A decepcionante replicação de Blu-rays no Brasil

Colecionador brasileiro SOFRE!

Este post, além de um registro do início efetivo da replicação de Blu-rays no Brasil, é um alerta aos colecionadores brasileiros. Os trabalhos que teoricamente deveriam ter iniciado em novembro de 2009, só agora começam a resultar nos discos que chegam até nós. E as notícias, mais uma vez, não são boas.

Primeiramente, tínhamos esperança de que os preços dos Blu-rays seriam reduzidos quando da chegada da replicação nacional (se você não sabe, os discos vendidos aqui eram – e ainda são em muitos casos – de fora, sendo somente embalados em Manaus). Mas, como sempre, o mercado de home video no Brasil nos aplica uma pegadinha. Algumas produtoras como Sony e Paramount não arredaram pé e, de maneira inexplicável, continuam com os mesmos preços de quando os discos eram importados.


Blu-ray 100% nacional de G.I. Joe tem o MESMO PREÇO de um vindo de fora (e apenas embalado aqui).

Felizmente Disney e Warner começaram a baixar preços (pero no mucho). E o que é mais importante nesse caso: os lojistas estão repassando os valores das novas tabelas.

Mas não é só a questão do preço que decepciona neste início de replicação brazuca. O pior MESMO vem agora: a qualidade dos discos produzidos é muito baixa, com problemas sérios de impressão no selo e de qualidade das mídias. Para que isso não pareça uma acusação infundada, mostraremos a seguir exemplos e casos que chegaram até nós do BJC nessas últimas semanas:

1 – O caso Paramount e Soma dos Medos :

O nosso parceirão e veteraníssimo DVD Magazine publicou no final do mês passado uma imagem comparando o Blu-ray de “A Soma de Todos os Medos” feito lá fora com o produzido aqui pela Videolar.

Segundo Edinho Pasquale o disco nacional é praticamente transparente, sem a aplicação da camada cinza tradicional dos discos da Paramount. Vejam a imagem comparativa:

É uma grande ironia do destino um filme com esse nome apresentar tantos problemas em Blu-ray!

O colecionador mais veterano que está lendo este artigo agora deve lembrar desses discos prateados na parte superior, que eram muito comuns no início da replicação de DVDs. Além de serem mais feios que encoxar a mãe no tanque, esses safados mancham sua superfície só de respirar perto. Se olharmos  bem o título e os logotipos, parecem impressos numa máquina xerográfica.

Como se isso não bastasse, o DVD Magazine teve problemas com a reprodução desse título e no disco de Stardust (testando em mais de um player), que simplesmente não funcionaram. O leitor Carlos Quintão também relatou problemas semelhantes no Twitter. Portanto, se você comprou esses dois Blu-rays recentemente CORRA e teste AGORA para ver se está rodando. Caso contrário deverá entrar em contato com a Paramount para efetuar a troca.

2 – FOX e a impressão Microserviceana:

Está lá no nosso Fórum! Impressão borrada, ilegível am algumas partes neste Blu-ray de Avatar. Como disseram no Twitter, feita no modo econômico:

Clique e amplie para ver o que é um Blu-ray feito no Brasil

Agora compare com a impressão do disco do Reino Unido (que nem tem uma impressão tãããão boa assim):


Perto do nosso, esse disco tem até o selo em Full HD!

Abaixo mais um da FOX/Microservice. Agora o Independence Day replicado aqui na terra do macacão. Batizei esse de Blu-ray CRESPO. Alguém disse que dá pra lixar unha nele:

Esse nem precisa ampliar para ver o nível de qualidade!

3 – Sony e a bagunça nos códigos de região:

A maioria de nós, meros colecionadores, já aprendeu que as regiões de DVD são representadas por números e as de Blu-ray por letras. Aí vem a Sony, praticamente DONA do formato do raio azul e produz o Blu-ray com código de DVD. O leitor Marcelo Xavier, autor da imagem abaixo, até pensou que tinha comprado gato por lebre (mesmo com o logo do Blu-ray no disco, ele ficou na dúvida). Mas no final era BD mesmo. Simplesmente lamentável:

E não é só esse não! O leitor Alexandre Prestes percebeu a mesma mancada no Blu-ray de Dante’s Inferno:

Sei que o processo de produção de Blu-rays no Brasil está no início e tudo mais. Mas não dá pra aceitar erros tão primários desse tipo das produtoras. Como sempre lembro, o preço dos Blu-rays no Brasil é MUITO MAIOR do que deveria ser e não há desculpas para que o produto seja de qualidade inferior. As máquinas que fazem a replicação não custaram barato, e são as mesmas que outros centros de produção utilizam mundo afora.

Imaginem se a qualidade está nesse nível na replicação, o que virá quando a autoração for feita aqui. SERÁ A TREVA!

AINDA BEM que existe a possibilidade de importarmos os discos com opções no nosso idioma. Se você valoriza a sua coleção e preza pelo seu dinheiro, não tenha dúvida: faça a opção pelo importado, que além de ter melhor qualidade, é vendido pelo preço justo.

-----------------------------------------------------------------------------------

Blu-rays preferidos pelos leitores do BJC (todos com legendas em português brasileiro):
Dificuldades em comprar na Amazon.co.uk? Visite o nosso Guia de Compras no Exterior!

Categorias: Blu-rayDestaqueNotíciasProtestos

Tags:

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção
  • Bizarro!
    As vezes me pergunto se essa falta de tato é apenas no Brasil.

    Morri de rir no lixador de unha, uheuheuheuheuhe…

    ótimo post!

  • Pingback: Tweets that mention A decepcionante replicação de Blu-rays no Brasil | Blog do Jotacê -- Topsy.com()

  • Sem palavras… Por isso que o Brasil ainda não atingiu o nível de país de 2º mundo… Amazon, aí vamos nós :@

    • e nunca atingirá

    • Agora no Brasil lançaram blurays com sarampo. Nenhum lugar tem igual …

    • Só fazendo um comentário sobre o termo 2º mundo… tal termo já entrou em desuso. A "teoria dos mundos" já foi deixada de lado há alguns anos.

      • Pois é e mesmo dentro da concepção da "teoria dos mundos" os 2º Mundos seriam os países socialistas. Hoje o mundo é dividido entre países ricos e os países chamados emergentes ou em desenvolvimento.

  • E assim…minha vontade de atualizar meus filmes pra BluRay nesse momento…diminui mais de 80%.

    Quem sabe daqui a uns anos.
    Imagina, CARO e ainda porcos.

    xô !!!

    • Natal_RN

      comprei um Blu-Ray 'Alice no país das maravilhas", na capa diz que produzido em Manaus, mas já no disco diz que foi nos EUA. da pra entender?

  • Putz….. a situação está pior do que imaginava.
    Já havia visto os discos de Independence Day e This is It. Pensei fossem casos isolados.
    Preocupante isso. Péssima qualidade e preço pareado com os importados. Incrível.
    O esquema vai ser ignorar a replicação nacional e continuar com as políticas de importação.

  • A qualidade dos DVDs hoje em dia se comparando com os do inicio da "era dos DVDs" é horrível!

    Infelizmente parece que querem seguir o mesmo caminho com os BDs! Só espero que os fervorosos apelos dos colecionadores dêem algum resultado na manutenção de um certo padrão de qualidade!

    Se as produtoras como a Universal por exemplo não escutam, vamos chamar a atenção das matrizes internacionais para o fato de seus nomes serem manchados por suas "representantes nacionais"!

  • Um dia ainda vamos rir disso.. tenho essa esperança!
    =]

  • brunofm

    Muito bom esse post, com ótimo humor em meio a tamanha tristeza. Eu que comprava a grande maioria dos blus no Brasil, to correndo contra o tempo para pegar a maioria que queria e saiu antes da replicação nacional, cancelei o crespinho de independence day (e olha que tava barato) e vou fugir mesmo dos novos, se a qualidade é baixa o preço deve ser ainda mais baixo, já pagamos caro e não devemos aceitar esse tipo de coisa. A maioria tinha qualidade de importado, agora pagar o mesmo preço por algo inferior, não vai ser comigo. É por isso que esse blog é tão importante pra quem coleciona, pois a pessoa pode fazer bem melhor suas escolhas. Algo que nunca quis é comprar em mercado livre, ebay e etc, mas se continuar assim vai ter que ser, além da amazon e outras lojas fora. Os nacionais vão ter que provar o contrário pra ver meu dinheiro. Pode parecer bobagem uma impressão no disco, mas não devemos aceitar uma coisa dessas sem redução significativa dos preços.

    • Isso pois para afastar o grande fantasma dos colecionadores: o pirata original.

  • Ótimo post JC! Infelizmente no nosso país sempre existe uma pegadinha ou sacanagem por trás de tudo para se levar vantagem, lamentável. Isso me lembra também a situação da gasolina no país, que mesmo sendo praticamente auto-sustentável, pagamos horrores por ela. No DVD, e agora BD, é a mesma coisa.

    É por isso que minha coleção de BD, 95% são importados, devido a qualidade e preço justos. Protestando é a nossa forma de não deixar isso passar batido.

  • "AINDA BEM que existe a possibilidade de importarmos os discos com opções no nosso idioma. Se você valoriza a sua coleção e preza pelo seu dinheiro, não tenha dúvida: faça a opção pelo importado, que além de ter melhor qualidade, é vendido pelo preço justo."

    Isso resume tudo. Se as produtoras e distribuidoras estavam preocupadas com as quedas nas vendas dos DVDs nesses últimos anos, agora sim é que ficarão realmente preocupadas. Colecionadores que querem qualidade comprarão boa parte de seus discos de fora, com legendas em nosso idioma, e deixarão de lado as cópias porcas nacionais.
    Essas empresas, ao invés de investirem em qualidade no começo da vida do formato, para atrair mais consumidores, fazem essas lambanças. O consumidor leigo pode não se preocupar com essas coisas. Mas o experiente sabe que consegue produtos melhores e mais baratos de fora, e é esse tipo de cliente que é o maior comprador do formato no início de sua popularização. Do jeito que tá, só vai demorar cada vez mais pro Blu-ray emplacar no Brasil.

  • Se já passaram por isso com DVD, pq repetir os erros no BD???

  • Leandro

    Erros primarios, preços altos, sem duvida nenhuma mas as vezes fico pensando no que tem demais um label super bem feito ou uma capa mega foda se o conteudo for uma bosta ou não vir extra(de qualidade ou interessante) nenhum? Acho que o que realmente importa é o conteudo e isso ainda não nos foi tirado. Deve-se sim manter o conteudo intacto e ter boas impressões na capa e label do disco. Sou do tipo de pessoa que também gosta de ficar vendo a capa, as vezes o label mas pra quê? 99,9% do tempo os discos ficarão dentro da caixa ou dentro do player e a caixa ficará na estante. É claro que ninguem quer as impressoes feitas em papel de embrulhar pão e em Preto & Branco mas se o minimo for feito, então não vejo problema se o conteudo for mantido igual ao original.

  • Olymphat

    Esse "Avatar" da foto, com essa impressão, é pirata! Só pode ser…

    Tudo bem que a replicação está começando, mas realmente não dá para coloca região 4 em um BD. É um erro tão primário, que chega a ser grotesco e absurdo! O erro não é só de quem imprimi, mas também de quem autoriza e não revisa. Sinal que estão nem aí para o consumidor …
    A Fox também tem mania de colocar os seus BDs, na capa, como região A, mas o disco é ABC (os dois "A Era do Gelo", "Operação França" e "Demolidor" são assim). Aí não chega a ser tãããão ruim, mas também não é o ideal.

    Torço, sinceramente, que a coisa melhore. Quero substituir meus DVDs por BDs, mas como nem tudo é lançado lá fora com áudio/legenda PT-BR terão títulos que terei que adquirir aqui.

  • Pior de tudo é que eu tenho que morder a língua, porque no ano passado falava que a replicação nacional iria popularizar o formato por aqui por causa da queda dos preços. Mas o que aconteceu? Os preços não caíram, a qualidade piorou e o consumidor médio ainda nem sabe o que é Blu-ray ainda.

    Pelo menos existe uma alegria: ainda bem que estamos na região A! Que a Amazon nos salve!

  • O que for possível trazer de fora, como legendas em pt-br e, talvez, áudio também, melhor. Isso sóvai valorizar a coleção. Quando eu entrar no mundo azul (esse ano ainda), não pensarei duas vezes. Aliás, já tenho meu primeiro BD, ICE AGE 3, que meu primo trouze para mim semana passada. Só não to doido pra assistir porque tenho um RIp de 1080p e já vi a qualidade do bichinho…

  • Entre toda a minha revolta, expresso aqui a produnda admiração ao belíssimo post. Muito bem escrito, engraçado de tão irônico, fotos perfeitas e de alta qualidade… Espero um dia escrever tão bem assim! 😀 Parabéns para o autor do post!

  • Enquanto não for possível piratear BDs, o preço não vai abaixar, seja autorado/replicado aqui ou na China. Se Avatar está vendendo os tubos por 80 contos e nenhum extra, que moral o consumidor tem para reclamar do preço ou da qualidade do produto?

    Eles lançam de qualquer jeito, o público compra de qualquer jeito. E quem conhece e entende um pouco do assunto (nós?), é fortemente incentivado a importar. E tem sido assim faz um bom tempo.

    Se queremos mudar o mercado nacional, precisamos mudar nossa postura de consumo. Isso significa sufocar as lombrigas colecionistas, não comprar lá fora (muito menos aqui), educar o consumidor comum, divulgar as burradas, elogiar os acertos e cobrar qualidade.

    Acho que o BJC e outros blogs já fazem uma parte disso, mas um trabalho de formiguinha e vai demorar para surtir efeito. Até lá vai dar para comprar muita coisa na Amazon…

    • Tudo muito bonito na teoria, mas na prática não. O brasileiro é um povo BABACA e altamente MANIPULÁVEL. Como você disse, olha aí o AVATAR, caro pacas, mal acabado, mas vendendo horrores! Infelizmente não vejo saída nem a longo prazo. Quanto a importar, é o jeito.

      • Avatar tá vendendo horrores não só no Brasil, mas ao redor do mundo. e por isso que a Fox quer aproveitar. se quiser todos os extras, espera até novembro. quer 3D? espera, no mínimo, até 2011.

    • Na verdade já é possível. Já tem Blu-Ray pirata à venda em São Paulo por 20 reais.

    • Na verdade já existem BDs piratex em São Paulo a 20 mangos.

  • Lamentável… esse é o nosso Brasil…

  • Enquanto esses caras não entenderem que eles é que dependem de nóe e não o contrário, esse desrespeito vai continuar.

    A única maneira de escapar disso é comprar fora. Mas e quem não tem essa opção? 🙁

  • Sabe o que parece? Que eles estão usando o preço alto do formato para levar o lucro ao máximo. Querem tirar todo o prejuizo que tiveram com o dvd, em cima do blu-ray. E isso não tem nada a haver com estratégia de marketing, pois se tivesse, a satisfação do consumidor seria levada em conta.

  • Graças a este excelente site, comprei na última sexta (04/06) Batman Begins e Bram Stoker's Dracula, na Amazon.com, e saiu tudo por $33,95, já com o frete. Ou seja, cerca de R$60 por dois Blu-Rays importados, ambos com legendas em português e com qualidade superior a essas porcarias nacionais. Infelizmente este é o caminho. Para efeito de comparação, Dracula esta a venda no Submarino por R$98,00…
    Infelizmente este descaso também acontece há pelos menos 1 década, tendo piorado nos últimos anos, no mercado fonográfico. Os cd's lançados aqui pela Warner e por outras majors do segmento, em geral são de péssima qualidade, salvo algumas exceções. Os encartes saem com impressões mal-acabadas, com amassados vindos de fábrica, e a mídia em si também padece com os mesmo problemas. Lamentável. Há anos que eu recorro aos CDs importados de minha bandas e artistas preferidos, o mesmo farei com os meus BDs favoritos.
    Parabéns amigo JC por esta excelente fonte de informação e entretenimento!

  • Eu já mandei meu currículo p/ lá… quero saber quem é que tá comendo mosca na produção.

  • Já começaram bem.
    Espero que muitos títulos de foram do Brasil continuem vindo com as legendas BR.

  • E se for para replicar no Brasil e o preço continuar o mesmo, é melhor que nem tivessem iniciado a replicação.

  • A cada dia que passa mais pessoas estão entrando no mundo do raio-azul. Apesar de ainda ser um produto restrito a poucos, está ganhando popularidade e o número de vendas está subindo.
    As distribuidoras, em sua maioria, estão acreditando no formato, mas parecem estar com uma visão equivocada. A replicação do Blu-ray no Brasil foi um passo que já estava demorando muito para que acontecesse. Mas, mesmo após isso, os preços continuam muito altos, sendo impossível realmente buscar uma popularização do formato assim.
    Com relação aos erros de impressão, pode se dizer que há um certo descaso com o produto e, consequentemente, com o consumidor. A Microservice possui essa inexplicável impressão, nitidamente ruim, que parece que vai se estender também para os Blu-rays. A comparação dos mesmos aspectos com títulos de outros países deixa claro que a qualidade do produto nacional é inferior.
    Erros acontecem sim, principalmente em grandes empresas. O que não pode ocorrer é deixar esses problemas se tornarem recorrentes, como há muito enfrentamos com os dvds. Seria muito interessante deixar um protesto claro e direto para as distribuidoras sobre a replicação o quanto antes, aproveitando que ainda não ocorre em tão larga escala. Quem sabe, dessa forma, possamos contribuir para que o mercado de Blu-rays brasileiro seja ao menos um pouco melhor e mais atento aos seus próprios consumidores.

  • RafaelC_83

    Se mais de 70 % da população brasileira apoia o nosso atual governo, não é de se espantar que a qualidade de TUDO no Brasil esteja do jeito que está… Como foi falado num comentário há poucos minutos, o povão nem tá ligando se a qualidade é ruim ou boa… Infelizmente é o tipo de mentalidade que o povo tem e que nunca vai mudar… Quando vc viaja pra fora do país, vc percebe claramente isso… Quando eu fui pros EUA no mês passado, fiquei bem louco de ver umas 10 prateleiras cheias de BD e DVD a preço de banana e de qualidade top de linha… Lá fora se preza pela qualidade, seja tanto pela parte das distribuidoras quanto pelo consumidor… Independente do cenário do BD por aqui, continuarei importando meus filmes sem dó… E fico muito feliz que posso comprar meus BDs da Universal na amazon.co.uk em Steelbook e com legendas em PT-PT 😉

  • Se depender de mim, as prateleiras das lojas continuarão abarrotadas com esses produtos toscos.

    A verdade é que perdi o entusiasmo em colecionar, tenho comprado esporadicamente.

    Parabéns, produtoras e afins, vocês venceram…

  • Sinceramente, todos meus blurays são importados. Não compro bluray pelos preços abusivos e pela falta de incentivo promocional das distribuidoras e dos vendedores finais.. único momento que comprei blurays no brasil foi no corrão da videolar que descolei o rede de mentiras e o gran torino.

    De maneira mais abrangente a cultura no pais do macacão como diz bjc, é algo muito caro.. desde cds de musica a dvds, blurays, até livros. é impressionante.

    Graças a Deus estamos em um mundo cada vez mais globalizado (se depender da sony não, com seus blurays cheios de região e o ps3 totalmente travado pra isso) e podemos comprar pelas amazon da vida.

    • Blu-rays podem ter região (A/B/C), mas são bem menos regiões do que os DVDs.

  • O que já foi rapidamente comentado eu volto a falar: Além de tudo isso, temos as impressões nos encartes dos Blu-rays nacionais que estão totalmente PORCAS, com raríssimas exceções.

    O que adianta querer vender um produto com ótima qualidade de imagem se o consumidor vai ver nas imagens do filme atrás, ou até mesmo a capa e vê tudo TOTALMENTE MAL IMPRESSO, isto senão redimensionado como algumas encartes que possuem imagens péssima resolução.

    A capa do BD de de BOLT Supercão e de Segundas Intenções, Nacionais, são uns dos piores exemplos destes que citei.

    Lamentável.

  • De fato, essas imagens e informações são chocantes! É de fato decepcionante…..
    E em relação aos preços, não me surpreendo…. Tudo no Brasil é caro! Importado ou não! Ainda bem que existem as santas promoções, porque caso o contrário estaríamos perdidos….
    É por isso que não quero que "Fantasia" e "Fantasia 2000" sejam lançados apenas em "raio azul", pois os preços são altos demais! Não só os filme, como também os aparelhos e as TVs… Tem que ser a "terra do macacão" mesmo….

    • preço das TVs vai despencar depois da Copa do Mundo da FIFA, quero dizer, "do Mundial", você vai ver.

  • Quando os Blu-rays forem autorados aqui, se continuar assim, teremos:
    Formato de Tela Mutilado
    Extras: Menu Interativo, Trailer e Seleção de Cenas (Slideshow também)
    Áudio tudo 5.1 Dolby Digital e DTS normal, isso quando não tiver 2.0… Nada de som HD

    A imagem, vai ser upscaling de DVD ou então de 720p.

    Já comecei a rezar…

    • brunofm

      rezar não sei se vai adiantar então comecei a importar e a pegar a rapa de antes da replicação. Se tiver muito barato em mega promos aí eu penso….

  • Roberto

    Para ser bem sincero, o preço alto é o que mais me incomoda!

    Saudações!

  • Apollo Creed

    Belíssimo post! É disso que estou precisando pra mostrar pra uns amigos que estou dizendo a mais pura verdade: mais da maioria dos brasileiros sequer fazem questão de notar se a capa do DVD/BD é bonita ou não.

    Mas pra eles não posso fazer nada, afinal o dinheiro não é meu. Mais o que chama atenção é que por causa destes desatentos, nós, colecionadores, é que pagamos o pato e sofremos com horrendas edições que até versões de banca vêm em melhor qualidade, se compararmos.

    Infelizmente, esta é a realidade, e assim como o Jefferock, espero estar pelo menos na cama do hospital pra poder comprovar uma mudança neste país e rir desta situação.

    Valeu pela Força!!!

  • Realmente é revoltante a ganância das produtoras no Brasil. E aquele Blu-ray crespo? Dá pra acender fósforo naquele negócio!!!!

    Nota mental: tenho que comprar o blu de Branca de Neve logo, antes que o disco vire crespo também.

    • será que o modelo de impressão da Videolar é patenteado e/ou a Videolar tem a licença exclusiva desse método no Brasil?

  • So compro BD seja nacional o importado em alguma loja daqui so em ultimo caso mesmo, pra mim so importado….

  • Esse caso da Sony colocar "região 4" na impressão não é erro deles. É uma revoltante mania que muitas empresas e pessoas têm de tratar o consumidor como burro. Pra não "complicar" com a história das letras, eles usam o número que hoje em dia a maioria sabe ser da nossa região. Mesmo que num Blu-ray isso esteja totalmente errado. É a mesma noção errada que muitas pessoas têm sobre os sistemas PAL e NTSC, resquícios da época do VHS.

    • yerac99

      exatamente felipe! essa coisa de NSTC e Pal até hj consta nos sites como no amazon e eu nao me engano acho que já vi na impressão de alguns filmes!
      tinha essa duvida de ser 4% acelerado ou nao! mas, felizmente nao tem isso nos blu-rays.

  • VERGONHA!!!

  • God save the Queen !

    God bless America !

  • Nem um pouco surpreso, sobre o preço, q não abaixou, eu já até sabia. Se é pra vender pelo mesmo preço então q continuem vendendo discos importados q pelo menos tem uma impressão decente

    Digo mais, pelo restrospecto dvd, essa situação NÂO vai melhorar, tende a piorar qdo os lançamentos nacionais não forem mais cópias dos internacionais, haverá liberdade pra capar extras, discos e muito mais e isso VAI acontecer

    Não vou mais jogar dinheiro fora não, nem com essas promoções enganosas q tem por aí, só compro agora lá fora, economizo dinheiro e sobra pra comprar mais. BD no Brasil agora só compro aqueles poloneses e orientais, mesmo com bd a 40 reais, estou pagando o dobro de lá fora

  • Achei esse post ótimo
    algo essencial para quem deseja começar a coleção de blu-rays ou começou para ver as porcarias. tenho vergonha de minha coleção ter a lixa do independece day e blu-ray transparente o próprio star trek também é transparente.
    Realmente a replicação aqui está sofrível com capas vagabundas e impressão nos discos que dão vergonha.
    Como disse o jotace imagine se for feita a autoração aqui no pais, vai ser ruim e capaz de vir filme Fullscreen.
    Eu já mandei e-mails não muito felizes para a Fox e Paramount criticando a qualidade dos blus. A Universal nem responde também minha pergunta quando será lançado novos títulos aqui, acho que essas tribuidoras acham que somos “jecas” e por isso lançam essas porcarias. Realmente agora vou mais importar do que comprar disco blu made in brazil. Pais de terceiro mundo e produtos de quinta categoria

  • Sobre a FOX e seus piratões originas prefiro nem comentar. Bem que percebi que pra alguns lançamentos o preço abaixou. Acho um absurdo não diminuir o preço. Eles acham que todo mundo pode pagar entre 89 e 99 reais pra ver o filme? Se for assim, o formato tá morto. Mas o pior pra mim é se a qualidade do filme/show for ruim ou inferior ao estrangeiro, aí eles vão ter que se ver comigo.

    • tudo depende da base de HDTVs e Blu-ray players. a base da HDTVs tá aumentando, e a de Blu-ray players, acho que sim (pelos preços mais baixos dos tocadores).

      • Tanto que na Americanas.com dá pra encontrar BDP por 499,99 reais. Torço pela popularização do formato, mas eles tem que manter (ou melhorar em alguns casos, né senhora raposa?!) a qualidade, com impressão nos discos boa, qualidade de imagem igual a do original e capas boas. NADA DE SLINXO E DESCANAVO. QUEREMOS EMBALAGENS DE VERDADE E SEM DESPADRONIZAÇÃO. e digipak para BD tá faltando!

  • Ahhhh….
    Amazon, como eu te amo…

  • Putz! O Avatar daqui está péssimo! Ainda bem que peguei o meu na Amazon UK. Não há borrões, nem rótulo de lichar unha. Se é para fazer porcaria, que mantenham o formato atual: importar os discos e imprimir as capas. O preço não diminuiu mesmo…

    • Concordo, não tem sentido fazer aqui. Aliás, tem né? LUCRO LUCRO LUCROOOOO!

  • Ainda bem que por enquanto os BDs da Disney Brasil estão sendo feitos lá fora. Nem quero imaginar como será a replicagem da Sonopress em BD :S

    • E continuam sendo feitos! A Sonato ainda não replica, Dumbo veio importado!

  • eraj1972

    É muito injusto pagarmos tão caro, por BDs com tão pouco capricho. Já tinhamos o péssimo exemplo da Imagem Filmes, Europa, California Filmes, etc, com seus BDs "piorados" na forma de "mutilação" da imagem, assim como no corte do som HD, no "downscaling" de um filme de 50gb para caber num disco de camada simples (25gb)… E agora temos essa péssima atitude das majors, que deveriam servir de referência, no entanto nos empurram produtos de 5ª categoria, lucrando absurdos de dinheiro, com produtos que não valem nem a metade do preço. Já pensei em desistir de importar, e apenas comprar BDs nacionais, por causa da demora na entrega (cerca de 2 meses ou mais), mas não dá. O preço de lá é muito melhor, mesmo contendo imposto sai mais barato do que aqui, e os BDs são mesmo caprichados, bem embalados, impressos, etc., tudo que o colecionador quer. É frustrante a comparação: Lá fora é mais por menos, e aqui, menos por muito mais!

  • Mandei um email para a Luana Soares (luana.soares@microservice.com.br) da Universal reclamando da ausencia de lançamentos de Blurays no Brasil e essa foi a resposta dela:

    Prezado Sr. Luis Gustavo bom dia,

    Encaminhamos sua solicitação ao departamento responsavél.

    Agradeçemos seu contato.

    Grata,

    Luana Soares

    • Legal! Tomara que muitas pessoas tenham feito isso!

  • Essas fotos dos Blu Rays com o código de região de DVD me fez lembrar aquelas capas autoradas pelos pirateadores. Equiparo esses erros grosseiros à inserção dos dizeres "este DVD é protegido contra cópia" em uma capa feita sob medida para o produto do "mercado negro". Realmente lamentável…

  • Alguém se surpreende com essa tosqueira? Dá-lhe Amazon + aulinhas de inglês, he, he, he…

  • Não sei se vocês perceberam, mas o logo do Blu-Ray no disco do This Is It tá com bordas brancas. Parece que foi feito para um trabalho escolar.

    • EU VI ISSO! AHAHAHA! Boa! 😀

  • A Sonopress faz os discos de blu-ray sim
    os titulos da Universal Music que possuo The Killers Live Royal Albert e do Jimi Hendrix live to Monterey são fabricados pela Sonopress e não são tão ruins, acho eles melhor que o da Microlixo.

    • Ser fabricado não quer dizer ser replicado. Isso é uma confusão que as próprias empresas não souberam lidar.

      • É isso mesmo. BD's nacionalizados da Sonopress provavelmente são replicados pela Sony DADC USA ou Sony PCI Japão. Pelo menos os Disney são assim.

  • Tudo isso pra pagar 80R$ por um filme? O.K., mas ainda não será hoje que começo minha coleção de blu-ray.

  • Região 4 em Blu-ray não dá… e logo a Sony, q eu achava q não era das piores…

    • O pior é que foi a SONY quem criou o BD. Pior também que ela não é uma das piores.

  • Sobre a impressão CRESPA eu tinha uma impressora (R270 da Epson, que por sinal entupiu as cabeças 🙁 ) que imprimia melhor do que isso nas midias "printables".

  • Eu mal comecei a colecionar Blu-Rays e já me aparece tudo isso, só podia ser o Brasil mesmo. Salve a Amazon!

  • Publiquei umas fotos da edição de Star Trek que da pra ver o outro lado também lançada pela Paramount
    http://cinnevicio.blogspot.com/2010/06/decepciona

  • Pingback: John Mclane em Blu-ray para JULHO! | Blog do Jotacê()

  • Pingback: BJC na Microservice! | Blog do Jotacê()

  • Comprei só o do Cães de Aluguel, porque estava barato e para conhecer mesmo. Achei legal a iniciativa da revista Blu-Ray News e confesso que já comprei muito DVD de banca no início da minha coleção, mas esses aí vendidos em loja e com esses preços e qualidades, não dá!

    Vou de Amazon! Estou esperando meu Band of Brothers da Amazon UK chegar, se não for taxado, acho que será o primeiro de muitos BD importados! 🙂

  • Lamentável.
    Não tem explicação.
    Se nem a dona do formato sabe quais os códigos de região são aplicáveis…
    Talvez eles devessem contratar um COLECIONADOR pra supervisionar a linha de produção.

    A pergunta que fica, porém, é POR QUE?
    Por que americanos, europeus e japoneses conseguem fazer as coisas direito e, aqui no Brasil, a coisa NUNCA sai do jeito que tem que ser? Por que será que as pessoas que consomem os produtos sempre entendem mais sobre o produto do que as pessoas que sãos PAGAS para produzi-los?
    Por que é tão difícil para uma produtora/distribuidora ter uma via de contato com seus consumidores?
    Bastava alguém das distribuidoras mostrarem a prévia dos BDs para alguns colecionadores, que facilmente eles apontariam as imperfeições.
    Os estúdios fazem isso ao produzir os filmes. Fazem as sessões de preview antes de finalizar um filme e, se a reação for negativa, mudam o filme. Se fazem isso ao produzir o filme, por que é tão difícil fazer na hora de prensar um disco?

    Não dá pra entender. É muita incompetência.

  • Pingback: Comunicado oficial da Sony sobre o defeito de impressão nos Blu-rays | Blog do Jotacê()

  • Natal_RN

    comprei um Blu-Ray 'Alice no país das maravilhas", na capa diz que produzido em Manaus, mas já no disco diz que foi nos EUA. da pra entender?

  • Natal_RN

    kkkkkk esse BD lixa de unhas ta uma merda mesmo

  • An cool blog post right there mate ! Thanks for that .

  • This is a method for delivering this.

  • Hi! Just wanted to say website. Continue with the good work!

  • great thanks \o/

  • As soon as I at first commented I clicked on the

  • The great article assited me very much! Bookmarked the site, extremely excellent categories just about everywhere that I read here! I really like the info, thanks.

  • This excellent article encouraged me very much! Saved the blog, extremely excellent topics everywhere that I see here! I really appreciate the info, thank you.

  • larsan44

    Áudio do Blu-ray – Gastei uma grana comprando um baita home-theater 7.1 com blu–ray e a maioria dos títulos estão em 5.1. O áudio em português, raramente vem em 5.1, sendo em sua grande maioria Dolby 2 canais. Uma p.u.t.a. safanagem com o consumidor. Até agora o blu-ray não me convenceu. Pelo preço de um blu-ray compro dois DVDs originais com áudio muito melhor.

  • Hello Website owner. I really really like this posting at the same time as the website all in all! That piece of writing is very plainly published and also extremely simply understandable. Your existing Weblog theme is impressive as well! Would definitely be great to know in which My partner and that i can get that. Please hold up the excellent task. We need even more this type of world-wide-web masters for instance you on the web and also much much less spammers. Great man! http://www.squidoo.com/doteasy-coupon-exceptional-value-at-low-price

  • In my opinion it is a really smart point of view. I meet people who rather say what they suppose others want to hear. Good and well written! I will come back to your site for sure!

  • The following time I read a weblog, I hope that it doesnt disappoint me as much as this one. I mean, I do know it was my choice to read, however I truly thought youd have one thing interesting to say. All I hear is a bunch of whining about one thing that you might repair when you werent too busy searching for attention.

  • Ha, bald ist es soweit dann kommt endlich der nächste (und letzte ?) Teil. Magneto ist einfach der beste.

  • Have you thought about adding some differing opinions to the article? I think it will really enhance everyones understanding.

  • I love this site layout ! How was it made? It is very sweet.

  • It seems to me that this website doesnt load in a Motorola Droid. Are other people having the exact same problem? I enjoy this site and dont want to have to miss it any time Im away from my computer.

  • This blog site has got some very helpful info on it! Cheers for sharing it with me!

  • I Will have to come back again when my course load lets up – nonetheless I am taking your Rss feed so i could go through your web blog offline. Cheers.

  • I feel one of your current advertisements triggered my internet browser to resize, you might well need to set that on your blacklist.

  • Nice post!

  • There may be a bundle to know about this. You made good points also.

  • Wanted to drop a comment and let you know your Feed is not functioning today. I tried including it to my Bing reader account but got absolutely nothing.