BD Resenha – A Felicidade Não Se Compra (Brasil)

A Felicidade Não Se Compra é provavelmente o filme que mais simboliza o Natal. Durante vários anos, este clássico (que é o filme favorito do diretor Frank Capra) vem emocionando pessoas com sua bela história e mensagem otimista.

O filme tem uma longa história no mercado de entretenimento doméstico e passou por alguns percalços. Depois de algumas versões em VHS, dentre elas uma de banca de revista, em 2000 A Felicidade Não Se Compra recebeu sua primeira edição em DVD pela Versátil; em 2004, a Paramount relançou uma cópia dos títulos da Republic Pictures, utilizando um master europeu de baixa qualidade e, neste meio tempo, a Cocôntinental lançou uma péssima edição em DVD e outra edição duvidosa em Blu-ray a um preço absurdo (fujam dela de qualquer forma).

Finalmente, para salvar os colecionadores de plantão, a Versátil High Definition lança a edição oficial com extras e áudio DTS-HD.

A edição lançada em dezembro de 2011 utiliza um master superior a qualquer um que já vimos aqui. A qualidade da imagem está muito boa e o filme recebeu uma transferência em HD 1080p em seu formato original 1.37:1. Não existem sinais de edge enhancement, mas em algumas cenas percebe-se uma redução mínima da granulação da imagem (indicativa de uso de Digital Noise Reduction), mas que felizmente não compromete em nada o resultado final. As legendas são brancas e bem legíveis (fonte Thaoma). Nos EUA, a edição foi lançada em dois discos, sendo que o disco dois é a versão colorizada (além de ter uma bela luva).

No quesito áudio, a edição nacional é superior à edição americana, pois juntamente com as trilhas Dolby Digital mono e estéreo, foi acrescida uma trilha inédita em DTS-HD MA 2.0, sendo as três em inglês (mesmo sendo um disco de camada simples). Infelizmente a dublagem em português, que existia na edição em DVD da Paramount, não está presente neste Blu-ray (nem na versão dos EUA que está num disco de camada dupla). Os menus são animados mas não musicados.

Como material adicional, recebemos os mesmos extras da edição norte americana (todos devidamente legendados), que são o trailer original de cinema (em HD) e um ótimo making of  de 22 minutos (em SD), inédito aqui no Brasil. O documentário, feito em 1990, consiste em uma pincelada geral na produção do filme, com depoimentos de Frank Capra e James Stewart. .

A arte da capa é face dupla, reproduzindo o pôster original de cinema e a face interna tem uma bela imagem do filme. A autoração ficou a cargo da ETC Filmes e a replicação pela Sonopress (o disco tem impressão lisa). Infelizmente não foi disponibilizada a luva (sobrecapa) que foi oferecida no produto dos EUA. Por favor Versátil, volte com as luvas nos títulos especiais.

CAPA

CONTRACAPA

CAPTURAS DIGITAIS:

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

.

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

.

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

Clique aqui para ver a captura da cena no antigo DVD da Paramount

.

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

.

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

Clique aqui para ver a captura da cena no antigo DVD da Paramount

.

Brasil – Versátil:

EUA – Paramount:

EUA – Paramount (colorizado):

Para finalizar, recomendo este clássico trazido pela Versátil, que vem tratando seus Blu-rays com muito carinho e evoluindo mais a cada lançamento. Este filme pode ser encontrado em diversas lojas pelo preço de R$ 49,90.

Tenho que parabenizar a Versátil que, como algumas outras produtoras independentes, está andando na contramão das majors e lançando títulos de qualidade a um preço justo. Continuem assim e tragam mais clássicos do cinema americano e europeu, com alta qualidade de imagem, som HD e muitos extras.

A Felicidade Não Se Compra(It’s A Wonderful Life) – 1946

 

Extras :

  • Making of; – 22:37 minutos (em SD)
  • Trailer de Cinema. – 1:48 minutos (em HD)

[Colaborou: Alexandre Prestes]

[Agradecimento ao Daniel Melo da Versátil por ter gentilmente cedido a cópia para esta matéria]

Link para a edição da Versátil:

http://bit.ly/afelicidade-bd 

Link para a edição da Paramount nos EUA:

---------------------------------------------------
Edições especiais em Blu-ray de clássicos do cinema recomendadas pelo BJC
(todos com legendas e áudio em português brasileiro):

Dificuldades em comprar na Amazon? Visite o nosso Guia de Compras no Exterior!

Categorias: Blu-rayResenhas

Tags: ,

Sobre o autor

Sem informações.
  • Jotacê

    Eu nunca gostei de colorização (sempre vi isso como sendo um artifício que prejudica a obra artística, ou como se alguém esculpisse uma sunga no David de Michelangelo). Mas tenho que admitir que depois de ver a colorização da versão dos EUA fiquei muito satisfeito com o trabalho, extremamente natural e de bom gosto.

    Fica uma nota para a Versátil que valorizou a arte original do poster na capa, mas que ao meu ver não serve como elemento de apresentação do filme hoje em dia. Essa arte original poderia estar em forma de card dentro do estojo, mas como capa usa elementos de Design muito datados, infelizmente.

    E de resto, ótima resenha e ótima iniciativa em trazer o áudio em HD! É isso que a gente quer! 😀

    • Thiago_Cidao

      eu já gosto muito das capas que usam a arte do pôster original. A Versátil está fazendo isso com quase todos os seus lançamentos desde o fim do ano passado. Bem melhor do que algumas capas horríveis que eles tinham.

      só podia ter um pouco menos de texto nessas capas, algo mais clean caberia muito bem

  • eraj1972

    Realmente louvável o que a Versátil está trazendo ao Brasil, qualidade e preço. Mas neste caso vou preferir a edição americana, que pelo visto traz legendas pt-br nos dois discos, tanto no original preto-e-branco quanto na versão colorizada. Ou seja, mais (conteúdo) por menos (preço).

    • Macabea18

      vc falou a minha lingua, eu quero a americana com as duas versões também.Não adianta, né? eles sempre têm algo a mais para nos oferecer.

  • SidneiNovais

    Parabéns! Apesar de ainda poucos títulos em BD, todos são de excelente bom gosto. Ainda aguardo o lançamento do filme "Os Inocentes" (1961) em BD no Brasil, quem sabe, pela Versátil.

  • Alvaroniten

    A Versátil é a única empresa que trata os clássicos como eles merecem.
    As edições da Versátil são verdadeiros documentos históricos do cinema.

    Tá na hora de um Digipack em Blu ray hein?

    E o estojo incolor pra valorizar mais as artes, desistiram?

  • viniciusmatos

    Apesar da belíssima luva, a edição americana usa aquele estojo eco não sei o que horroroso e não tem arte interna, então até nisso podemos relativizar as qualidades da edição importada.

    • Jotacê

      Muito bem observado! Estojo ECAlógico é deprimente!

  • Rafael Poggi

    Eu achei a capa nacional horrível, mas só isso de ruim mesmo. Parabéns a Versátil!

    Agora, essa história de colorizar filmes PB é horrível! Pensei que tinham parado com isso! Que horror! É pior do que converter filmes clássicos 2D para 3D!

  • gpieri

    Esse áudio em HD ganhou a compra para mim. Era a única falha da edição americana. Embora eu vá comprar a edição gringa mesmo assim.

    Agora eu espero que a Versátil continue lançando muitos BDs, em especial O Terceiro Homem, que carece de uma edição decente no Brazil.

  • Lucsaad11

    Parabéns a Versátil pela iniciativa e ao Frabrício pela excelente Resenha!!! Sei que da mto trabalho, ficou mto bom !!!

  • bbebianno

    Eu realmente acho que não se deve colorizar um filme em PB, até porque os cenários, roupas, maquiagens e por aí vai, foram feitas pra fotografia em PB, então sempre acho que não é uma boa, mas confesso a vocês que fiquei curioso em ver esse filme colorido, sei lá, uma curiosidade infantil mesmo, vejo esse filme desde criança, gostaria de ver como ficaria colorido. Ainda acho que a edição americana sai na frente, mas a brasileira está muito boa, inclusive pq tem o aúdio e a arte interna, que achei linda. abraços.

  • espiaocarioca

    Parabénssssssss pela resenha, muito boa mesmo!!!!

    Mas a capa EUA é belíssima (é uma das melhores e mais bonitas imagens de uma capa q já vi), é duplo, tem a versão à cores q não acho ruim, traz algo mais a obra. Só a embalagem ECO (que ainda não conheço) dá pra trocar por outra etc…

    Para mim é incontestável que a melhor opção seja ela, apesar da nacional ter sido feito um ótimo trabalho, é 1 disco e NÃO possui DUBLAGEM. Não tenho problemas mas isso pesa bastante, pois vejo ser quase fundamental por ser um lançamento nacional…