A Europa Filmes está voltando ao mercado de home video brasileiro!

Pois é, caros leitores. Esse mercado de home video brasileiro dá muitas voltas. Em dezembro do ano passado, anunciamos que a Europa Filmes estava encerrando suas atividades e saindo do mercado. Site fora do ar, ausência de lançamentos e o surgimento da Vinny Filmes eram indicativos que esta situação seria permanente. Porém…

A Revista Ver Vídeo, em sua edição nº 228, trouxe uma entrevista com Wilson Feitosa, um dos antigos sócios da Europa e fundador da Vinny Filmes. Na conversa, Wilson confirma o que, de certa forma, já era sabido: a Europa Filmes está voltando ao mercado de home video brasileiro. O que não se sabia, até então, era como esta volta se concretizaria. A Europa seria apenas um selo da Vinny? Seriam duas empresas distintas, com focos diferentes? Saberemos a seguir.

A Angela Merkel gostou!

Primeiramente, temos a confirmação do que causou o sumiço da Europa Filmes. Como se especulava na época, foi realmente uma briga entre os sócios majoritários a razão para o encerramento temporário das atividades da empresa. Com a compra por Feitosa da parte do outro sócio da Europa Filmes (não citado na entrevista, mas certamente se tratava de Matteo Levi, ex-presidente), foi possível trazer a marca Europa Filmes de volta. O que nos remete à seguinte pergunta: com a volta da Europa, qual será o destino da Vinny?

Segundo Feitosa, as operações das duas companhias serão fundidas, restando no fim apenas a Europa Filmes; natural, uma vez que a Europa tem um nome mais forte que a Vinny. A infraestrutura (sede, funcionários, patrimônio, etc.) da Europa será a mesma já utilizada pela Vinny e os contratos em nome desta serão passados para o “novo” nome, virtualmente transformando a Vinny em Europa. Não há uma data definida, mas tudo indica que a partir de setembro a fusão já esteja concretizada.

Site em construção. Em setembro teremos novidades?

Com relação ao catálogo (que é o que nos interessa), todos os filmes programados para lançamento pela Vinny seguirão o cronograma, mas a tendência é que sejam absorvidos pela Europa; o mesmo deverá valer para o catálogo já em mãos da Vinny. Para os títulos antigos da Europa, os contratos que ainda forem válidos poderão ser aproveitados, permitindo o relançamento pela empresa; para aqueles já expirados ou por expirar, serão analisados caso a caso para ver se compensa a renegociação e seu subsequente relançamento.

O François Hollande curtiu!

Sob o ponto de vista dos colecionadores, a volta da Europa Filmes é, em tese, uma boa notícia. Embora cometesse os deslizes de praxe das nanicas, a empresa também acertara várias vezes, com suas edições em Digipak e lançamento de filmes de qualidade, principalmente os nacionais. Excetuando Tropa de Elite 2, a Vinny não conseguiu formar um catálogo com títulos fortes o suficiente para competir com as outras independentes, perdendo espaço no mercado (fato constatado pelo Sr. Feitosa na entrevista). Com a volta da Europa Filmes, se espera que os bons títulos disponíveis no passado voltem a dar as caras e que futuros títulos não sofram com mutilação de imagem e ausência de extras. Afinal, o mercado de venda direta é o mais lucrativo e merece produtos de alto nível, com qualidade de apresentação e bom conteúdo.

Também esperamos que a nova Europa dê mais atenção ao Blu-ray, lançando edições mais completas que em DVD. Por incrível que pareça, muitas produtoras ainda não entenderam que o BD merece um tratamento superior do que o DVD, justamente por ser um produto voltado ao colecionador, cinéfilo ou entusiasta. No passado, Wilson Feitosa disse que o Blu-ray não vale à pena, mas esperamos que tenha percebido que o formato veio para ajudar as produtoras a atingir um público diferenciado.

 Agora, vamos procurar recuperar nosso espaço e conseguir novamente ao menos ocupar uma parte do que já foi nossa participação no mercado nacional.

Wilson Feitosa, diretor-geral da Europa Filmes

 

 

Então, seja bem-vinda de volta, Europa Filmes! Se você realmente deseja recuperar seu espaço no mercado, deve aprender a ouvir a nós, consumidores de seus produtos, e entender o que valorizamos em uma edição em DVD ou BD. Não basta apenas repetir o trabalho da sua antiga encarnação. É necessário agarrar esta nova oportunidade que está tendo com unhas e dentes, buscando tornar os acertos uma constância e os erros uma mera lembrança. Pense bem nisso, Sr. Feitosa!

---------------------------------------------------------------------------

Séries de TV em Blu-ray legendadas em PT-BR na Amazon UK:

Categorias: Notícias

Tags:

Sobre o autor

Alexandre Prestes era rato de locadora nos anos 80 e nunca se animou a comprar VHS por ser uma mídia de baixa durabilidade. Fã incondicional da boa música, iniciou em 2003 sua coleção com DVDs musicais; só a partir de 2005 passou a comprar filmes e séries. 2009 foi o ano no qual começou a colecionar filmes em Blu-ray, sendo um entusiasta do formato. A coleção continua crescendo (e o espaço diminuindo), cada vez mais a favor de títulos com maior qualidade técnica e fartura de material adicional.