Quando o prório site do BJC anunciou que não teriamos nada igual ao que foi lançado do aranha na alemanhã, e se viesse seria uma total supresa, o que a galera estava esperando (sabendo do histórico mercado de home video brasileiro)?

  • leopl_bsb

    Ri muito com essa máscara do Homem-Aranha, medo. E de novo versão 3D sem o disco de bônus.

  • Fabio220

    Ah, Jota. Nem achei tão ruim essa do Homi Aranha aí. Se num fosse o preço alto eu pegava. 😛

    • Jotacê

      Mas eu não disse que ela era ruim!

      • lgon

        nem precisava.

  • angmax

    Após ler o post e os comentários, fiquei com as seguintes opiniões:

    1 – não considero a peruca um brinde voltado apenas para crianças, afinal a peruca está contida no filme. Basta comparar com a capa de chuva da edição nacional de Cantando na Chuva, está contida no contexto do filme e pouquíssimos reclamaram;
    2 – o estojo em forma de máscara é interessante, porém como temos conhecimento de edições estrangeiras muito melhores, temos a tendência de ficarmos desapontados com o tratamento que nos é dado pelas distribuidoras, o que só por isso é motivo para reclamarmos, porém sem criticar o lançamento, pois é uma edição diferenciada, considerando o mercado nacional;
    3 – o preço realmente está muito alto para a edição da máscara (madagascar também, mas consideremos que são 2 discos – 3D e 2D), só para comparar, o box nacional de Indiana Jones custa 30,00 a mais porém contém 4 filmes e mais 1 disco de bônus.

    Com isso, minha opinião é que a idéia é louvável, porém é necessário uma avaliação melhor por parte das distribuidoras em lançar edições especiais, uma vez que é conhecido pelas mesmas que nós, colecionadores, recorremos ao mercado estrangeiro para adquirirmos edições diferenciadas e por preços mais acessíveis. 130,00 por uma edição sem muitos atrativos é impraticável.