DVD/BD Resenha – Nine Inch Nails: Beside You In Time

Música “Burn” em HD!

Essa banda tem uma história na minha vida, e é umas das minhas bandas favoritas.

Tive a honra de trabalhar com eles no Festival Claro Que é Rock em 2005, que ocorreu em São Paulo, e pude acompanhar de perto essa produção inacreditável, uma das maiores e melhores experiências profissionais que já tive na minha vida.

Pude ver de perto como cada um dos 54 técnicos que vieram ao Brasil trabalham, a qualidade do material (alguns exemplos: 36 Apple Mac Pro’s, 3 Mesas de Áudio Digidesign, Painéis de Led de última geração), enfim, nada menos que 28 toneladas de equipamentos para um show de festival!

Saí do show como se tivesse sido atropelado, mas feliz com credenciais, baquetas, camiseta da equipe e palhetas de guitarra, além da memória para sempre de um show inesquecível.

O show apresentado aqui na resenha, trata-se da turnê “With Teeth”, a mesma que trabalhei.

Comprei o Blu-ray e o DVD juntos, logo que foram lançados, pois coleciono material ao vivo da banda, e ambos são impressionantes. Acho que são referência de qualidade, sonora e visual, mesmo pra quem não é fã da banda.

O DVD é apresentado em Digipak, com acabamento fosco, e o Blu-ray é Amaray simples, mas ambos com um encarte bem completo.

dvd_bd

Sobre a imagem:

Um show, como deve ser. A luz, design de iluminação é a melhor que eu já vi na vida. Nada se compara ao bom gosto e precisão do sistema de luz usado no show deles, em sincronia com a música, possível graças a equipamentos muito sofisticados.

O show é escuro na sua maioria, mas quando tudo acende… não se vê mais nada.

Junto a incrível luz, existem os painéis de LED estrategicamente posicionados no palco e no fundo, com animações incríveis, que junto com a luz fazem um show a parte.

Também marcante é a “cortina” semi transparente que eles usam a frente do palco em algumas músicas, que recebe projeção frontal de imagens, fotos e animações precisamente sincronizadas com todo o resto. Como na música “Beside You in Time”, onde Trent Reznor “quebra” a cortina com o pedestal, numa sequência de cair o queixo, que faz muito 3D hoje correr atrás do prejuízo, quando ele com o pedestal bate na cortina que se quebra com a animação, e junto das luzes e painéis de LED, parece que o palco todo quebrou. Só vendo pra crer.

A captação impressiona, com pretos incríveis, contrastes e tudo mais muito bem equilibrado. A qualidade e definição são de referência, com certeza entre as melhores que existem em shows gravados.

O formato é Widescreen 1.85:1 (1080p no Blu-ray), só que codificado em 30p, que não é um formato suportado pelo Blu-ray na época, o que fez com que a Microsoft e a Sonic Solutions tivessem que atualizar os softwares de autoração VC-1 exclusivamente para poder lançar o material do Nine Inch Nails, tamanha a qualidade desse Blu-ray.

Também falado por especialistas como Peter Bracke, da revista “High Def Digest”, dizendo que este show é o produto mais avançado tecnicamente jamais lançado em formato Blu-ray, e que é um “evento para gerações futuras”.

Tim O’neil da “PopMatters” disse: “O mais impressionante e meticuloso show em DVD/Blu-ray jamais lançado”.

Um show impressionante, de qualidade e precisão incomparável. U2, Madonna e afins tem muito chão pra chegar ao show do Nine Inch Nails no quesito precisão e bom gosto visual, na minha opinião.

Trent Reznor é uma pessoa extremamente exigente em tudo, o que faz nossos olhos se esbaldarem com tamanha qualidade de produção, ainda que relativamente pequena, num palco de proporções normais.

Eu que sou do ramo, sei o quanto é dificil, quase impossível ter a qualidade, precisão e quantidade de material que eles usam nos shows. Então só nos resta, pobres mortais, sentar e aproveitar o show.

cap_01

Sobre o áudio:

Demolidor. Não é para os fracos de coração, nem para sistemas simples.

A mixagem Dolby TrueHD 5.1 do Blu-ray é devastadora, extremamente bem gravada e com muita dinâmica, mais do que muitos sistemas suportam. Com graves abaixo de 20 Hz (aquele grave que só sentimos no corpo, não ouvimos) ao agudo dos eletrônicos e teclados, passando pela massa da guitarra, e o pilar do show, a bateria de Josh Freese, que marca pra sempre quem vê este show.

É um show para ser visto e ouvido em alto volume, é daquelas experiências que valem a pena incomodar os vizinhos. A mixagem surround predomina nos canais frontais, mas com uso dos surrounds em certos momentos, tudo com muito bom gosto e em coerência com o que acontece no palco.

O subwoofer, como eu disse antes, vai sofrer muito. Na música “Burn” existe um grave que vem dos teclados, que com certeza pode queimar seu subwoofer e suas caixas se elas não forem do porte para lidarem com graves a altos volumes.

Nine Inch Nails não é música para todos os ouvidos, mas pra quem curte rock e não conhece a banda, vai se impressionar, e pra quem gosta, é o registro definitivo da banda. Se fizerem algo melhor no futuro vai estragar, na minha opinião.

A gravação de shows de rock ao vivo é difícil, já que o palco é muito alto, tudo é muito alto, e poder separar essa massa para captação e mixar com um bom resultado é raro e difícil, para poucos, mas aqui temos um vencedor, de longe em todos os quesitos.

Temos trilhas em Dolby TrueHD 5.1 no Blu-ray, Dolby Digital e DTS 5.1 no DVD, e PCM estéreo em ambos.

Se pretende aterrorizar seu Home Theater com este show, vá direto no Blu-ray, que tem mais resolução na trilha HD.

Sobre os extras:

– North American Summer Leg: Contém 5 músicas gravadas na turnê de verão do mesmo show, com 3 músicas que não estão no setlist do show normal;

– Vídeos promocionais;

– Galeria de fotos da turnê, em Full HD. Espetacular;

– Ângulos de câmera em 3 músicas;

– Programa de otimização de áudio e vídeo, para melhor experiência sonora e visual, algo como o THX Optimizer, mas feito apenas pra esse show;

– Bonus Video Clips;

– 3 músicas filmadas em ensaios para a turnê;

Set List:

North American winter tour 2006

  1. Love Is Not Enough
  2. You Know What You Are?
  3. Terrible Lie
  4. The Line Begins to Blur
  5. March of the Pigs
  6. Something I Can Never Have
  7. Closer
  8. Burn
  9. Gave Up
  10. Eraser
  11. Right Where It Belongs
  12. Beside You in Time
  13. With Teeth
  14. Wish
  15. Only
  16. The Big Come Down
  17. Hurt
  18. The Hand That Feeds
  19. Head Like a Hole

North American summer tour 2006

  1. Somewhat Damaged
  2. Closer
  3. Help Me I Am In Hell
  4. Non-Entity
  5. Only

Music videos

  1. The Hand That Feeds
  2. Only

Studio rehearsals 2005

  1. The Collector
  2. Every Day Is Exactly The Same
  3. Love Is Not Enough

Conclusão:

Tenho orgulho deste show, pela história que a banda tem na minha vida, pela qualidade, pelo quanto gosto da banda e da música deles.

Um marco tecnológico, uma referência de áudio e vídeo. Para quem não conhece a banda, fica a dica de uma experiência sonora da pesada e visualmente deslumbrante.

Para quem possui um bom sistema de Home Theater, vai ser uma experiência incrível! Só lembrem que pode ser prejudicial ao sistema, vá com calma!

Absurdamente recomendado, com certeza meu melhor Blu-ray de show até hoje, pelo conjunto qualidade, musical, visual e gosto.

(Colaborou na revisão e diagramação: Bruno Cabral)

Links para o DVD e Blu-ray na Amazon.com:

---------------------------------------------------------------------------

Shows e musicais em Blu-ray legendados em PT-BR na Amazon:

Categorias: Blu-rayDVDMusicaisResenhas

Tags: ,

Sobre o autor

Julian Conde tem aproximadamente 300 DVDs (com algumas raridades como Silence of The Lambs e Robocop da Criterion Collection) sendo 90% importados Região 1, pois nunca aceitou comprar os DVDs sem recursos como o som DTS e com encarte nacional (quando tem), sem extras, como chegam aqui na nossa “tropicalização”. Criou um Formspring exclusivo para tirar dúvidas dos leitores do BJC sobre hardware.