Exclusivo: BJC entrevista PlayArte


Diretoria da PlayArte que concedeu entrevista ao BJC:
Wilson Zaveri (esquerda) e Maria Eliete (direita) [Foto: Jornal do Vïdeo]
.

O BJC foi gentilmente atendido pela PlayArte, que concedeu entrevista através de sua Gerente de Marketing Maria Eliete Moraes e de seu Diretor Comercial  Wilson Zaveri.

Mais uma vez, a entrevista foi feita por e-mail, o que prejudica algumas considerações e réplicas que seriam extremamente necessárias para elucidar REALMENTE algumas questões. Mesmo assim, resolvemos respeitosamente fazer alguns comentários sobre as respostas nas legendas das imagens que ilustram a matéria, mostrando de uma forma ou outra que continuamos sem entender as decisões da empresa.

Evitamos perguntas muito específicas sobre os produtos da PlayArte, tentando abordar de uma forma geral os principais assuntos. As perguntas foram elaboradas pela equipe do BJC.

Recomendamos também:

BJC – A PlayArte é uma das empreses do ramo de home video que por diversas vezes investe alto na apresentação dos seus produtos. Lembramos sempre das latas Cavaleiros do Zodíaco, DVD duplo de Sex and the City e Coração de Tinta (só prara citar alguns). Mas, paradoxalmente, insiste em lançar alguns filmes em DVD com aspecto de tela incorreto ou mutilado (em relação ao original), áudio 2.0 e sem extras. Em tempos de TVs widescreen e home theaters cada vez mais populares, por que isso ainda acontece com os produtos da PlayArte?

PlayArte – Procuramos lançar os principais títulos (filmes de cinema, grandes produções, lançamentos de filmes antigos pela 1ª vez em DVD, etc…) em formato widescreen com áudio 5.1. Porém, temos outros títulos que são mais direcionados a locação, títulos que não são produtos de colecionadores em formato fullscreen, pois ainda temos a grande maioria dos lares brasileiros com TVs normais (tubo). Dessa forma, o público alvo desses filmes tem uma percepção melhor do filme em tela cheia.


A cultura de locadora ainda tem grande influência nas decisões da PlayArte.

.

BJC – Como citamos na pergunta anterior, PlayArte já lançou ótimas edições de colecionador em DVD, como “A Bússola de Ouro” e “Freddy vs Jason”, que possuem apresentação primorosa, duplos, cheio de extras e receberam luvas belíssimas. Por que esta prática ainda não foi adotada para os Blu-rays?

PlayArte – O Blu-ray ainda é um produto muito caro (pagamos as autorações em Euros). No início tivemos que replicar os discos nos EUA e os masters são muito mais caros que as betas normais. Colocamos extras e todos os áudios disponíveis, mas o volume de vendas ainda é muito pequeno e, em função disso, não deixa nenhuma margem de lucro para a PlayArte. Se colocarmos luvas, disco de extras separado sem necessidade desde que caiba em um BD 50, teremos que aumentar o preço do produto que já é bem alto para o consumidor final.

.

Blu-ray de À Prova de Morte (PlayArte):
Autorado no Brasil
pela ETC Filmes e custando 90 reais [Link Saraiva]

.


Blu-ray A Queda! (Europa Filmes)
Autorado no Brasil pela ETC Filmes e custando 30 reais [Link Saraiva]

.

BJC – Segundo pesquisa da União Brasileira de Vídeo (UBV) o mercado de locação representa apenas 17% do faturamento das produtoras, enquanto o de venda direta chaga a 87% do total. Qual a opinião da PlayArte sobre a importância do público colecionador em tempos de decadência das locadoras?

PlayArte – Para a PlayArte os dois segmentos são importantíssimos. Mas no nosso caso a proporção não é essa, aliás, é muito diferente disso. Porém não trabalhamos os produtos pensando nisso, quando o produto tem perfil para o consumidor final, a nossa dedicação é ainda maior.

.


As locadoras ainda são clientes importantes da PlayArte.
[Imagem: patosonline.com]

.

BJC – Quando a PlayArte pretende lançar os filmes de catálogo em Blu-ray? Hoje apenas alguns lançamentos saem no formato.

PlayArte – Já temos alguns catálogos lançados em Blu-ray, lançamentos que não foram simultâneos com o DVD (Sex and the City, Premonição 1 e 4, A Bússola de Ouro, Coração de Tinta, Um Crime de Mestre, Viagem ao Centro da Terra, Ele Não Está Tão A Fim de Você, 17 Outra Vez e Hairspray) e pretendemos continuar lançando cerca de 2 por mês dos nossos principais filmes de catálogo nesse formato.

BJC – Uma das posturas da PlayArte mais criticadas por todos os colecionadores é a a separação de séries em volumes e os preços altíssimos cobrados por cada um deles. Esta estratégia tornou séries excelentes como CSI praticamente incolecionáveis pelo público brasileiro (lembrando que nos EUA a série não é dividida em volumes). Por que isso acontece e qual a possibilidade de reverter esta estratégia em próximos lançamentos?

PlayArte – Infelizmente, quando iniciamos o lançamento de CSI, tivemos que seguir a orientação dos produtores (Alliance) para que colocássemos o produto no mercado da mesma forma que o distribuidor da Inglaterra. Paralelo a isso, fizemos uma pesquisa junto aos nossos clientes (sites e magazines) e os mesmos acharam a idéia boa pelo fato de que dessa forma, a temporada completa não ficaria tão cara e que isso seria possível pois os episódios não tem um continuidade obrigatória. Como é um produto de colecionador, optamos por continuar dessa forma para não mudar o estilo de boxes.

.


Encalhe de boxes de CSI: melhor não vender nada do que lucrar um pouco meno$.

.

BJC – A Warner passou a distribuir alguns títulos da NewLine, entre eles “O Máskara” e “Seven“, que eram distribuídos pela PlayArte. Qual o impacto desta mudança para a empresa?

PlayArte – O impacto não foi grande no que se refere a DVDs porque já havíamos explorado muito bem esses títulos, mas eles fazem falta em nosso acervo de Blu-ray.

BJC – Enquanto outras produtoras independentes estão lançando Blu-rays entre 29,90 e 49,90, a PlayArte utiliza o valor de R$89,90 em seus lançamentos. Existe planos para baixar este valor, sem que o produto perca a qualidade? Ou seja, sem perder o áudio em alta definição, formato de tela original e extras?

PlayArte – Não temos no mercado lançamentos nesses valores, somente temos R$29,90 e R$49,90 em títulos de catálogo que estão sendo lançados agora em Blu-ray. A exceção é Tropa de Elite 2 e existe um motivo para esse preço. Os preços de lançamentos em Blu-ray “inéditos”, “simultâneos com o DVD” está começando a diminuir. Este mês estaremos lançando o Blu-ray de As Aventuras de Sammy a R$ 49,90.

.


Muitos colecionadores gostariam de ter Ponyo em Blu-ray.
Mas por 90 reais é quase impossível.

.

BJC – Uma das maiores críticas à PlayArte, é a falta de comunicação com os consumidores. Infelizmente, os e-mails enviados através do site oficial não são respondidos, o mesmo ocorre pelo perfil da PlayArte no Twitter. As pessoas acabam sentindo-se ignoradas pela empresa. Há planos para melhorar o atendimento neste sentido?

PlayArte – Nos tivemos sim um hiato interno para ajuste no nosso Departamento de Comunicação que já foi solucionado.

...

Link para edições de O Homem de Aço em Blu-ray com dublagem e legendas PT-BR e disco de extras limado no Brasil (envio com rastreio completo pelo frete mais barato)

Categorias: Blu-rayDVD

Tags: , ,

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção
  • kiddudu

    Nossa, sério mesmo que o volume de vendas tá pequeno? Por que será? =D

    • BelotoCabral

      HAHAHAHAHAHA!!!! Boa!!!

      • jefferock

        Rachando aki!

  • Excelente entrevista, mais um furo da equipe do BJC.
    Parabéns.

    E, como os próprios comentários feitos pelo BJC deixam claro, algumas das respostas não refletem a realidade, como a afirmação de que os BDs seriam caros por serem autorados fora do Brasil. Por que, então, aqueles autorados aqui não têm preço reduzido?

  • Derekk

    Puts a playarte ainda tem muito o que aprender.
    Eu tenho o dvd do excelente filme Match Point e o dvd é simplesmente um lixo:áudio 2.0 em inglês e português-formato de tela letterbox-sem extras-impressão porca do disco-e duas opções de capa que não valem nada se comparada a arte americana.
    E JC a entrevista está ótima mas eu vou te matar por você ter esquecido de perguntar o que aconteceu com os boxes de CAVALEIROS DO ZODÍACO que sumiram e sobre os dvds de Dragon Ball.
    Tô brincando viu JC e parabéns pela excelência do seu site.

    • RML7000

      boa…o CDZ era uma pergunta necessaria! gostaria de saber quando sairá em blu-ray!!!!???????

  • André

    O problema são sempre as respostas padrão que no fim, não respondem todas nossas dúvidas…

    – Ok, CSI precisou ser separado por questões contratuais e para ficar mais barato para o consumidor, mas desde quando R$ 99,90-129,90 é mais barato para o consumidor? O lançamento, neste padrão, não deveria passar de R$ 59,90 e, como está hoje, ficar R$ 29,90-39,90 mais tarde…

    – Não possuem lançamento a preços altos? Ponyo custa R$ 89,90, por exemplo!

    Além é claro, de não levarem em conta nossa opinião… Já xinguei muito no twitter, citando o @grupoplayarte e nunca obtive uma resposta se quer, nada… Nem para falar que estou errado ou algo do gênero!

  • RaphaelDVD

    Mais um exemplo clássico de "falou, falou, e não disse nada".

  • Apollo Creed

    Sr. Omar, de Todo Mundo Odeia o Chris, consegue representar os lançamentos da PlayArte em uma única palavra = "trágico"!

    Excelente entrevista, e pelo menos as respostas vieram completas, ao contrário da entrevista com Bermudez, em que ele ignorou algumas questões!

    Valeu pela Força!!!

  • Seria bem legal (é claro que não vai depender apenas do BJC) de um dia consegui uma entrevista através de um chat com colecionadores, onde a equipe do site iria filtrar as perguntas, e após a resposta do entrevistado(a) a equipe do BJC caso julgasse necessário, comente a resposta do convidado, porém como disse pra isso o outro lado tem que aceitar essas condições.

    Parabéns pela entrevista, e como sempre os executivos dessas distribuidoras/produtoras dão respostas evasivas. Grande post!!!

    • Leonardo Ferraz

      Vixe… seria legal uma entrevista dessas, mas eles não iriam responder a nenhuam pergunta. Se ficam saind pela tangente às perguntas de um site, quanto mais às perguntas diretas do consumidor final.

  • RafaelC_83

    A Playarte, a Imagem Filmes e a Universal acham que só tem lucro no mercado de locação… Acordem, pois quase ninguém está mais alugando filmes… Tem 2 casos no Brasil:

    1) Você baixa o filme, e se gostar compra pra tê-lo na estante da sala de sua casa;
    2) Aproveita os surtos das lojas virtuais e compra um filme que custa de R$ 89,90 por R$ 49,90.

    Então me respondam qual mercado está valendo mais a pena: o da locação ou dos colecionadores? Dona Playarte não aprende mesmo!!!

    • Leonardo Ferraz

      A foto de uma locadora à venda é excelente para mostrar isso. Eu nem sei mais se tem locadora perto da minha casa e a grandiosa (na época) Blockbuster que fica escondida atrás de prateleiras da Americanas Express. Nos dias de hj, locadoras servem para pessoas alugarem filmes e séries para copiar com qualidade caso tenham preguiça de abaixar rips do exterior.

    • VagrantBRA

      tem o terceiro caso também:

      de posse de um cartão internacional e um pouquinho de paciência, faça compras nas amazons e outras pagando metade ou menos do valor de edicoes porcas nacionais.

      ou ainda compre seinfeld completo e legendado por 160 reais enquanto vendem aqui no brasil por quase 900.

  • Quanta desculpa esfarrapada!

    DVDs mutilados, áudio 2.0 e sem extras: mercado de locação então aceita títulos com qualidade de TV aberta vendidos por mais de 100 reais? Por isso que as locadoras estão sumindo!

    BDs caros: pagam a autoração em euros? Ô mentira descarada! Ou a ETC não cobra em reais? E a desculpa do preço? Então é melhor fazer um produto meia-boca que não vai vender nada do que fazer um produto melhor com mais apelo comercial? Ah, e dizer que o preço base para novos títulos em Blu-ray não é 89,90 é mentira! Ou as listas da Visocopy estão todas erradas?

    Mercado rental x mercado sell through: "Para a PlayArte os dois segmentos são importantíssimos". Pena que alguns são mais (ou menos) importantes que outros…

    Séries desmembradas: "dessa forma, a temporada completa não ficaria tão cara". A pergunta que não quer calar: então porque ela fica???

    Então PlayArgh… continue com essa mentalidade de quem acha que está em 1998. Continue mutilando filmes, desmembrando séries e lançando BDs caros e pelados. Continue assim que meu dinheiro vocês não vão ver nunca! 😡

    • Jotacê

      "então porque ela fica??? "

      ROLANDO DE RIR LOL

    • Leonardo Ferraz

      Esse lance do CSI é o mais absurdo de todos. Tem séries completas que no lançamento acabam saindo a 99 reais (4 a 6 discos) e eles lançam 1/3 da série a 99 reais?!

      É desculpa de quem não quer admitir que está fazendo M@$#%…

  • dwmars

    Muito boa a entrevista

    Olha desculpa mais eu tenho que concordar com a primeira resposta, meu pais sempre dão zoom nos DVDs para ficar em tela cheia, mas não é só em filmes locadora que a playarte usa full.
    E a À Prova de Morte nos EUA vem junto com Planeta Terror. Isso que é querer ganhar dinheiro.
    A Playarte vai dar valor ao Home Video quando o Locadora Video for pro s#co.

    • Apollo Creed

      Locadora Video já foi pro "s#co" faz tempo… Onde está a atenção que os colecionadores merecem?

      Valeu pela Força!!!

      • dwmars

        Mais ainda se tem muitas locadoras espalhadas por ai, aqui na minha cidade mesmo ainda tem umas 6, a procura é muito pouco, mais ainda tem.
        Então eu acho que eles pensa "Se ainda têm vou aproveitar", porque para a Locadora tanto faz se o DVD ta no formato original, o que eles querem eh dinheiro, assim como a playarte.

    • SidneiNovais

      É que Planeta Terror aqui no Brasil é distribuído pela Europa Filmes.

      • dwmars

        É infelismente porque os 2 filmes foi pre-pensados antes de ser gravados nos DVDs.
        Porque tem uns trailers fakes entre um filme, como nos filmes antigos que aqui no Brasil já não têm.
        Mas ainda continua a frase "Isso que é querer ganhar dinheiro".

  • Absurdo a desculpa dada sobre o caso de C.S.I. Então o consumidor deveria se sentir privilegiado por poder escolher um volume qualquer de qualquer temporada, já que muitos episódios não tem continuidade de enredo, e assim não precisam gastar numa temporada inteira? Mas meu bom deus, o preço de um volume é o preço de uma temporada inteira de uma outra série qualquer de outras distribuidoras.

    Porra, ao invés de tentar explicar com desculpas ridículas que fazem pensar que eles acham os colecionadores burros, seria mais honrado simplesmente dizer que são gananciosos e aplicaram uma estratégia imbecil e pronto.

  • Nelson_bjc

    Está claro que a PlayArte sabe qual é o seu lugar. Ela não tem interesse em concorrer com as majors pelo consumidor mais qualificado. Já escolheu o seu nicho: o povão mal informado.
    Sendo assim, que não ponha suas patas nos clássicos e se atenha ao lixo hollywoodiano tipo Steven Seagal.

  • victoreassis

    Que respostas mais esquivas a respeito de CSI, desde quando dividir uma temporada em 3 volumes de 100 reais + ou – é ajudar na aquisição do consumidor? nem que cada box fique a 29,90 uma temporada completa sairia por menos de 90 reais. Um verdadeiro desrespeito aos fãs da série.
    Prefiro pagar um curso de inglês e importar os box, do que colecionar CSI no Brasil. Lastimável essa situação.

  • cristiano702003

    Baixando.

    • RaphaelDVD

      ???

      • Jotacê

        Ahahaha!

  • AllissonBH

    É uma pena a PlayArte não ter respeito por nós consumidores e colecionadores, acho que eles esquecem que nós é que temos o poder de trazer receita para a empresa deles. Como disseram na entrevista que a proporção entre locadoras e consumidor final é bem diferente pra eles é fácil de entender, pois com os altos preços praticados e produtos de qualidade pífia os consumidores finais pensarão 2 vezes antes de comprar tais edições, conheço vários colecionadores e a grande maioria é fã de CSI mas não coleciona a série por ser muito cara.

    Parabéns pela matéria Jota, esperarei por outras deste tipo!

    • ArthurOtaku

      O povão tb tem esse poder, e é maioria, mas nada justifica fazer dvd para tv de tubo

  • DLCV280495

    bela entrevista
    e uma coisa
    blu ray hj e barato, e q as distribuidoras, como a playarte, botam esse preço, pensando q e coisa lançado ontem…
    se for assim, pro blu ray fazer o sucesso definitivo aqui e dificil…

  • ArthurOtaku

    Da playargh só digo uma coisa Argh!

    Fazer dvd para tv de tubo em 2011 e lançar 2 bds por mês é no mínimo constrangedor, para não falar outra coisa…

    Eles acham q quem tem uma tv hd e blu-ray é rico, então tem q pagar 90 reais mesmo, pq na cabeça deles a classe baixa e média só tem tv de tubo em casa. O presidente da playarte deve ser um eremita de 90 anos, só poder ser!

    Agora não tenho a menor dúvida q a playargh é a pior distribuidora do país e não estão nem aí pra isso. Coitado de quem gosta de anime nesse país…

  • HCesconeto

    Fiquei chocado quando eu li isso,
    "Colocamos extras e todos os áudios disponíveis, mas o volume de vendas ainda é muito pequeno e, em função disso, não deixa nenhuma margem de lucro para a PlayArte."
    Qual empresa que vai fazer alguma coisa para não obter lucro? isso é desculpa de retardado!!
    como ela paga seus funcionários?? Como diria o narrador Silvio Luiz, "Meu deus do Céu"

  • Caio_

    o que me chateia é saber que o Jotacê torce pelo fim das locadoras.

    • Jotacê

      Não sou contra, nem torço pelo fim. Só penso que a cultura de locadora no Brasil é que detona com os produtos colecionáveis.

  • EmersonMH

    Ótimas perguntas (o BJC mostra mais uma vez que não puxa o saco de ninguém). Mas as respostas foram evasivas e até mesmo falsas. Espero que a PlayArte reveja seus conceitos e faça uma boa pesquisa com seu departamento financeiro sobre preço de venda x rentabilidade.

  • jamesedwart

    Boa materia,pena que as respostas da Playarte infelizmente é tudo enrolação.
    O disco feito do brasil e autorado sai um absurdo sendo que tem filmes da NBO a 29,90.
    Devira ser perguntado também porque o "Cavalerios do Zodiaco" no primeiro box teve a legenda baseada na dublagem, ausencia de extras e ainda o master igual da exebiçaõ de TV sem os titulos em japones e abertura alterada. Sem de falar que quase todos os filmes de catalogo deles são em Fullscreen ou Letterbox.Wide anamorfico para eles é novidade.
    Acorda Playarte.

  • Jotacê

    Você não pode comparar com a NBO, pois os Blu-rays dela possuem incentivos fiscais.

    A comparação tem que ser feita com a Vinny Filmes, ou com a Europa como foi ilustrado no post!

    • jamesedwart

      Fiz a comparação pois os discos também são autorados pela ETC filmes.

  • gpieri

    eu entendo os motivos da play-arte para aquilo que fizeram até o momento. mas o que antes era bom, agora é ineficaz. o mercado mudou e o consumidor se tornou conciente do produto que compra e do produto que ele quer comprar.
    o grande problema é que as distribuidoras não percebem que o tempo do VHS já acabou faz 15 anos, mas insistem em continuar a produzir as fitas em outra midia (sem extas, som 2.0, fullscream, e destinado para locação) creio que se eles mudassem o produto de um perfil de locação para um destinado ao consumidor final, com um preço menor, tal como nos estados unidos e na europa, as locadoras iriam comprar mais unidades de cada filme e atrairia o consumidor casual tambem.
    mas manter a mesma postura de 15 anos, que obviamente não funciona mais é muita burrice.

    • Marcelo Lopes

      Pode crer, a impressão que eles nos dão é que estão parados no tempo. Pelo que eles dizem, a grande maioria dos lucros deles realmente vêm de locadoras, o que não implica grandes ambições no momento. Então a mentalidade se mantém.

  • brunofm

    O preço dos CSI completos no Brasil, saem quase um intercâmbio de 2 meses nos us, reflitão rsss.

  • Rodrigo Tavares

    Muito bom voce ter conseguido esse canal com a PlayArte. Importante para ambas as partes (colecionadores-empresas) que esse canal se estreite. Mesmo tendo as locadoras como os principais clientes no momento essa realidade vai mudar nos proximos anos ou meses. Por aqui as locadoras tradicionais ja foram para o espaco faz tempo. Excelente post JC!

    Abracos!

    Rodrigo
    @rodtp

  • oursopanda

    Falou e não disse.

  • Com esta entrevista eu consegui concluir 3 coisas:

    1) Cada vez mais o BJC se consolida como um blog respeitado no mercado, formador de opinião e consistente na defesa dos interesses dos leitores.

    2) A PlayArgh é uma empresa desatualizada, estagnada e fadada ao fracasso, já que seus representantes nem sequer tem um canal de comunicação decente com o público, seja ele rental ou sell through.

    3) Nós colecionadores temos que continuar com essa luta diária e ardua, com o nosso guia BJC, contra os descasos e falta de respeito com o consumidor/colecionador, seja pela qualidade do produto, seja pelos altos preços praticados.

    Encerro por aqui dizendo, Que a Força esteja com Vocês (colecionadores) !

  • JulioHSM

    A excelente entrevista serviu para confirmar o que, aliás, todos já sabíamos, que a Playarte não está nem aí com os consumidores e, principalmente, com os colecionadores. Este papo de que clientes de locadora preferem tela cheia é rídicula. E se preferem mesmo, é culpa de produtoras deste tipo, que nivela todos por baixo, achando que por que têm poucos recursos têm que receber sempre o pior. É uma espécie de Bolsa-DVD para atender os pobres. Piro que nem os preços praticados sustentam as afirmações. Boicote neles!!!

  • Princess_Alice

    Ótima entrevista!
    Aiaiai, faz dois dias que gastei 90 dinheiros do meu salário pra comprar o Ponyo. Até perguntei pro vendedor se dentro do estojo vinha uma faca junto, porque é um absurdo esse preço!! E digo que é a primeira e última vez que pago esse absurdo por um BD simples. E paguei por prestígio ao Ghibli, pois acredito que infelizmente essa é uma chance única de ter um dos filmes do estúdio em BD.
    Por fim, aqui vai uma sugestão: em uma próxima entrevista, perguntem se eles não pretendem lançar outros filmes do estúdio Ghibli aqui no Brasil (como os aclamados Princesa Mononoke e Meu Vizinho Totoro, duas jóias que os brasileiros lamentavelmente não têm em suas coleções ):'(

    • Leonardo Ferraz

      Se não fosse a questão de legendas/audio em português e pelo fato de se região B, Ponyo está 13 libras na Amazon UK, numa edição de colecionador com cards e uma bonita arte interna. Ainda estou para comprar essa e aumentar minha coleção de BD que não consigo tocar por ainda não ter o @tectoyliberta.

      • Princess_Alice

        Nossa! muito linda essa edição! pena que já se foram os 90 dinheiros no nacional… se baixar sou capaz de comprar só pela embalagem linda (em que os cds completam a imagem), os cards e adesivos! Valeu a dica!:D

      • anaclavi

        deve ser um filme muito bom, mas do que se trata? é sobre um cavalinho? aqueles poneys que os fazendeiros compram para seus filhinhos? nunca vi esse filme.

        • Leonardo Ferraz

          err… não. nada de pôneys. rs

          Em suma, uma princesa do reino submarino se apaixona pelos costumes dos humanos e por um garoto que chega a salvar sua vida em um certo incidente. Só que o pai da princesa acha tudo isso um absurdo e ameaça o mundo dos homens. Cabe ao garoto e a princesa salvar a situação.

          Normalmente os filmes do Hayao Miyazaki acabam tendo muitas referências à lendas japonesas e animais míticos que as povoam. Na mesma linha de Viagem de Chihiro e o Castelo Animado (também do Miyakaki).

  • Simon_Elessar

    Que bom que a Playarte se dispôs a responder à entrevista.
    Mas é lamentável ler as respostas. Dão voltas e não chegam a lugar algum.
    A desculpa dos preços de BD não cola… se a autoração é nacional em muitos casos porque o preço não é menor??
    Muita gente tem TV de tubo? Sim….mas eu sempre assisti a filmes wide na tv de tubo e nunca achei ruim.
    O que custa manter o aspecto correto de tela nos DVD's??
    Até quem vê pelo notebook fica prejudicado com o maldito formato 4×3.
    Nisso eles não pensam.. Visão de quem não pensa no futuro..e sim no passado.
    mas enfim…

    Parabéns pela entrevista Jotacê!!

  • MagoGates

    A primeira resposta já mostra a falta de conhecimento deles. Ora bastava por os filmes em WIDESCREEN PANSCAN que teria o mesmo efeito nas tvs 4×3. Porque o que percebo em alguns dvds 4×3 da Playarte é que eles capturam a imagem com um recorder vagabundo qualquer. Têm alguns dvds que chega a ter interferência de cabo mal conectado na imagem!!!! É SURREAL!

  • Majjesty

    Esse esquema ai de separar temporadas em volumes, é uma palhaçada… é querer meter a faca mesmo e achar que colecionador é idiota, que vai comprar qualquer coisa, por ser colecionador!!!! E que conversa de maluco é essa que dessa forma, dividindo em volume, a temporada completa não fica tão cara? Fumaram alface, orégano? Só pode… fica cara, e cara d+++++++++++++++++++!!!!!!!!!! CSI que continue na prateleira até cair a ficha dessa turma da Playarte!!!!!!!!

  • O positivo é que eles responderam as perguntas,
    o negativo é todo o resto.

    Fico mto triste que uma série do calibre de CSI não seja colecionável no Brasil.
    Hoje em dia, que as produtoras prezam pelo espaço(foi-se os digipack belíssimos de séries para um Amaray 4 discos), não dá para colecionar CSI. Ocupar espaço de 03 onde poderia estar apenas um.

    O jeito mesmo é esperar os BDs e comprar fora.

  • Parabéns equipe do BJC, mais uma entrevista que elucida alguns fatos sobre o mercado de home video nacional e ainda mostra a força dos colecionadores perante as produtoras.

    Abraços.

  • rnjr

    Parabéns pela entrevista! Fiquei fã de CSI assistido pela TV e pensava em começar a colecionar, mas, jamais pagaria uma fortuna pra ter um filme em tela cheia e audio 2.0! Sabendo que existem séries completas custando até 199,90 em promoções, não dá pra comprar 1/3 de apenas uma temporada custando 129,90. Agora é esperar que a série termine, tenha uma boa promoção e vá, antes, pra uma outra distribuidora, pra que fique com preço mais justo.

  • É por essas e outras que boicoto a maioria dos produtos novos distribuídos pela PlayArte. Essa se importa muito com os clientes.

  • Rafael Poggi

    noosa! onde esse pessoal vai catar essas respostas esdrúxulas??? Queria ter acesso a essa pesquisa que ela diz ter em mãos… deve ser incríveil! é de outro universo!!!!

  • Fabio220

    'Este mês estaremos lançando o Blu-ray de As Aventuras de Sammy a R$ 49,90.'

    A Sammy do nosso Fórum fez um filme e a gente nem sabia. <anima>

    • CarlosValente

      é uma animação, contando a história de uma tartaruguinha! creio que é uma animação belga. não tenho certeza disso!

  • BelotoCabral

    Miseráveis!
    Essas respostas na verdade são conversa pra boi dormir, isso sim! Lamentável….

  • DuduDigital3D

    Cada produtora e sua estratégia de marketing. Mas juro que hoje em dia eu entendo poucas delas.
    A PlayArte tem vários lançamentos que são interessantes, mas poucos eles realmente investem. Eu não teria certeza sobre a questão do preço do BD. Como se outras produtoras conseguem colocar um BD por 40 ou 50 reais? Acho que pensam demais em faturar e não veem onde investir corretamente.

  • dj_edinho

    Sabe têm coisa muito estranha em CSI ! Ou a Record pagou para eles venderem bem caro para eles pouquisimos comprarem, ou os diretores da Playargh são pastores da Universal!

  • anaclavi

    olha meu amores, eu vou falar uma coisa para vcs, a minha mãe odeia filme com aquelas telas pretas em baixo e em cima. Se tiver passando um filme assim ela fala que estragaram o filme e não assiste de jeito nenhum. Uma amiga minha também odeia, minha irmã nem se fala. Quando eu passei um filme em bd para elas assistirem elas me falaram que nao ia assistir filme estragado. Eu também pensava sim e achava maravilhosamente toda aquela tela cheia preenchendo toda a tv igual um cinema. Agora que to começando a me acostumar com essas telas pretas mas ainda me incomodam.

  • anaclavi

    Então acredito que realmente as distribuidoras buscam o maior público. Minha mãe sempre fala que eu comprei uma tv chique para perder a metadade da tela. A minha vizinha veio ver o bd que eu tinha passado e ela perguntou se minha tv tinha estragada, pois nao aparecia a imagem. Eu disse que filme com aquelas telas pretas é que era chique, pois era formato de cinema. Elas me falaram que no cinema a tela é cheia, nem perdi tempo. Portanto, acho que as distribuidoras estão corretas, pois elas visam o público doméstico.

  • anaclavi

    Só os colecionadores (acho que nem 1% da população) que fazem questão do formato original. Quando eu comprei meu blu ray em 12 vezes sem juros eu esperava ver o filme enchendo toda a tela, pois queria ver uma imagem maravilhosa na tv. E quando eu comprei Avatar eu fiquei maravilhada e achava que todos os filmes deveriam ser assim. Eu ainda sou meio reticente com as telas pretas mas já vi algumas fotos que realmente perde imagem, por isso to engolindo um pouco mais as telas pretas que eu odiava em dvd.
    Vc acha que a 99% por cento da população que assistem dvd piratas vão querer tela preta atrapalhando. Eu acho que as produtoras estão certíssimas, pois ela visam o lucro e não agradar pouquíssimos colecionadores. Não estou puxando saco mas essa é a regra do Brasil. Se eu tivesse uma distribuidora também agiria assim, da mesma forma que qualquer um.

    • Três coisinhas:

      – No controle da sua TV maravilhosa deve existir um botão que pode ajudar muito quem, como sua mãe, tia, vizinha, etc., não quer assistir um filme conforme seu diretor o concebeu: ZOOM! Só que, para desgosto de quem realmente aprecia cinema, não existe nenhum botão capaz de salvar um filme mutilado pela distribuidora. Entende agora o porquê de tanta reclamação?

      – Esses 99% da população que assistem filmes piratas (declaração sua) não são clientes das distribuidoras, uma vez que eles não pagam absolutamente nada pra elas. O certo é que essas distribuidoras investam no público que de fato dá dinheiro a elas: nós, os colecionadores. E não é com preços abusivos e produtos de quinta que vão conseguir.

      – Tá mais que na hora de se educar as pessoas sobre as diferenças de aspecto de tela e que as barras pretas existem por um motivo. Pensar que se perde imagem só porque a tela da TV não é totalmente preenchida é, em pleno 2011, inaceitável. Como diria o ET Bilu, busquem conhecimento!

      • Marcelo Lopes

        Pode crer… Ninguém lá de casa nunca reclamou das tarjas. Até porque seria ilógico. O que é melhor, filme com tarja em uma 42" ou sem tarja em 29"? Com certeza a primeira opção, a tela já é maior!!! E se alguém vem me falar que filme mutilado é melhor que inteiro, toma um "socolho".

        Ou, uma alternativa um "pouquinho" mais cara que o ZOOM: Philips Cinema 21:9.:x

      • anaclavi

        avatar não precisa de tela preta alguma para a imagem ficar maravilhosa, eu nao estou dizendo que eu sou contra, mas a realidade do povo não é a mesma sua que pode comprar uma tv como a minha a vista como se compra um litro de leite, enquanto eu tive que suar para comprar em 3 vezes sem juros. vc acha que o povão vai ter a mesma mentalidade que vc?

        • – Avatar foi filmado em 1:85, por isso preenche a tela toda numa TV 16:9. Isso foi escolha do diretor. Outros filmes são filmados em 2.35, também por escolha do diretor. Cortar as laterais para transformar 2.35 em 1.85 (ou, pior, em 1.33) é um crime que estraga a composição das cenas conforme foram concebidas. Procure saber mais sobre o que é widescreen; aqui mesmo no BJC tem um artigo a respeito.

          – O "povão" compra DVD-R no camelô com um release CAM baixado da internet e não acha ruim; logo, o gosto popular não serve como parâmetro. Mesmo com esta justificativa, o dever da distribuidora é manter intacta a obra cinematográfica que eles vendem, até mesmo para o "povão" se educar e apreciar os filmes conforme foram concebidos. Ou você acha que se deve nivelar por baixo?

          • anaclavi

            entendido, vou procurar ler mais sobre isso aqui nesse site.

            obrigada pela dica

            beijinhos, ana

            • Marcelo Lopes

              Quem dera eu tivesse comprado a vista, eu comprei a perder de vista, isso sim… E ainda paguei caro de burro, pois meses depois caiu pela metade do preço. :'(

              Eu tava brincando quanto a TV Cinema 21:9. 😀 Essa nem que eu vendesse um braço…

  • CarlosValente

    só rindo mesmo! ridículo isso tudo!

  • CarlosValente

    essa coisa de dizer que os episódios de CSI independem uns dos outros é idiotice. pra mim, esses caras nunca acompamharam a série. porque a evolução dos personagens está ali, a cada episódio! algumas histórias não se completam num único episódio. até mesmo se alternam entre eles. uma das mais incríveis é do assassino da miniaturas. o caso só vai ser solucionado muitos episódios depois.

  • CarlosValente

    por que sarah é chamada pra trabalhar na equipe, após a morte de um deles, da equipe, a moça recém admitida, logo inicio da série? porque era conhecida do gil. o romance dos dois também se alastra por muito episódios. a história da catherine… pra se ter o entendimento dos personagens é preciso acompanhar cada episódio! eles não são soltos e fechados em si como querem que acreditemos esse povo da Playarte. é ridículo. até mesmo o episódio dirigido pelo Tarantino, com o Nick sendo enterrado vivo,dividido em duas partes, eles lançaram em separado. pra fazer dinheiro! foi o único que comprei!
    acompanhei uma boa parte da série pela tv paga. como não havia visto o início, baixei a primeira temporada pra poder entender o que se passava.
    esse pessoal da Playarte, realmente não sabe de nada! e, tenho quase absoluta certeza, que nunca acompanharam a série!

  • chbossan

    CSI é uma serie q me parece bacana, e jamais estará na minha estante enquanto continuar sendo lançada dessa maneira, eu prefiro nem assistir..

    Eu continuo dizendo, SEMPRE QUE POSSIVEL COMPRE PRODUTOS IMPORTADOS

  • Marcelo Lopes

    Entrevista show. Pelo menos a iniciativa deles de abrir diálogo. Mas aí empregam a velha arte de falar e não dizer nada.

  • anaclavi

    ai que horror, taá vendo, nao é so minha que nao gosta das telas pretas, vc também não, né? mas olha meu amor, como foi bem explicado as telas pretas fazem parte do formato de como os filmes foram feitos. tem um post na net falando sobre isso,quer que eu te passe?

    beijinhos

    ana clavi

  • androidex

    Espero que eles melhorem seus lançamentos (no quesito qualidade)

  • Caio_N

    Dica para a senhora Play Arte, me baseando na lógica cíclica: por que ninguém compra? Porque está caro. E por que está caro? Porque ninguém compra. E assim por diante. Depois do que a NBO faz não há mais desculpas por parte das majors para não reduzir os preços e melhorar o conteúdo de suas mídias.

  • Caio_N

    Jotacê, podia ter perguntado quando é que eles, mesmo querendo meter a mão no bolso e fingindo que querem saber a hora, vão lançar os filmes do Miyazaki aqui. Quase todos inéditos!

    • William_Thacker

      Deixar esses filmes (do mestre Miyazaki) nas mãos da Playarte é um sacrilégio. Já imaginou se os Studios Gibli descobrem que as licenças estão nas mãos de alguém que autora filmes pensando nas tvs de tubo?

      PS: não comprei o filme. :/ aliás, tenho mais de 30 títulos, entre eles nunca comprei um filme de 89.90, todos que tenho foram promoções que paguei no máximo 40 reais, com exeção de Aliens e Máquina Mortífera ambos da UK em que paguei 65 reais em cada box. 🙂

  • ricktreze

    Queria muito comprar À prova de morte. Mas a 90 reais não dá de jeito NENHUM. :/

    • RicardoFeitoza

      Ou esses diretores sao muito estupidos ou eles acham que nos somos! Fala pra ela que provavelmente quem tem tv de tubo sao os que estao comprando 5 dvds por R$10

  • kranken

    Playarte lança Dragon Ball e não poem opção pra compra em box… pra mim é PlayFAIL

  • The subsequent time I learn a weblog, I hope that it doesnt disappoint me as a lot as this one. I mean, I do know it was my option to learn, however I truly thought youd have something interesting to say. All I hear is a bunch of whining about one thing that you could possibly repair in case you werent too busy searching for attention.

  • Daniel Vieira

    Não entendi o caso de CSI, o preço mesmo em boxes separados continua sendo uma facada, se colocassem tudo junto seria quase 200 reais por box (lançamento)..

    • Concordo com o pensamento.

      Ela até tentou ganhar alguns pontos ao mencionar a padronização dos box, mas foi lamentável o relato de que a “temporada completa não ficaria tão cara”.

  • caiomatrix

    Foi só ver CSI pra dar vontade de chorar. =/
    É triste pensar que talvez não veja um seriado tão bom por pura falta de vontade da PlayArte.

  • gutolimasantos

    Excelentes perguntas da Equipe BJC para desprezíveis respostas da PlayArgh. A regra geral das empresas no Brasil é desrespeitar o consumidor e reclamar do mercado em que atuam. Lastimável que sejamos obrigados a recorrer à amazon em busca da qualidade que merecemos.

  • William_Thacker

    Comprei um BD Playarte que ainda está na promo da Saraiva (2×1): Ponyo. Esperei muito tempo pela promoção porque achava o preço abusivo, e ainda acho para um não-lançamento, 89,00 reais.

    Achei os extras poucos e bons, a imagem, ótima, áudio, idem, mas me surpreendeu o fato de não ter a versão em inglês com a dublagem de Liam Nesson, Tina Fey, Mat Damon entre outros.

    Pelo preço de tabela deveria de ter ainda o áudio em espanhol que é perfeito.

    Fica a indignação com o conteúdo X preço.

  • tom

    A PlayArte tá se afogando nas próprias desculpas e limitações. Uma pena.

  • Luiz Guilherme

    :-/ odiei o fato de ter descontinuado dragon ball. Se não sabe trabalhar num faz porra.

  • Visconde – Dom Raulzito

    Se o custo da autoração em BD é em EURO, eu posso autorar e cobrar em DILMAS e com um valor bem acessível, só pelo gosto da atividade e a replicação ficaria a cargo das empresas já responsáveis….. Assim, quem sabe, os BDs não fiquem com preços convidativos…..