As trapalhadas da PlayArte com a 2ª temporada de The Walking Dead em Blu-ray

A segunda temporada de The Walking Dead nem ao menos saiu no Brasil, mas já temos motivos para preocupação. O lançamento em home video da série da AMC em nosso país é responsabilidade da PlayArte, que executou um trabalho decente com a primeira temporada, apesar da luva prometida para a edição em Blu-ray ter ficado apenas na promessa. Entretanto, parece que a PlayArte resolveu meter os pés pelas mãos e esculhambar com a 2ª temporada da série. Vejamos os porquês:

A novela da cabeça zumbi

Desde que foi anunciado o lançamento da 2ª temporada em edição limitada com cabeça zumbi nos EUA, as lombrigas colecionísticas de muitos leitores se atiçaram. Com a PlayArte divulgando o início da pré-venda da 2ª temporada em seu perfil no Facebook, inevitavelmente alguém perguntaria sobre a cabeça zumbi. A resposta dada foi surpreendente:

Como seria de se esperar, a collectorsfera entrou em polvorosa, sonhando com uma edição brasileira comparável às gringas. Entretanto, para quem já está calejado com as bobagens cometidas pelas produtoras nanicas (como este que vos escreve), a esmola parecia muita e a desconfiança elevada. Dito e feito: alguns dias depois, novamente no Facebook, a PlayArte solta a seguinte nota:

Ok, PlayArte. Para facilitar a vida de vocês, listei os erros cometidos nesta pequena nota:

  • Se não vão vender, para quê criar uma falsa expectativa no consumidor? Foi a mesma coisa com a luva do Blu-ray da 1ª temporada: não se sabia se ia ter, depois ia ter e acabou não tendo. Sabe qual impressão que é passada para nós? De que falta planejamento e organização na PlayArte. Parece que lá as coisas são anunciadas na empolgação, para logo depois serem desmentidas. Já passou da hora de agirem de forma mais profissional e não prometerem o que não vão cumprir.

  • Essa conversa mole de que as cabeças “foram produzidas em pequena escala, e por isso existem poucas peças à disposição” não convence. Itens realmente produzidos em pequena quantidade (como a lata Back To The Future, o SteelBook A Trip To The Moon ou a lata Hugo Cabret) se esgotam logo na pré-venda, o que não é o caso da cabeça zumbi. Só para provar que isso é papo furado, fiz uma simulação de compra de 999 unidades da cabeça na Amazon e, adivinhem só, foi possível fechar o pedido! Sejam honestos e assumam que não trarão a cabeça porque seria inviável praticar um preço competitivo por conta dos impostos abusivos cobrados aqui.

  • O uso da cabeça zumbi de forma promocional é uma ação absolutamente inócua, pois justamente reforça o abismo de qualidade que separa o gift set americano da edição pé-de-boi brasileira. Ou seja, divulgam uma edição que ninguém poderá comprar em lojas brasileiras, em vez de melhorarem o produto que, de fato, trará lucros à empresa.

A economia de discos

Na primeira temporada, com 292 minutos divididos em 6 episódios, bastavam apenas 2 discos para comportar todo este conteúdo sem perda de qualidade. Mas na segunda temporada, com 578 minutos divididos em 13 episódios, a necessidade de mais de 2 discos é bastante óbvia. Provando este ponto, temos a edição americana com 4 discos, a britânica com 3 discos e a francesa também com 3 discos.

Porém, desde que se iniciou a pré-venda da segunda temporada brasileira, em todas as lojas online se via na descrição, tanto na versão em DVD quanto em Blu-ray, de apenas 2 discos. Seria um erro? Infelizmente, não. No próprio perfil do Facebook, a PlayArte confirmou que utilizarão apenas 2 discos BD-50 na edição a ser lançada:

Há algo muito errado nesta conta da PlayArte. Para manter um bom bitrate e preservar a qualidade dos episódios, em séries com episódios de 45 minutos de duração (caso de Walking Dead) se costuma colocar 4 episódios por disco, tanto em BD quanto em DVD. Assim, temos 4 discos, com o último disco contendo apenas um episódio e o grosso do material extra (é o caso da edição americana). Forçando um pouco, é possível colocar 5 episódios por disco, permitindo que se use 3 discos (caso das edições do Reino Unido e França); neste caso, como alguns extras não foram liberados para fora dos Estados Unidos (a saber, os webisodes e os comentários em áudio), é possível espalhar o restante dos extras nos 2 últimos discos. Agora, colocar todo este material em apenas 2 discos irá, sem dúvida alguma, comprometer o resultado audiovisual da obra.

A desculpa da PlayArte de justificar os 2 discos por causa do uso de mídias de camada dupla é risível. Basta prestar atenção e ver que as edições internacionais também utilizam mídias BD-50 e ainda assim utilizam mais de 2 discos. Para efeito de comparação, peguemos a 3ª temporada de Prison Break. Com seus 559 minutos divididos em 13 episódios, é muito similar à 2ª temporada de TWD. Em seu lançamento em Blu-ray, ela foi dividida em 4 discos (3 BD-50 e 1 BD-25), com excelente qualidade de imagem e som. Vale lembrar mais um detalhe: a quantidade de extras de Prison Break é bem menor que o disponível em TWD.

Não existe milagre: é impossível conceber que se consiga espremer quase 700 minutos de conteúdo em apenas 2 discos sem apelar para alta compressão, cortes ou troca das trilhas DTS-HD MA sem perdas por Dolby Digital lossy. Isso tudo cheira à famosa economia besta, visando minimizar o custo e manter as margens de lucro elevadas. Falando nisso…

Tá tudo estranho, é tudo caro

A primeira temporada lançada pela PlayArte em Blu-ray tinha, como preço inicial, R$ 89,90. Já não é um preço baixo, tendo em vista que eram apenas 2 discos em um estojo plástico sem luva nem nada. Porém, nesta segunda temporada, com a mesma quantidade de discos e a mesma apresentação, estão cobrando R$ 109,90. Exagero, não? Se for para cobrar um preço premium, que entreguem um produto premium e justifiquem para o consumidor o custo maior. Agora, aumentar o preço sem agregar nenhum diferencial é claramente um esforço para aumentar a lucratividade do produto.

Para efeito de comparação, peguemos Planeta Humano, série da BBC lançada pela independente LogOn com 3 discos, em uma embalagem Digistak de Blu-ray e ao preço de lançamento de R$ 89,90. Tal como TWD, é um produto de tiragem baixa, sem o apelo dos blockbusters, focado a um mercado de nicho. Porém, o investimento em uma apresentação superior melhora, aos olhos do colecionador, a percepção de valor do produto, fazendo com que se gaste mais dinheiro em troca de um produto melhor acabado. Se a LogOn, que é uma produtora de pequeno porte, conseguiu aplicar este princípio (e, certamente, auferir lucro), por que a PlayArte não consegue?

Por fim, comparemos os preços da edição brasileira com as edições estrangeiras (conversões feitas com a cotação de 16/08/2012):

País

Edição

Produtora

Nº de discos

Preço

TWD_US

Starz/Anchor Bay

4

US$ 49,96

(R$ 100,96)

TWD_Head

Starz/Anchor Bay

4

US$ 64,99

(R$ 131,33)

TWD_UK

Entertainment One

3

£ 28,99

(R$ 92,19)

TWD_FR

Wild Side Video

3

€ 34,99

(R$ 87,36)

sweden-flag

TWD_SW

Svensk Filmindustri

3

349 kr

(R$ 105,33)

brazil-flag

TWD_BR

PlayArte

2

R$ 109,90

Percebam que, excetuando a edição especial com a cabeça, a edição nacional é uma das mais caras do mundo, mesmo vindo com menos discos e tendo apresentação inferior.

O que a PlayArte tem a dizer?

Em contato via e-mail com o BJC, o Coordenador de Marketing para Home Video da PlayArte Thiago Cardim praticamente repetiu o que foi falado pela empresa no Facebook; ou seja, tudo aquilo que acabamos de refutar logo acima.

Concluindo

É preciso que a PlayArte saia do mundo das planilhas de cálculo e das filigranas jurídicas e entenda que o público que consome The Walking Dead não é aquele casual, que compra por impulso só porque viu um box em uma Saraiva ou Cultura da vida e achou bonitinho. Quem deseja ter TWD na coleção é um consumidor mais informado, muito mais exigente, menos dependente de legendas em português e que não se furta de adquirir produtos no exterior em busca de um nível de qualidade superior.

Portanto, é necessário à PlayArte compreender que o colecionador que realmente deseja ter a cabeça zumbi na estante não se contentará com uma ação promocional em lojas brasileiras; ele vai comprar na Amazon. Que o consumidor deste tipo de produto sabe que não é possível colocar tamanha quantidade de material em alta definição em apenas 2 mídias BD-50 sem que haja algum tipo de perda. Que o fã entende que 110 reais por 2 discos em um estojo plástico sem sobrecapa é um preço abusivo, sendo que lá fora se paga até um pouco mais caro, mas que se consegue melhor qualidade técnica e visual.

Ninguém compra lá fora porque gosta de sofrer com a demora e com os impostos. Nós compramos lá fora porque não temos aqui no Brasil produtos com uma relação justa entre custo e benefício. Imagino que muitos leitores do BJC aproveitaram a promoção da 1ª temporada a R$ 69,90 para adquirir o produto da PlayArte, uma vez que a qualidade técnica do produto era a mesma que se obtinha lá fora, mesmo pecando no quesito embalagem. Porém, saindo a 2ª temporada do jeito que vai sair, jamais poderemos recomendar a compra, mesmo que entre futuramente em promoção, pois é um item que não se destaca nem na apresentação, nem no conteúdo.

Empresas como a PlayArte lançam edições comuns, com deficiências técnicas e por preços elevados e não entendem por que tais itens encalham ou vendem menos do que o imaginado. Sabemos que o mercado de home video em nosso país é complicado, com a pirataria, os impostos, a péssima infraestrutura e a falta de cultura do público em geral. Mas não podemos nivelar por baixo e batermos palmas para produtos caros e de baixa qualidade, só porque alguém se digna a lançar por aqui. Nós do BJC lutamos sempre para que a voz do colecionador seja ouvida e estamos prontos para elogiar as produtoras quando elas fazem por merecer. Basta apenas que elas nos escutem.

Se você deseja expressar à PlayArte, de forma civilizada e educada, toda a sua insatisfação com este produto, utilize os seguintes canais:

 @grupoplayarte

 GrupoPlayArte

 www.playarte.com.br/fale

 (11) 5053-6996

The Walking Dead em Blu-ray na Amazon dos EUA (sem PT-BR):

The Walking Dead em Blu-ray na Animazon (sem depósito antecipado do imposto):

Categorias: Blu-rayProtestos

Tags: ,

Sobre o autor

Alexandre Prestes era rato de locadora nos anos 80 e nunca se animou a comprar VHS por ser uma mídia de baixa durabilidade. Fã incondicional da boa música, iniciou em 2003 sua coleção com DVDs musicais; só a partir de 2005 passou a comprar filmes e séries. 2009 foi o ano no qual começou a colecionar filmes em Blu-ray, sendo um entusiasta do formato. A coleção continua crescendo (e o espaço diminuindo), cada vez mais a favor de títulos com maior qualidade técnica e fartura de material adicional.
  • gustavommm

    Didi Mocó curtiu isso

  • Excelente texto, lançamento ridículo.

    É o que eu sempre digo e "volto a repetir redundantemente":

    Consumidor brasileiro precisa aprender a diferença entre PREÇO e VALOR.

    De resto, resgato meu famigerado bordão: PRATELEIRA NELES !!!

  • Fabiano_2801

    Isso é um absurdo e um desrespeito com o consumidor não comprei a 1ª temporada pois não achava o preço justo, e a 2ª temporada então pior ainda né. É uma pena viu, pois terei esse maravilhoso seriado na minha coleção tão cedo. #obrigadoplayarte

    • cura2

      eu tbm apesar de querer muito NÃO comprei a 1ºtemp e não vou pegar esta de forma alguma

  • TiagoSN

    TOOOOOOOOOOOOOMA!! Eu não comprei nem vou comprar esses amarays idiotas de TWD. Prefiro esperar o final da série pra ver se lançam algo de luxo em pt-br lá fora.

    • Jim_Morrison

      Ih, então vc deve esperar muito. Com o sucesso do seriado e a quantidade de revistas em quadrinhos na qual ele é baseado….. 😉

      • TiagoSN

        Será? Tomara, mas na tv não vejo uma vida tão longa… #VamosAcompanhar

  • leopl_bsb

    Só uma correção: o box em DVD é com 4 discos. Comprei a primeira temporada em DVD, e achei a imagem muito ruim. Mas nem sei o que faço com a segunda, já que a apresentação do DVD é muito melhor que a do Blu-Ray.

  • MKassiel

    Esperando desesperadamente a Cabeça Zumbi a 1 com a Máscara já tenho. Vamos acordar pro consumidor brasileiro.

  • cura2

    que MANCADA ! Na boa ninguém eu digo NINGUÉM deveria comprar esta edição nacional. Não digo nem pela falsa promessa da cabeça do zumbi, mais sim por este preço ABSURDO. Acho que ´so assim ele poderiam rever seus conceitos ou a falta deles.

  • paseven

    está na hora do bjc ao invés de criticar as empresas começar partir para o ataque ou seja, se a empresa disse algo no face ou em outro lugar e o resultado foi outra coisa, a empresa tem que tomar processo nas costas por propaganda enganosa.

  • jbjmacedo

    Mandei e-mail e mensagem no Face com link do post. 😀

    Curiosidade, alguém aqui comprou a Cabeça-zumbi na Amazon e tá deixando rolar e seja o que deus quiser?

    Meu maior medo é quando chegar no Brasil ser tributado de novo em cima do valor total, incluindo o imposto já cobrado. 🙁

    • Jotacê

      A Amazon devolve o imposto.

      • TiagoSN

        Jotacê, nesse caso como você comprova a segunda taxação para ser reembolsado? Obrigado.

    • Jim_Morrison

      Se já foi cobrado pela Amazon, NÃO será cobrado novamente por aqui. Gerlamente a Amazon usa FedEx ou similar pra entregar na sua porta e no sistema deles já consta como tudo pago relativo a impostos (pq a Amazon pagou à eles).

      Não se preocupe, já recebi uns 3 produtos assim, direto na minha mão, com impostos já repassados diretamente à empresa transportadora exatamente pra agilizar a liberação alfandefária.

  • Não é a PlayArte que tem os direitos de comercialização de C.S.I. também? E que passou anos vendendo as temporadas divididas em 3 volumes, com preço de temporada completa pra cada volume? Tá aí uma empresa que merece morrer mesmo…
    Nunca comprei C.S.I. exatamente pelo preço abusivo e pela imbecil ideia de dividir as temporadas. TWD eu não compro porque a série é ruim mesmo; mas isso não tira o fato de a PlayArte estar, novamente, demonstrando ser uma empresa precária e sem profissionalismo.

  • Melkezedec

    Saindo da noticia mas n indo muito longe. Vale a pena comprar a edição brazuca de Game of Thrones?

    Estava pensando em comprar mas vendo por essa noticia q de vez em quando eles capam algumas series, fiquei na duvida.

  • Rafael

    Belissimo texto!
    Eu queria comprar as temporadas mas se depende dps dessas informações vou deixar
    keto e BAIXAR na internet

    • Jim_Morrison

      Adorei o "deixar keto" 😉

  • Renan

    Simplesmente nao vou comprar e acho que todos deviam fazer o mesmo.

  • fabianonf

    adoro a série, acompanho em gibis (importados tb) desde seu lançamento lá em 2002 (acho) e comprei a primeira temporada importada com legendas em ingles.

    não vou dar dinheiro para esses caras …

  • chbossan

    Já encomendei a minha Zumbi Head via parente e dispenso a edição nacional.. Eu gostaria de saber como a Varner consegue lançar aqui a 7a.temporada de supernatural por R$ 149,90 cuponavel logico, então o preço até q fica razoavel já q comprando na Amazon, mesmo q conseguir sem imposto previo o valor ficará quase igual, e o box vem com 4 blu-rays e essa play arte caga no The Walking Dead…com 2 blu-ray a R$ 109,90, estão querendo lucrar muito. Eu espero que esses blu-rays da video lar virem ums zumbis na prateleiras das lojas..So assim pra eles no respeitarem.. NÃOOOOO COMPRREEEEM………

  • Luciano

    Ótimo texto, e PODRE define esse lançamento 🙁
    Colecionadores, nascemos no país errado …. :@

  • Totalmente apoiado. É isso aí, especialmente o que o Ing escreve no final do texto.

  • Rodrigo_Joker

    Excelente! Precisa mandar para a PlayArte esse texto!

  • Francis_Mariani

    Obrigado à Playarte pro lançar "Saint Seiya" completo em DVD no Brasil, mas foi a única coisa que fizeram próximo da perfeição por aqui, nem os estras originais vocês se prestaram a incluir, isso é lamentável.

    • chbossan

      disse tudo….

  • Fabio220

    Alguém realmente achou que a PlayArte venderia gift sets em formato de bustos? UAHAUAHAUAHUAHAUA

  • coyotegunner

    queria comprar a brasileira pra fazer uma gambiarra edition com a cabeça zumbi mas pelo visto….

  • comment´s

    parabéns pela matéria ficou extraordinária e vamos ver se a PlayArte tome um rumo!

  • GuiMarchetti

    Agora essa porcaria do IntenseDebate tá funcionando? Fiquei 15 min. tentando postar aqui ontem…

  • Nossa que situação…pior que a venda da 2a temporada de TWD está mantida para a locadora onde eu trabalho, precisamos deste produto na loja, do contrário com certeza "boicataríamos."

  • ygorrenato

    Playarte lixo ! tomare que leiam essa materia e tomem vergonha na cara

  • DiegoLCV

    e nessas horas de dar vergonha de nascer e morar aqui, e incrivel a quantidade de vezes q somos desrespeitados desse jeito, ja basta!!!

  • Bernardo_sss

    PQP! Impressionante essa falta de respeito e vergonha na cara dessas produtoras. Fora a mutilação (pelo menos na versão em dvd) da imagem de "Flores do Oriente", está horrível. Será que iremos precisar fazer um tópico "Me respeite Playarte", lá no forum também?! "Tá ficando fo%$"!

  • Depois de ler o post comecei a assistir o BD game of trones que tem espetacular qualidade de imagem e som e só possui 2 episódios no 1° disco, no segundo, apenas 3 episódios, fico pensando qual lambança fizeram com walking dead jogando tudo em 2 disco e ainda com alguns extras.

  • limaofilosofo

    Como pode a PlayArte acha que esse produto não vai encalhar nas prateleiras? Pode até ser fácil enganar o consumidor ocasional com um produto desses, mas a maioria dos colecionadores jamais levaria um produto desses pra sua coleção home video. DESRESPEITO COM O CONSUMIDOR. DESCASO AO COLECIONADOR.
    Parabêns PlayArte.

  • ThiagoStorn

    O negocio é para de ter expectativas com os lançamentos brasileiros, só decepção, primeiro fodem com Jogos Vorazes e agora TWD.
    Só digo isso, eu não compro produto quando não to satisfeito, se depender de mim compro importado sem legenda ou fico na vontade mas dinheiro nessas edição tosca eu não pago!!
    :@

    • Por essas mancadas a forma de distribuição digital vai ganhando força, por exemplo Jogos vorazes já tá disponível no netflix com ótima qualidade, estou na torcida que logo lancem TWD pq não tá valendo comprar as edições nacionais (e infelizmente preciso de legendas PT)

  • Kleber84

    Excelente matéria. Mais risível do que as desculpas esfarrapadas da Playarte, é alguém ter acredito que trariam a cabeça zumbi para o Brasil.

  • SONEL

    pago a cabeça zumbi com imposto que ja comprei mas nao pago ediçao porca

  • Erika_Schmeiske

    Obrigada Playarte por economizar o meu dinheiro!!!! Tenho por 'filosofia colecionística" só adquirir séries depois que acabam, com algumas exceções lógico. Mas queria muito a cabeça zumbi, pois é um item que chamaria a atenção na coleção. Ia ficar linda!

    Mas, já q foi fabricada "em pequena escala" pq vcs devem ter achado que ninguém ia comprar, pois ficaria muito caro (ouvimos essa conversa com LOTR estendidas), boa sorte. Perderam uma excelente oportunidade de se firmarem no mercado, com tudo isso que foi apontado no texto e nos comentários.

  • dabadkid

    Capa feia, sem luva, só 2 discos, sem embalagem especial, sem qualidade, pobre e caríssima, a mais cara.. pra que comprar essa brasileira ??

  • mlbonaldo

    Não dá nem ânimo pra reclamar com a playargh…cancelei a cabeça na amazon (com o imposto ficava nuns 300 contos, muita grana pra dar à vista) mas fiquei tentado em pegar na saraiva (com cupom e buscape fica também nuns 300 contos, mas dá pra parcelar, pelo menos)…na verdade só o seriado lançado corretamente por aqui já me bastava, mas não, eles conseguem fazer merda em cima de merda…que saco!

  • LuizLH

    Eu desisti da PlayArte há muito tempo atrás, quando começaram a lançar CSI – achava um absurdo eles terem dividido cada temporada da série, aqui no Brasil, em três, cobrando o dobro ou mais por "parte". Pra ter uma temporada inteira nacional, você gastava o equivalente a seis americanas.

    E pelo jeito a coisa só piora, o buraco é só mais fundo e não, não há luz no fim do túnel.
    Mas como já disseram aí em cima: triste de nós, que somos colecionadores no país errado.

  • ceslobo

    Pessoal, tem alguma edição em outro país que venha com PT-BR pra gente ter como opção a esta da PlayArt?

    Se alguém souber por favor me indique.

    • Jotacê

      Não, não tem infelizmente.