“Quem Quer Ter Um DVD Mutilado?”

Jamal
Será que o Jamal aí em cima está olhando para um buraco cheio de DVDs mutilados?

por Edinho Pasquale
(Veja resenha completa no DVD Magazine)

Quem Quer Ser um Milionário? ” foi lançado em DVD para locação pela Europa Filmes no Brasil. Para quem gosta de qualidade de produto, isto já é um sinal grave de alerta. Infelizmente o “pior” é comprovado. Se você é do tipo que gosta apenas de assistir a um bom filme e não se importa com qualidade ou material extra, não precisa nem ler o resto dos comentários. Alugue o filme e seja feliz, o filme merece. Já se você quer detalhes sobre esta ridícula edição de um dos mais importantes lançamentos do ano, vamos lá. De cara já observamos um SÉRIO problema: a imagem está no formato letterbox (ok, se você não se importa mas quer pelo menos saber o que é: está com proporção de tela igual a de uma TV convencional, 4×3, mas com filme em widescreen. Quem tem TV neste formato, não terá muitas diferenças. Já os tem uma TV mais nova, de plasma ou LCD, terá uma imagem com barras pretas por todos os lados e com o filme bem pequeno no centro da TV). Se só por isto não bastasse o descaso, foi intrigante tentar entender o formato do enquadramento, ou seja, não se restringe a sua proporção. Lançado mundialmente em 2.35:1, este aqui está por volta de 1.75:1, mas há mais um mistério: não são cortadas apenas as laterais, mas há um aumento na altura, o que é inexplicável. Ou melhor, foi masterizado de uma forma completamente diferente, que podemos chamar de “híbrida” (ou dê o nome que preferir). E em algumas cenas os cortes na lateral não são tão significantes, ou seja, confesso que o formato apresentado aqui pode ser classificado como “sei lá”! O contraste e qualidade de imagem obviamente não podem ser melhor avaliados, embora a imagem me pareça ser mais “lavada” do que a do cinema e com uma definição baixa em algumas cenas. Como já assisti em Blu-ray, a comparação então fica impossível. Abaixo dois exemplos de como ficou a imagem no DVD de locação, comparado com o aspecto original:

ORIGINAL:

DVD DA EUROPA FILMES:

ORIGINAL:

DVD DA EUROPA FILMES:

O áudio, segundo item importante para a qualidade, não compromete. Está no idioma original em 5.1 canais, mas não há a tradução do hindi para o inglês, o que, para quem quer assistir ao filme com legendas em português, não será problema. Idem para quem quer assistir ao filme com uma boa dublagem, mas apenas em 2 canais, como de hábito da distribuidora.

Para finalizar, o “de sempre”: versão para locação sem extras. Ou melhor, há um importante trailer do lançamento em DVD da “Galinha Pintadinha”. Não é brincadeira, é o nome do desenho que está estampado até no menu inicial. Para os que ainda sonham com uma edição melhor quando da venda do filme por aqui, nos EUA estão disponíveis uma trilha com comentário em áudio com o Diretor Boyle e equipe, um completo making of, 33 (!) minutos de cenas excluídas ou adicionais e uma divertida montagem do filme como um clipe com a música “Jai Ho”.

Conclusão: voltemos ao início: se você quer apenas assistir a um excelente filme e não se importa se ele tem boa qualidade ou algo a mais que o complemente, corra na locadora. Se você quer respeito e qualidade, lamente. Mas se não o assistiu nos cinemas e/ou quer revê-lo, também alugue. Mas prepare-se para se irritar com mais um descaso ao consumidor.

——————-

Nota do Jotacê:

É lamentável que um filme tão importante e com tantos fãs como esse tenha caído nas mãos da Europa Filmes aqui no Brasil. Não sabemos se o DVD para venda direta terá seu aspecto original alterado também, mas pelo histórico da Europa não podemos esperar outra coisa. O DVD para colecionadores deverá ser enluvado, em Digipak (e certamente com uma arte melhor que essa). Porém como já vimos nesta enquete do BJC, imagem alterada (e ainda por cima letterbox) é imperdoável. Tomara que as críticas contundentes sobre este DVD para locadoras permita que tenhamos uma versão para venda com o mínimo de qualidade técnica (até por isso estamos replicando e dendo eco a essa matéria do DVD Magazine também).

E como desgraça pouca é bobagem, o pessoal da Europa Filmes não acredita muito no Blu-ray. Portanto, sabe-se lá quando teremos esse filme legendado e em alta definição no país.

Categorias: DVDResenhas

Tags: ,

Sobre o autor