Imagens dos boxes americano e europeu de X-Men em BD!

O leitor Fabio Godinho enviou fotos dos boxes da trilogia de X-Men, lançados nos EUA e na Europa. Segundo o Fábio “edição americana não contém legendas em português nos extras (somente nos filmes) e na européia se dá exatamente o contrário (legendas em português de portugal só nos extras)… pode uma loucura dessas?”

Fotos da edição EUA (9 discos):

X men 001

X men 002 X men 003

Fotos do box europeu (6 discos):

X men 004

X men 005 X-men-006

O Fábio está negociando (venda/troca) esses dois boxes para quem estiver interessado -> godinho65 [arroba] hotmail.com

E o nosso colaborador Paulo Camargo envia algumas impressões sobre o box dos EUA, que ele já teve a oportunidade de conferir:

Sempre fui fã de carterinha dos quadrinhos, coleciono desde quando eram publicados na revista super aventuras marvel da Editora Abril até os dias de hoje.

Os filmes também são ótimos, ponto para a Fox que soube escolher um time de primeira para levar os X-Men para os cinemas.

Sobre os filmes em Blu-ray, no box são no total de 9 discos, cada filme vem com três discos em cada estojo, filme, extras e a cópia
digital.

Imagem
Sobre a imagem esta perfeita, sólida em 1080p, 2.35:1-framed transfer, e diferença entre o Blu-ray e o DVD é um abismo.Todos os três filmes não apresentam muita diferença, mesmo a produção sendo de três anos de intervalo.

Som
O áudio está um absurdo, supremo, perfeito. O som em DTS-HD MA 5.1 lossless, pois foi o som que mais me impressionou, mesmo comparando a outros  títulos como Transformers e ate mesmo o Matrix, este vale todo o investimento em um receiver de qualidade.

Extras
São os mesmos extras dos dvds, mudaram somente os menus, mas o conteúdo é o mesmo.


-----------------

Blu-rays com legendas em português:




Dificuldades em comprar na Amazon? Visite o nosso Guia de Compras no Exterior

Categorias: Blu-rayNotícias

Tags: ,

Sobre o autor

Jotacê é viciado em DVDs desde 2004 (começou tardiamente, na idade do metal discóide furado). Hoje em dia compra poucos DVDs para investir mais nos discos do raio azul (que coleciona desde 2008). Resolveu ter um site em 2008 para que fosse possível publicar tudo o que pensava sobre os disquinhos lançados no Brasil. E cá estamos nós! Twitter | YouTube | Flickr | Coleção