Demonstração de DVDs em Blu-ray Players nas Lojas Americanas

LOST-BANNER

Foto-0063
Blu-rays só pra comprar, pra demonstrar NEM PENSAR!

Eu já tinha comentando no meio do ano aqui no BJC sobre as Lojas Americanas demonstrarem DVDs nos Blu-ray Players da Samsung expostos nos displays promocionais do formato de alta definição.

Até então, eu achava que o “problema” (que deve ser fruto do total desconhecimento do pessoal encarregado) ocorria apenas numa das lojas aqui de Porto Alegre. Neste mesmo local, já tinha inclusive trocado umas palavras com duas pessoas que estavam se perguntando se aquilo era mesmo Blu-ray, dada a péssima qualidade do que estavam vendo.

No final de semana passado, num streaming ao vivo, cheguei a filmar uma “cena do crime” (vídeo feito com celular, portanto não esperem qualidade de câmera):


DVD de Uma Noite no Museu 2, rodando no BD Player. E AINDA EM SLIM!

Porém hoje chegou um e-mail do Leitor Felipe Vinha relatando a MESMA coisa em uma loja carioca.

Nem vou explicar o motivo disso ser uma bola foríssima das Lojas [TÓIM]. Vejam o relato do próprio felipe:

Hoje fui passear no Norte Shopping (RJ) e encontrei a Americanas de lá reformada, toda bonita e tal. Fui logo conferir a parte de DVDs pra ver se já tinham começado a vender Blu-ray. E, pra minha surpresa, estavam vendendo os disquinhos azuis. Tá certo que era uma tímida estante, no canto da seção de DVDs, mas tudo bem bonitinho, como vocês podem ver na primeira foto anexa. O problema é que botaram uma TV de LCD pra exibir os filmes em Blu-ray com um tocador da mídia, mas com um filme em DVD dentro! Nem precisei abrir a tampa para notar, mas o filme estava parado no menu (o filme era a animação Força-G) e estava em baixíssima qualidade. Por pior que seja a produção do Blu-ray, ele não vai ficar assim. Vocês podem conferir na outra foto anexa, principalmente próximo das letras, aquele efeito “crisp” que dá quando você bota DVD em uma TV fullHD.

Foto-0064
Anti-propaganda do Blu-ray nas Lojas Americanas

Não deu outra, fui direto no caixa pedir para falar com a gerente, ou supervisora da seção, que seja. Primeiro expliquei à caixa sobre o caso, que obviamente boiou no assunto. Quando perguntei… “Você sabe o que é Blu-ray, certo?” a resposta foi “Sei… mais ou menos”. Expliquei calmamente e da forma mais simples o possível, chegando a deixar claro que o Blu-ray é uma espécie de “DVD de nova geração vendido em caixinha azul”, para simplificar bastante as coisas. Em seguida, falei com a supervisora do local, alertando-a que, daquela forma, eles não iam vender nenhum Blu-ray. Quem chegasse ali iria ver que a qualidade era ruim e que um DVD era melhor e mais barato. Ela confirmou e disse que iria substituir o disco por um Blu-ray. Mas vai saber, provavelmente ela me tirou como louco, mas eu espero que não, sinceramente! =P

De qualquer forma, acredito que esse erro se dê por conta de um simples fator: Blu-ray, sendo caro, a loja preferiu não abrir um disco para demonstrá-lo ao consumidor, optando por um DVD, que teria custo mínimo ao estabelecimento, provavelmente achando que ninguém iria notar a diferença.

Pode parecer exagero meu, o que fiz de informar a supervisora da loja, mas quero muito que o Blu-ray vá para a frente no país, onde, infelizmente, testemunhamos pessoas comprando DVDs piratas no camelô com qualidade porca filmada de cinema. “Avatar é o novo! Na minha mão!”, chega a doer o ouvido isso. A galera precisa se informar e ver a qualidade acima de tudo. Ainda que o preço dos tocadores e das TVs sejam demasiadamente altos. Espero que um dia isso mude.

...

Link para edições de O Homem de Aço em Blu-ray com dublagem e legendas PT-BR e disco de extras limado no Brasil (envio com rastreio completo pelo frete mais barato)

Categorias: Blu-rayProtestos

Tags:

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção